O termo Indústria 4.0 diz respeito às novas tecnologias focadas na automação, controle e tecnologia da informação dos processos industriais, pois a inovação faz parte de toda indústria que deseja crescer no mercado.

Por isso, diversas mudanças ocorreram ao longo da história no setor empresarial, impactando tanto os próprios processos industriais quanto toda a sociedade que é diretamente dependente dessa indústria.

Considerando isso, separamos este conteúdo para falar das mudanças ocorridas ao longo do tempo até chegarmos na quarta revolução industrial, chamada de indústria 4.0. Acompanhe!

Saiba o que significa indústria 4.0

Todas as revoluções foram responsáveis por algum avanço tecnológico que modificou boa parte dos processos de produção em massa, linhas de montagem, tecnologia da informação ou eletricidade.

A quarta revolução é a mais impactante e tem como característica um conjunto de tecnologias que unificam os componentes físicos, digitais e biológicos.

Marcada pela presença da inteligência artificial, até a indústria 4.0 houveram outros avanços igualmente significativos. Pois, a primeira grande revolução trouxe a mecânica aos processos industriais, inovando completamente as linhas de produção da época.

Depois disso, a segunda revolução foi responsável pela inclusão da elétrica, e a terceira a automatização dos processos, como a utilização de braços mecânicos nas linhas de produção, por exemplo.

Conheça os pilares da indústria 4.0

Da mesma forma que a comercialização e manutenção de chiller vieram com um progresso industrial, novas técnicas aplicadas em alguma estação de tratamento de efluentes ou mesmo empresas que realizam a locação de guindaste, a indústria 4.0 mudará muita coisa.

Para que fique claro o conceito da indústria 4.0 devemos ter em mente os principais fatores que a sustentam. Para isso, podemos destacar os seguintes pontos:

Big Data Analytics

É a estrutura de dados que utiliza diferentes formas de captura, análise e gerenciamento de informações.

Na indústria, os dados considerados relevantes são: conexão (à rede industrial e sensores), cloud (nuvem/dados por demanda), cyber (modelo e memória), conteúdo, comunidade (compartilhamento das informações) e customização (personalização e valores).

Internet das Coisas

É a conexão de rede existente entre objetos físicos, ambientes, veículos e máquinas por meio de dispositivos eletrônicos, permitindo a troca de dados.

Os sistemas funcionam a base da internet e permitem que os setores industriais, sincronizados com sensores, possam ser controlados remotamente.

Segurança

O aumento da segurança é um dos maiores desafios da quarta revolução industrial, e diz respeito à criação de sistemas da informação mais seguros.

Pois, a falha na comunicação entre máquinas ou mesmo possíveis travas no funcionamento dos sistemas automatizados causam problemas à produção.

O impacto dos avanços tecnológicos é inevitável

Como vimos ao longo deste conteúdo, a principal característica da quarta revolução industrial é a mudança que ela irá causar em todo o mercado.

A tecnologia irá se desenvolver continuamente até que seja viável transformar essa automatização em um padrão industrial.

Com estes avanços, os profissionais devem se adaptar, pois com indústrias completamente automatizadas, ao mesmo tempo que novas demandas irão surgir, muitas deixarão de existir.

Trabalhos manuais e repetitivos já são substituídos pela automatização, e com o tempo isso atingirá áreas mais técnicas, criando a necessidade de uma adaptação dos profissionais que desejam se manter no mercado.

DICA EXTRA  DO JORNAL CONTÁBIL : MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta. E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Esse conteúdo foi escrito pela assessoria do Soluções Industriais em parceria com o Jornal Contábil.