Como descobrir se você está pagando juros abusivos

Ao conceder o empréstimo, o financiador deixa de receber os lucros em investimentos.

O fato de boa parte dos consumidores não entender sobre as taxas de juros, faz com que a cobrança de juros abusivos ainda seja uma realidade no Brasil, mesmo com o Código de Defesa do Consumidor que determina regras de proteção e defesa do consumidor.

Nesse artigo vamos mostrar como o consumidor descobre se está pagando juros abusivos. Continue acompanhando!

Quais são os juros abusivos?

Antes de falarmos sobre os juros abusivos, vamos explicar como funcionam as taxas de juros.

Resumidamente, podemos dizer que os juros são a remuneração cobrada por empréstimos em dinheiro, logo na autorização de crédito, uma alíquota é aplicada sobre a quantia emprestada (taxa de juros).

Qual é o objetivo das taxas de juros?

Elas servem como garantias para quem empresta o dinheiro, pois existe um grande risco de não receber o valor de volta.

Importante: Ao conceder o empréstimo, o financiador deixa de receber os lucros em investimentos.

O que são os juros abusivos?

Os juros abusivos são caracterizados por uma cobrança que ultrapassa o necessário para cobrir o risco do empréstimo.

Isto é, quando a cobrança é superior à média determinada pelo Banco Central e descumpre o Código de Defesa do Consumidor.

Como o consumidor descobre que está pagando juros abusivos?

Primeiramente é preciso calcular o valor fixo da cobrança.

Importante: O consumidor que não souber fazer esse cálculo pode contar com o auxílio de simuladores que fazem o cálculo de forma automática. É possível fazer essa simulação pela internet, através da Calculadora do Cidadão, disponibilizada ao público pelo Banco Central.

Quais são as informações que devem ser preenchidas para que o consumidor consiga fazer a simulação na Calculadora do Cidadão?

Acompanhe a seguir, quais são os dados que devem ser preenchidos?

  • Número de meses do financiamento;
  • Taxa de juros ao mês;
  • Valor da parcela;
  • Valor financiado.

Importante: O consumidor pode optar por preencher somente 3 dados.

Depois que esses dados foram preenchidos, basta que o consumidor clique na opção “Calcular” para saber qual será o valor pago no fim do financiamento e qual é o total de juros.

Valor médio das taxas de juros

Acompanhe, a seguir, a média das taxas de juros dos principais produtos de créditos disponibilizados pelas instituições financeiras.

Atenção: Esses dados foram disponibilizados pelo Banco Central em 2020.

Categoria de créditoTaxa de juros (anual)
Cheque especial323%
Rotativo do cartão de crédito300%
Parcelamento do cartão de crédito175%
Crédito pessoal120%
Empréstimo com garantia de veículo (Creditas)12,5%
Empréstimo consignado privado (Creditas)16,6%
Empréstimo com garantia de imóvel (Creditas)10,6%

Como o consumidor deve proceder quando percebe que está pagando juros abusivos?

O consumidor que contrata parcelas com juros altos pode entrar com uma Ação Revisional de Juros. Nesse processo, o contratante do empréstimo solicita a correção do percentual de juros, conforme o Banco Central. 

Para entrar com essa ação, o consumidor deve recorrer à Justiça comum ou ao Procon.

Outra forma de resolver a questão dos juros abusivos é solicitar a portabilidade da dívida para outra instituição financeira com melhores condições.

Comentários estão fechados.