Como abrir o MEI de forma gratuita

0

Se o seu objetivo neste momento é abrir um novo negócio, então você chegou ao local certo, onde irá saber de todos os detalhes de como abrir o MEI de forma totalmente gratuita.

Por sua vez, uma das opções mais recorridas para os pequenos empreendedores é o MEI.

Também conhecido como Microempreendedor Individual, esse programa é simplificado e auxilia a formalização dos empreendedores.

No entanto, ao abrir um MEI de graça pela internet, é preciso ter muito cuidado e atenção aos passos e regras.

Se você pretende abrir uma empresa de lona de caminhão, além de analisar se a sua atividade se enquadra no regime, também é necessário preencher diversos dados que, se forem escritos de forma errada, podem gerar problemas no futuro.

Mas fique tranquilo: para ajudar você a abrir um MEI de forma totalmente gratuíta, nós criamos um passo a passo para que você tenha segurança e precisão em todos os processos.

Quer saber mais sobre tudo isso? Então não deixe de nos acompanhar neste conteúdo! Vamos lá?

Pesquise sua área de atuação

Primeiro de tudo, é importante saber que nem todas as atividades podem ser cadastradas como MEI.

Por essa razão, antes mesmo de iniciar qualquer tipo de inscrição, analise se a sua atividade pode optar pelo programa.

Se você pretende montar uma empresa de manutenção de chiller, é possível acessar a lista de atividades permitidas.

Outro ponto muito importante é verificar se a sua atividade também é permitida em seu município.

Consulte junto à Prefeitura sobre essa possibilidade.

Faça o cadastramento

O próximo passo é realizar o seu cadastro no portal gov.br e Portal do Empreendedor.

Para isso, é importante estar com os seus dados pessoais e profissionais em mãos, incluindo documentos como:

  • RG;
  • CPF;
  • Título de Eleitor
  • Comprovante de Residência; entre outros.

Lembre-se que também é preciso indicar informações como sua atividade específica, capital social, dentre outros.

Há algum custo para tudo isso?

Não. A abertura do MEI é totalmente gratuíta.

Ao fim de todo processo, o CNPJ e o número de inscrição na Junta Comercial serão gerados imediatamente.

No entanto, para permanecer no regime, é necessário realizar mensalmente um pagamento de acordo com a sua área de atuação.

Por exemplo: se você atua com comércio ou indústria, o valor a ser pago é R$ 57,25.

Já se realiza a prestação de serviços (como manutenção de aquecedor a gás), o valor é de R$ 52,25 reais. Por fim, a mensalidade para empresas de comércio e serviços é de R$ 58,25.

No entanto, mesmo com o valor a ser pago mensalmente, o investimento ao se tornar um MEI ainda é muito vantajoso! E você, o que acha de abrir seu próprio MEI de forma gratuita?

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Esse artigo foi escrito por Rafaela Ricardo, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.