CNIS: Aprenda como resolver os problemas deste sistema

Conheça os principais problemas apresentados no CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais) e aprenda como resolver eles.

Sempre temos dúvidas sobre diversos campos da nossa vida, é comum, mas acabar com nossas dúvidas significa se livrar de problemas futuros. Hoje nós vamos te ajudar a tirar algumas dúvidas sobre o CNIS para evitar problemas.

O Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) é um documento utilizado pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para saber se um cidadão já pode conseguir a sua aposentadoria.

Para pedir a aposentadoria no ano que vem (2022) o trabalhador deve estar com o cadastro regular e isso deve ser feito até o fim deste ano (2021). Leia este artigo e saiba como resolver alguns problemas apresentados pelo CNIS.

O que é o CNIS?

O CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais) é um banco de informações utilizado pelo governo federal para reunir dados sobre contribuições previdenciárias e informações trabalhistas de um cidadão durante toda sua vida profissional.

Todas as informações reunidas são utilizadas para definir quando e com qual remuneração o cidadão poderá se aposentar.

Os problemas do CNIS

Iremos te apresentar alguns problemas que podem aparecer no CNIS, logicamente podem aparecer outros problemas nos seu caso, mas nós iremos te apresentar os problemas mais frequentes:

  • 1 –  salários com valores diferentes;
  • 2- Não reconhecimento de sentenças trabalhistas;
  • 3 – Dados de cadastro incorretos;
  • 4 – Não reconhecimento de contribuições;
  • 5 – datas de admissão e/ou demissão incorretas;
  • 6- Vínculo empregatício antigo sem data de rescisão.

Como resolver os problemas

Para os problemas que já citamos e outros que podem aparecer no seu CNIS, existe uma solução que pode te ajudar muito, você pode pedir uma retificação.

Para solicitar uma retificação é só ligar para o número 135 e solicitar a correção. Depois vai ser aberta uma tarefa no “Meu INSS” para que você possa enviar toda documentação comprobatória, verifique o prazo e realize o envio dos documentos. 

Os documentos que deverão ser enviados são os seguintes:

  • Guia da Previdência Social (quando não for reconhecida contribuição individual);
  • Outras documentações importantes que comprovem seus vínculos trabalhistas – como ficha de registro de empregado, por exemplo ou termo de contratação e rescisão contratual, para o INSS reconhecer o seu período trabalhado;
  • CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social) – mande todas as informações importantes sobre seus contratos de trabalho e não esqueça de mandar as datas de início e fim dos vínculos trabalhistas;
  • Documentação pessoal (se houver com dados cadastrais);
  • Cópia de processo trabalhista;
  • Comprovantes de período em trabalho rural, menor aprendiz e alistamento militar. 

Dica Extra do Jornal Contábil: Você gostaria de trabalhar com o Departamento Pessoal?

Já percebeu as oportunidades que essa área proporciona?

Conheça o programa completo que ensina todas as etapas do DP, desde entender os Conceitos, Regras, Normas e Leis que regem a área, até as rotinas e procedimentos como Admissão, Demissão, eSocial, FGTS, Férias, 13o Salário e tudo mais que você precisa dominar para atuar na área.

Se você pretende trabalhar com Departamento Pessoal, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um profissional qualificado.

Comentários estão fechados.