Comece já a empreender na maior capital do Brasil! Saiba como abrir uma empresa em São Paulo

0

Quer saber como abrir empresa em São Paulo sem precisar sair de casa? 

Felizmente, a megalópole brasileira avançou muito no processo de formalização de empresas, permitindo que todas as etapas sejam concluídas pela internet.

Hoje, você consegue abrir um CNPJ 100% online, poupando muito tempo de deslocamento e descartando a papelada impressa.

Além disso, o tempo para abertura diminui consideravelmente e ainda existem maneiras de economizar nos custos para iniciar seu negócio.

A seguir, vamos mostrar como abrir empresa em São Paulo da forma mais prática e eficiente possível.

Continue lendo e comece a empreender na capital o quanto antes.

Como abrir empresa em São Paulo 

Saber como abrir empresa em São Paulo é o primeiro passo para começar a empreender na grande megalópole brasileira.

Hoje, a cidade possui um PIB de R$ 699,3 bilhões, o que equivale a quase 10% do PIB nacional ou à soma do PIB de 4.305 municípios brasileiros, segundo dados do IBGE publicados em 2019 no Valor Econômico.

Sua principal característica é a concentração da economia no setor de serviços, que responde por 88% de toda a riqueza produzida na capital, segundo dados do IBGE publicados na Folha em 2019. 

Além disso, São Paulo aparece em 1º lugar no ranking de cidades empreendedoras publicado em 2017 pela Endeavor, com a nota geral de 8,49.

Esse destaque se deve às inúmeras oportunidades de negócio que a cidade traz, graças à concentração de centros empresariais, alta densidade populacional e uma circulação de capital incomparável.

Para quem quer empreender, a capital se torna uma das melhores opções do país, já que há demanda para todo tipo de oferta, públicos diversos e amplo acesso a fornecedores e crédito, por exemplo. 

Para ajudar ainda mais, a prefeitura tem investido em iniciativas para facilitar a abertura de novos negócios, simplificando processos e reduzindo a burocracia. 

Como abrir empresa em São Paulo ficou mais fácil

Se você quer saber como abrir empresa em São Paulo, a boa notícia é que o processo ficou mais fácil e rápido nos últimos anos.

Antigamente, os empreendedores levavam em média 100 dias para formalizar um negócio na capital e tinham que enfrentar uma série de etapas burocráticas. 

Para reduzir esse prazo e simplificar a vida do empresário, a Prefeitura de São Paulo criou o Empreenda Fácil em 2017: um portal que integra o sistema da prefeitura ao Via Rápida Empresa (REDESIM) da Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp).

Desde então, o tempo de abertura de empresas na cidade foi reduzido de 100 para apenas 3,5 dias, e mais de 200 mil negócios foram abertos pela plataforma, segundo dados da prefeitura publicados em 2020 no Jornal Contábil. 

Em junho de 2020, o Empreenda Fácil ganhou novos recursos e passou a dar suporte a todo o ciclo de vida das empresas, concentrando os procedimentos de abertura, alteração, regularização, baixa e licenciamento. 

Assim, é possível resolver todo o processo de formalização pela internet, sem precisar sair de casa ou lidar com papelada.

Oportunidades para abrir empresa em São Paulo

Antes de aprender como abrir empresa em São Paulo, é importante estudar o mercado da capital e entender quais segmentos têm maior potencial atualmente.

Confira as principais oportunidades que a cidade oferece.

Economia criativa

O setor de economia criativa é um dos mais promissores para abrir empresa em São Paulo, que se destaca pela diversidade e concentração de empresas de design, moda, cultura, tecnologia e artes.

De acordo com um estudo da prefeitura divulgado em 2017, o setor movimenta cerca de R$ 40 bilhões ao ano e vem crescendo continuamente.

Além disso, um ranking desenvolvido pela StartupBlink e publicado na InvestSP em 2020 coloca São Paulo entre as 20 melhores cidades do mundo para startups.

A capital conquistou o 18º lugar da lista e se consolidou como um hub global de inovação, graças ao grande número de unicórnios (startups que superam o valor de mercado de R$ 1 bilhão) e crescimento constante dos ecossistemas regionais.

