Colocar CPF na nota ajuda ou atrapalha a subir o score de crédito?

Descubra se o CPF na nota ajudar ou atrapalha a aumentar a sua pontuação do score de crédito

O score de crédito se trata de uma pontuação muito importante utilizada pelos órgãos de proteção ao crédito como Serasa, SPC e Boa Vista.

Através dessa pontuação os consumidores são avaliados de acordo com seu histórico de movimentações financeiras, para medir o grau de confiança no pagamento que cada consumidor tem com o pagamento de suas contas.

Normalmente o cidadão com o nome sujo costuma ter as menores pontuações, tendo em vista que estes consumidores estão com pendências financeiras, consequentemente, sua nota de confiança será baixa.

A pontuação do score vai de 0 a 1.000, onde, quanto mais próximo de zero, maiores são os riscos de inadimplência do consumidor e quanto mais próximo de 1.000 o risco de inadimplência é cada vez mais baixo.

Logo, como o score é utilizado para medir os riscos de cada consumidor quanto ao pagamento de suas contas, os bancos e financeiras realizam consultas ao score antes de liberar o crédito ao consumidor, seja cartão de crédito, financiamento ou outras modalidades de crédito.

Assim, quanto mais alto o score de crédito, mais fácil é para que o consumidor consiga ter o crédito solicitado aprovado.

Porém, o problema é que muitas vezes os consumidores ficam buscando informações quanto ao que fazer para aumentar o score e assim, conseguir êxito na solicitação do crédito.

Dentro dessas informações, um mito muito divulgado é sobre o CPF na nota, que ao pedir que seja adicionado o CPF no cupom fiscal o consumidor terá uma alta no score tendo em vista que estará mostrando para o mercado que está realizando operações financeiras.

Mas afinal, colocar CPF na nota aumenta o score?

Não! Colocar o CPF na nota fiscal não muda nada para aumentar o score de crédito, isso porque os órgãos de proteção ao crédito não utilizam dessa ferramenta para calcular a pontuação do score.

Nesse caso, ao pedir a inclusão do CPF na nota ao realizar compras não alterará sua pontuação do score de crédito. Isso porque o CPF na nota na verdade se trata de uma iniciativa dos governos estaduais para controlar a tributação fiscal do comércio, do ICMS e também combater a sonegação de impostos.

O que realmente importa na hora de aumentar o score de crédito é:

  • Ter um cadastro positivo, ou seja ter um histórico de bom pagador;
  • Pagar ou negocie as dívidas que te negativaram;
  • Tenha compras parceladas (apesar de estranho é importante ter contas parceladas para que os órgãos identifique o seu comprometimento com o pagamento em dia das contas, mas nada de abusar, comprar tudo no crédito também se torna um problema);
  • Sempre atualize seus dados nos órgãos de proteção ao crédito (quanto mais fácil te localizar e identificar suas movimentações, mais fácil para aumentar o score;
  • Cuidado com a frequência em que pede crédito, afinal se ficar pedindo crédito exageradamente pode significar que você não está conseguindo controlar suas finanças e precisa de crédito para isso.

Comentários estão fechados.