Como descobrir se meu carro está com busca e apreensão?

Saiba como consultar se o seu veículo já está com o pedido de busca e apreensão

Apesar de ser um momento muito delicado e que tentamos evitar ao máximo, estar endividado e com pendências financeiras faz parte da vida de milhares de pessoas.

Essa situação fica ainda mais complicada quando a pessoa possui um veículo financiado, afinal, os altos juros atrelados e o momento de crise econômica do país podem fazer com que a parcela do financiamento pese no bolso do cidadão, onde, devido aos atrasos e o acumulo de juros a divida de torne “impagável”.

Contudo, quando o cidadão adquire um veículo financiado, o mesmo realiza um contrato com o banco em que consta o seu veículo como garantia até que o financiamento seja totalmente pago.

Logo, quando o financiamento não é pago e o cidadão está com parcelas em atraso, o banco poderá acionar a justiça para solicitar a busca e apreensão do seu veículo.

Nesse sentido, hoje explicaremos exatamente o que você deve fazer para consultar se o seu veículo já está com pedido de busca e apreensão.

Como descobrir se meu veículo está com busca e apreensão?

Antes de explicarmos como consultar se o seu veículo já está com mandado de busca e apreensão, é preciso esclarecer que primeiro o banco envia uma notificação para que o consumidor quite as parcelas em atraso.

Entendido a questão anterior, para realizar a consulta de busca e apreensão do veículo o primeiro passo é acessar o site do Tribunal de Justiça do seu Estado.

Vale lembrar que mesmo que cada Estado possui um site e sistema diferente, a lógica por trás da pesquisa é sempre a mesma (abaixo deixaremos o site do Tribunal de Justiça de todos os Estados).

Nesse sentido, ao acessar o site do Tribunal de Justiça do seu Estado, haverá uma opção de consulta, em que terão várias opções de pesquisa.

Nessa parte você deverá selecionar “nome da parte” e digitar seu nome completo e em seguida clicar em pesquisar, vale lembrar que também é possível fazer a consulta pelo seu CPF ou CNPJ.

Ao realizar a pesquisa serão exibidos todas as ações que foram ajuizadas aos quais você está vinculado.

O grande problema aqui, é que muitas vezes os bancos podem colocar o processo em segredo de justiça, dessa forma não sendo possível a consulta por terceiros.

Assim, mesmo ao realizar a consulta pode acontecer de não aparecer nenhum processo, mesmo que o banco já tenha ajuizado a ação.

Nesse sentido, somente com o apoio de algum advogado é que será possível identificar a consulta processual.

Contudo, caso você realize a pesquisa e descubra que existe um processo de busca e apreensão contra você, será necessário buscar a ajuda de um advogado, para a análise do caso, assim como também será possível entrar em contato com a instituição financeira para tentar resolver essa questão.

Lista de tribunais de Justiça

Confira a seguir o site do Tribunal de Justiça de todos os Estados do país:

Comentários estão fechados.