Economia Verde

Em 2019, a Prefeitura de São Paulo lançou o Programa Green Sampa, que busca incentivar o desenvolvimento do setor de tecnologias verdes e sustentáveis na cidade. 

O projeto foi idealizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho e executado pela Agência São Paulo de Desenvolvimento (ADE SAMPA).

Os editais estão sendo lançados para apoiar o crescimento de empresas ligadas à indústria limpa, tratamento de resíduos sólidos, agricultura e segurança alimentar, qualidade do ar e meio ambiente, qualidade da água e saneamento, mobilidade urbana, eficiência energética, entre outros segmentos.

Logo, essa é uma grande oportunidade para empresas e startups do ramo que precisam de investimentos para crescer e podem contribuir com o desenvolvimento sustentável da capital. 

Comunicação 

A área de comunicação registrou um crescimento de 145,5% na cidade de São Pauloem 2018, segundo dados da Pesquisa Conjuntural do Setor de Serviços (PCSS) publicados na Fecomercio. 

Estão incluídas nesse segmento as agências de publicidade e design, redações, assessorias de imprensa e relações públicas, agências digitais, entre outros negócios ligados à produção e transmissão de informação.

Serviços financeiros

mercado de serviços financeiros se destacou em São Paulo pela resiliência diante da pandemia do coronavírus.

Mesmo com o cenário de recessão, as empresas de serviços bancários, financeiros e securitários cresceram 16,3%, segundo dados da PCSS publicados na Fecomercio em 2020.

dívida união

Ou seja: é uma boa oportunidade para fintechs, seguradoras e empresas ligadas ao mercado financeiro de modo geral.

Serviços jurídicos e técnico-administrativos

Ainda no setor de serviços, as empresas que exercem atividades jurídicas, econômicas e técnico-administrativas cresceram 15,3% em São Paulo, segundo dados da PCSS de setembro de 2020 mencionada anteriormente.

Fazem parte desse segmento os escritórios de advocacia, lawtechs e legaltechs, consultorias empresariais, escritórios de contabilidade entre outros negócios especializados.

Como se planejar para abrir empresa em São Paulo

Para abrir empresa em São Paulo, é importante planejar seu negócio nos mínimos detalhes e conhecer muito bem o mercado.

Antes de pensar na formalização, você precisa ter certeza de que está mirando no público certo e oferecendo um produto ou serviço diferenciado, que realmente agregue valor e tenha potencial para se tornar um sucesso de vendas.

Além disso, será preciso estruturar um plano de negócio completo, detalhando como vai funcionar a empresa, quais serão os investimentos necessários, como será a gestão financeira e o plano de marketing, entre outros aspectos essenciais.

A parte do registro e dos enquadramentos legais é o último passo, quando você deverá buscar o apoio de um contador profissional para formalizar seu negócio do jeito certo e garantir a regularidade da empresa. 

Como abrir empresa em São Paulo online passo a passo

Se você já tem um plano de negócio, esse é o momento de aprender como abrir empresa em São Paulo online. 

Siga nosso passo a passo para formalizar seu negócio.

1. Solicite a análise de viabilidade

O primeiro passo para abrir empresa em São Paulo é fazer a consulta de viabilidade no portal Empreenda Fácil.

Essa etapa é necessária para verificar se o negócio está autorizado a funcionar na região em que está localizado, mesmo que seja na sua própria casa.

O sistema permite que você consulte a viabilidade primeiro, para depois solicitar a análise definitiva.

Para enviar o formulário, será necessário preencher informações como a natureza jurídica da empresa, forma de atuação e atividades desempenhadas.

2. Preencha o coletor nacional

Depois de ser aprovado na análise de viabilidade, você terá que acessar o Coletor Nacional, um sistema da Receita Federal do Brasil. 

Nele, você deverá preencher um formulário eletrônico chamado DBE (Documento Básico de Entrada), que é utilizado para oficializar o CNPJ.

Serão exigidos dados como eventos do sistema, identificação, datas de eventos, atividade econômica, objeto social, endereço da pessoa jurídica, dados para contato, representante ou preposto, endereço do representante da pessoa jurídica, porte da empresa, contador responsável, entre outros.

