Depois de 35 anos de contribuição, as mulheres terão direito a 100% no benefício da previdência, na hora de se aposentar e os homens, só depois de 40 anos de contribuição, que terão direito aos 100%.

Homens terão que contribuir durante 20 anos

Para as mulheres conseguirem o direito de 100% da média dos salários vão precisar contribuir por 35 anos. Os homens que antes precisavam contribuir com 15 anos, a partir de agora terão que contribuir com 20 anos (válido para quem está trabalhando).

reforma
INSS

Regra de Transição 

Com regra de transição, o valor do benefício só aumentará com 21 anos de contribuição. Com isso, entre 15 e 20 anos, o percentual será de 60% da média de todos os salários (só terá direito aos 100% quando os homens atingirem 40 anos de contribuição e as mulheres 35 anos de contribuição).

Após o período de transição

Mas, para quem se aposentar após o período de transição poderão receber mais de 100% do benefício integral (não podendo ultrapassar ao teto do INSS, que atualmente é de R$ 6.101,06  e não pode ser inferior ao salário mínimo). O segurado terá direito a reajuste dos benefícios de acordo com a inflação.   

Dica extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática: Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.