Como declarar seu fundo de investimento em ações no IR?

Investir em um fundo de ações pode ser uma estratégia inteligente, mas será que o IR sobre esse fundo de investimento compensa? Neste artigo, você entende mais sobre o assunto e aprende, também, como declarar o investimento na declaração anual do Imposto de Renda.

0

Segundo a B3, o número de pessoas físicas investindo na bolsa de valores brasileira aumentou 112,6% em relação ao ano de 2019, chegando à marca de três milhões de investidores operando na bolsa de valores.

Se você foi um desses novos investidores, saiba que investir na bolsa de valores requer atenção, análise e vigília.

Afinal, o mercado de ações muda com frequência e seus ativos variáveis oscilam na mesma proporção.

Por isso, é importante considerar que é trabalho seu ou do gestor do seu fundo de ações revisar sua estratégia de investimento religiosamente e tentar minimizar esse tipo de impacto no seu patrimônio.

Falando em fundo de ações, você sabe como funciona o recolhimento do IR sobre seus rendimentos? E como declarar seu fundo de investimento em ações no Imposto de Renda anual?

Pois é, é necessário conhecer todos esses aspectos fiscais para investir com tranquilidade e não ter problemas com a Receita Federal, órgão responsável por taxar e recolher tributos federais, geralmente, anexados à operações financeiras.

Veja tudo que você vai encontrar sobre fundo de ações no IR neste artigo:
 O que é um fundo de açõe
 Fundo de ações paga Imposto de Renda
 Como declarar fundo de investimento em ações

O que é um fundo de ações?

Um fundo de ações é uma maneira de investir em diversas ações ao mesmo tempo, desse modo, ao invés de escolher uma determinada ação, você escolhe um fundo.

O responsável por decidir em quais ações disponíveis na bolsa de valores investir é o gestor desse fundo.

Os fundos de investimentos em ações também são comercializados pela B3 e são uma opção interessante para aqueles investidores que preferem deixar decisões importantes por conta dos profissionais da área.

Fundo de ações paga Imposto de Renda?

Sim! Os fundos de ações são tributados pela Receita Federal, mas veja bem, o Imposto de Renda incide sobre os rendimentos, não sobre o montante aplicado no fundo.

Além disso, o tributo é recolhido diretamente na fonte, no momento do resgate parcial ou completo do dinheiro investido.

Em outras palavras, não há necessidade de gerar um Documento de Arrecadação de Receitas Federais, uma DARF de ações, para pagar o tributo.

O recolhimento é feito pela própria corretora de valores onde a operação foi realizada.

A alíquota do Imposto de Renda sobre fundo de ações é de 15%, sendo essa porcentagem fixa, independentemente do tempo da aplicação e do valor investido.

Aliás, além de pagar o IR sobre as operações de fundo de ações, será preciso informar na declaração anual do Imposto de Renda a posse dos fundos e seus rendimentos.

bolsa

Como declarar fundo de investimento em ações?

Para declarar seu saldo em fundos de ações:

  1. Abra o programa gerador da declaração do Imposto de Renda.
  2. Vá até a ficha “Bens e Direitos”.
  3. Insira o “Código 74”, referente a “Fundo de Ações, Fundos Mútuos de Privatização, Fundo de Investimento em Empresas Emergentes, Fundos de Investimento em Participação e Fundos de Investimentos de Índice de Mercado”.
  4. Informe o nome e o CNPJ do fundo, nome e CNPJ do administrador do fundo e a quantidade de cotas no campo “discriminação”.
  5. Comunique em “Situação em 31/12/2018” e “Situação em 31/12/2019” o valor investido nestas datas.

Para declarar seus rendimentos oriundos de fundos de ações:

  1. Abra o programa gerador da declaração do Imposto de Renda.
  2. Vá até a ficha “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva”.
  3. Insira o código 06, referente a “Rendimentos de aplicações financeiras”.
  4. Informe o nome e o CNPJ da fonte pagadora e o valor dos rendimentos.

Antes de preencher sua declaração e inserir seu fundo de ações no IR, lembre-se de agrupar os informes de rendimentos enviados por sua corretora de valores, eles serão de grande valia no momento de inserir os detalhes mencionados no passo a passo acima, combinado?

Dica Extra do Jornal Contábil : Aprenda a fazer Declaração de Imposto de Renda. Aprenda tudo de IR em apenas um final de semana

Conheça nosso treinamento rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber sobre IR. No curso você encontra:

Conteúdo detalhado, organizado e sem complexidade, videoaulas simples e didáticas,passo a passo de cada procedimento na prática. 

Tudo a sua disposição, quando e onde precisar.

Não perca tempo, clique aqui e aprenda a fazer a declaração do Imposto de Renda.

Fonte: Leoa