Comissão de funcionários: Aprenda como calcular

Não é segredo algum que proporcionar maneiras de os colaboradores ganharem mais do que seus salários é excelente para mantê-los motivados. Com a promessa de ganhos extras, eles buscam formas de inovar suas tarefas diárias, o que também pode trazer inúmeros benefícios à empresa!

No entanto, implantar a prática de comissões requer planejamento: é preciso estabelecer regras para que o benefício se torne algo vantajoso para ambas as partes e cumpra o seu papel de incentivador.

Aprenda abaixo como calcular comissões corretamente. Confira!

Qual o melhor tipo de comissionamento?

Há várias maneiras de implantar comissões em sua empresa. O primeiro passo é determinar qual o melhor tipo de comissionamento de acordo com sua cultura organizacional!

Acompanhe abaixo os três tipos principais de comissionamento:

Comissionamento por venda (percentual fixo)

Neste tipo de comissionamento, o colaborador ganha um percentual fixo sobre o valor total das vendas que concluiu durante um determinado período (geralmente dentro de um mês).

Este tipo de modelo é, sem dúvidas, o mais adotado nas empresas: primeiro, porque é relativamente fácil de ser implantado e, também, porque a empresa consegue acompanhar o desempenho do colaborador com mais facilidade.

Porém, é preciso ficar de olho. Com o passar do tempo, os colaboradores tendem a se acomodar. Por esse motivo, essa forma de comissionamento precisa ser reinventada constantemente!

Uma forma de manter a equipe motivada é oferecer um percentual extra ou um prêmio, como uma viagem, ao vendedor que fechar o maior número de vendas no mês. A criatividade pode ser a aliada dos gestores.

Comissionamento por lucratividade

Este tipo de comissão é semelhante ao anterior, com a diferença que o valor da comissão não está relacionado ao valor da venda, mas sim, ao valor da margem de lucro que a empresa atingiu.

A vantagem deste tipo de comissionamento é que os gestores conseguem projetar o quanto poderão repassar aos colaboradores com a tranquilidade de não afetar a saúde financeira da empresa.

Comissionamento por faturamento

Aqui o gestor paga comissão aos colaboradores de acordo com o faturamento do mês anterior, independentemente se as vendas foram realizadas à vista ou por meio de parcelamento.

Este modelo de comissionamento possui uma variação: no caso de compras parceladas, a comissão só é paga quando a empresa receber os valores. Neste caso, os gestores conseguem controlar melhor o fluxo de caixa da empresa, evitando contratempos financeiros.

Como calcular comissão de vendas em 5 passos

O cálculo de comissão de vendas é simples e intuitivo, mas sempre é bom tomar alguns cuidados.

Além disso, a comissão de vendas é um dos maiores incentivos à performance de seu vendedores.

1- Calcule o percentual de comissionamento

A comissão de seu vendedor não pode ser excessiva e acabar com a margem do negócio.

Produtos ou serviços de altas margens, podem dar comissões maiores, mas o normal é algo entre 2,5% e, no máximo, 8%.

Vendas de ciclo longo, em que o vendedor investe muito de seu tempo, também podem exigir uma comissão mais agressiva para incentivá-los.

Existem esquemas de comissionamento, quando a venda se transforma em uma receita recorrente (paga mensalmente, como seguros, por exemplo), em que o vendedor recebe a integralidade do primeiro, ou dos 2 primeiros pagamentos.

Outros, garantem um comissionamento por todos os meses em que a receita recorrente se mantiver, mas de forma decrescente, para incentivar o vendedor a fidelizar o ciente.

Assim, se ele recebeu o primeiro pagamento integralmente, pode receber apenas 50% do segundo, 10% durante o resto do primeiro ano, 5% no segundo, 3% no terceiro e assim sucessivamente, decrescendo 1% ou 0,5% ao ano até se chegar a um percentual bem pequeno (0,5%, por exemplo) que se mantém fixo até o cliente encerrar o relacionamento com a empresa.

De qualquer forma, o mais comum é estipular uma percentagem fixa.

Aí, fica fácil entender como calcular comissão de vendas, como você verá nos próximos passos.

2- Estabeleça os períodos de aquisição das vendas e de pagamento

Parece óbvio: do dia 1 ao último dia dos mês, todas a vendas entrarão para a comissão do vendedor, não é mesmo?

Pois não é bem assim, não!

A data da venda será a do dia em que o vendedor fechou o negócio com o cliente, quando for emitida a ordem de venda ou a nota fiscal?

Esse tipo de detalhe pode causar muita dor de cabeça. Por isso, se quer saber como calcular comissão de vendas sem confusões, defina isso claramente.

Além disso, indique em que dia do mês seguinte o pagamento será efetuado e de que forma.

Lembre-se que você precisa calcular as comissões, incluir na folha, fazer cálculos de retenção e muitas outras providências.

Contar com uns 10 dias para acertar a comissão é o ideal.

3- Defina critérios para uma venda ser validada

Digamos que a venda foi feita, mas o cliente não pagou. Essa comissão deverá ser estornada pelo vendedor?

Isso depende dos critérios da empresa, mas pode acontecer.

No caso de devolução ou desistência da compra, com certeza a comissão deverá ser estornada. Mas lembre-se, mais uma vez, que você de seguir os procedimentos legais para fazer isso sem prejudicar os vendedores.

4- Some as vendas individuais de cada vendedor

Muito bem, com todos esses detalhes acertados, é hora de você somar os montantes das vendas de cada vendedor.

Para isso, é importante contar com um controle adequado.

Se sua empresa não tem um sistema automatizado, como um CRM, poderá apelar para planilhas, como aquela que oferecemos gratuitamente, no início da postagem.

O importante é somar com cuidado a quantidade que cada vendedor comercializou.

5- Aplique o percentual definido em cada venda

Finalmente! Hora de entender, na prática, como calcular comissão de vendas.

Digamos que você definiu a comissão de seus vendedores no valor de 5% de cada venda.

Ora, basta calcular essa porcentagem sobre o valo total que o vendedor realizou. Trata-se de uma multiplicação simples.

Veja a fórmula:

Total das Vendas x Porcentagem = Comissão de Vendas

Vamos a um exemplo prático de como calcular comissão de vendas?

Imagine que um vendedor negociou R$ 50.000,00 em um determinado mês e que sua comissão é de 5%

5% corresponde a 0,05. Isto é: 5 / 100 = 0,05, certo?

Então, substituindo os valores na fórmula de cálculo de comissão de vendas, temos:

  • Comissão de Vendas = 50.000 x 0,05
  • Comissão de vendas = 2.500

Sem mistério, concorda?

DICA: Se prepare e se especialize em Departamento Pessoal

Gostaríamos que conhecessem nosso treinamento completo e totalmente na prática de departamento pessoal e eSocial para contadores. Aprenda todos os detalhes do departamento pessoal de forma simples e descomplicada. Saiba tudo sobre regras, documentos, procedimentos, leis e tudo que envolve o setor, além de dominar o eSocial por completo. Essa é a sua grande oportunidade de aprender todos os procedimentos na prática com profissionais experientes e atuantes no segmento, clique aqui acesse já!

Com informações Agendor e Oi Tchau