Após a conclusão do registro e deferimento do pedido, você terá um Documento Básico de Entrada do CNPJ para apresentar à junta comercial do estado ou à prefeitura. 

3. Efetue o registro no órgão correspondente

Com o DBE aprovado, a próxima etapa é efetuar o registro da empresa em um dos órgãos correspondentes: Junta Comercial, OAB ou cartório.

No caso de empresas que comercializam produtos, será preciso fazer o registro na Junta Comercial do Estado de São Paulo para emitir NF-e e recolher o ICMS.

Já as empresas de serviços devem fazer a inscrição municipal na Prefeitura de São Paulo para emitir NFS-e e recolher o ISS devido. 

Lembrando que cada órgão pode solicitar dados adicionais para a geração de documentos

4. Desbloqueie o cadastro no CCM

A última etapa do portal Empreenda Fácil é o desbloqueio do Cadastro de Contribuintes Mobiliários (CCM), possibilitando o registro da empresa na esfera municipal.

No caso da empresa de serviços, basta ter o cadastro regular e solicitar a Senha Web ou utilizar um certificado digital para começar a emitir nota fiscal eletrônica de serviços a partir daí. 

Importância do contador para abrir empresa em São Paulo

Embora a prefeitura de São Paulo tenha simplificado o processo de abrir empresa em São Paulo, o apoio de um contador continua sendo indispensável para formalizar o negócio dentro dos enquadramentos corretos.

Veja algumas etapas em que ele será necessário.

Elaboração do contrato social

Com exceção do MEI, todos os outros empresários individuais ou sociedades precisam elaborar um contrato social para abrir um negócio.

Esse documento é como uma certidão de nascimento da empresa, que contém informações como tipo societário, capital necessário para a abertura, participação dos sócios, regras da gestão, entre outros dados essenciais. 

Dependendo da natureza jurídica, é preciso elaborar um documento específico, e só o contador pode auxiliar você em cada uma das cláusulas. 

Escolha do tipo societário

Dependendo do número de sócios, atividade e responsabilidade sobre o capital, a empresa deverá ser enquadrada em um tipo societário específico.

Para quem pretende abrir empresa em São Paulo sozinho, é possível formalizar o negócio como Empresário Individual (EI), Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI) ou Sociedade Limitada Unipessoal (SLU), por exemplo.

Já as empresas com sócios podem abrir uma Sociedade empresária, Sociedade simples ou Sociedade Anônima (S/A).

Novamente, só o contador pode dizer qual a natureza jurídica mais indicada para o seu negócio, garantindo o enquadramento correto e a proteção do seu patrimônio.

Definição do regime tributário

Escolher o regime tributário é um passo crítico na abertura de empresas, pois determina como serão cobrados os impostos do seu negócio. 

De modo geral, os micro e pequenos empreendedores têm mais vantagens optando pelo Simples Nacional, que permite o recolhimento em uma guia unificada e oferece alíquotas competitivas.

Mas, nem todas as atividades permitem a opção pelo Simples, e também há casos em que o Lucro Presumido e o Lucro Real podem ser mais vantajosos.

Por isso, se você quer pagar o mínimo de imposto possível, é melhor abrir sua empresa em São Paulo com a orientação de um contador experiente. 

Abra sua empresa em São Paulo sem pagar nada com a Contabilix

Já imaginou poder abrir sua empresa em São Paulo com o apoio de um contador qualificado sem pagar nada pelo serviço?

Na Contabilix, você pode abrir empresa grátis sem sair de casa, pagando apenas as taxas do governo. 

Nossos contadores indicam qual o melhor tipo de empresa e ajudam você a pagar o mínimo de impostos, e você não precisa se preocupar com trâmites burocráticos como elaboração de contrato social e emissão de CNPJ.

Assim, você terá sua empresa aberta e pronta para começar a emitir notas fiscais em tempo recorde, com direito ao suporte de um especialista durante todo o processo.

Tudo isso com a vantagem de não ter que se deslocar e poder enviar os documentos pela internet. 

Viu como abrir empresa em São Paulo pode ser mais fácil e econômico? Se quiser começar o processo agora mesmo, é só criar seu usuário Contabilix e aproveitar as facilidades da contabilidade online.

Original por Contabilix