Como a tecnologia auxilia no aumento da confiança dos clientes

Implementar inovações nas áreas internas é a chave para aumentar fidelidade e encontrar novos públicos.

A tecnologia é, hoje, um diferencial competitivo para as empresas, e não só as especializadas em produtos e serviços do setor. Da alimentação às finanças, a maioria das companhias está construindo braços focados em inovação.

No Brasil, pelo menos 45,7% já estão implementando alguma estratégia de transformação digital, segundo recente pesquisa da Sambatech. 

Adotar algum tipo de automação ou ferramenta tecnológica tornou-se crucial para não deixar escapar o maior ativo da Era Digital: a confiança do consumidor.

“A digitalização de processos, produtos e serviços está diretamente relacionada aos novos hábitos de consumo das pessoas”, explica Saulo Lima, CTO da Guiando. 

À medida que o consumidor acostuma-se com a tecnologia em diversas situações do dia a dia, como aplicativos de delivery, telemedicina e atendimento por app de mensagens ou chatbots, a confiança e fidelidade a empresas que cultivam uma mentalidade tecnológica tende a aumentar nos próximos anos.

“Na Guiando, por exemplo, temos um projeto piloto que visa melhorar a experiência de atendimento de nossos clientes através do digital”, conta Lima. 

Mas não é só no contato com o cliente final que a tecnologia contribui para aumentar a fidelidade. Investir em ferramentas de IA, automação ou machine learning nos diferentes processos internos é essencial.

Hoje, os consumidores são mais ativos na busca por informações sobre as empresas, analisando seu histórico e o impacto que geram no mundo. 

“Ao inovar internamente, a companhia mostra que está acompanhando as tendências do mercado, olhando para o futuro, e que sua missão é o constante aperfeiçoamento para continuar agregando valor ao cliente”, ressalta o CTO da Guiando. A automação de setores como o Contas a Pagar, por exemplo, demonstra conhecimento sobre o próprio negócio, controle das despesas e organização. Além disso, indica cuidado com os colaboradores. 

Mas assim como a tecnologia ajuda a reforçar a confiança dos clientes, ela também pode levar a perdê-las em poucos segundos.

À medida que a transformação digital avança, as preocupações com privacidade e segurança de dados tendem a aumentar. Assim, as empresas precisam estar atentas a falhas e corrigi-las com rapidez. 

“É uma faca de dois gumes. Por isso, é preciso reforçar a área de customer success, para identificar continuamente as dores dos clientes e aplicar soluções robustas que agreguem valor com agilidade e, ao mesmo tempo, preservem os critérios de segurança da informação”, finaliza Lima. 

Comentários estão fechados.