Como elaborar uma Planilha de fluxo de caixa?

A gestão financeira de uma empresa é fundamental para seu sucesso, portanto, ter um planejamento e controle do fluxo de caixa é básico e indispensável.

Uma ótima ferramenta, principalmente para pequenos negócios controlarem seu financeiro e manter em ordem as contas, é a planilha de fluxo de caixa.

Aqui vamos mostrar suas vantagens, e principais funcionalidades para a gestão de um negócio e crescimento do mesmo.

O que é fluxo de caixa?

Na linguagem contábil e financeira, o caixa de uma empresa é a denominação dada a uma conta que registra os recursos financeiros disponíveis para movimento. 

Nessa conta caixa, também chamada de fluxo de caixa, registram-se entradas e saídas de dinheiro.

A gestão financeira de uma empresa é fundamental  para seu sucesso, portanto, ter um planejamento e controle do fluxo de caixa é básico e indispensável.

Como fazer um fluxo de caixa mensal?

Basicamente para ser realizado um bom fluxo de caixa, é preciso ter, no mínimo, quatro categorias, conforme vemos abaixo:

Saldo Inicial – aqui é registrado todo o dinheiro disponível em caixa, ou seja, todo dinheiro livre para ser movimentado, considerando os saldos nas contas bancárias.

Entradas de caixa – aqui se registra toda a receita ou créditos vindo das vendas, recebimentos diversos, rendimentos e outros.

Saídas de caixa – nesse campo encontramos o lançamento de todas as despesas, sejam pequenas ou grandes.

Saldo Operacional – esse saldo é o resultado de Entradas menos as Saídas de caixa, gerando o capital de giro.

O que é uma planilha de fluxo de caixa?

A planilha de fluxo de caixa é uma planilha do excel, em que são inseridas as informações sobre as entradas e saídas de dinheiro da empresa.

Ela é uma ótima ferramenta de gerenciamento do saldo de operações do negócio, e faz o acompanhamento e o cálculo do fluxo de caixa.

Principais funcionalidades

Registro diário de lançamentos, sejam entradas ou saídas de dinheiro do negócio, e o cálculo mostrando o saldo inicial, e o atual.

Possibilidade de categorizar os lançamentos, permitindo visualizar as principais fontes de despesas e receitas.

A planilha de fluxo de caixa também é fundamental para que as contas estejam sempre positivas, permitindo assim o cumprimento dos compromissos com despesas, fornecedores, etc.

Ela possibilita a extração de demonstrativos por período, seja mensal, semestral ou anual, o que permite a avaliação do crescimento do negócio, e ajudar na tomada de decisões.

Com a planilha, é possível verificar todos os pagamentos, e também obter informações para analisar os investimentos da empresa.

E por último, ela serve para 

Como fazer uma planilha de controle de caixa?

A planilha de controle de caixa é feita no excel, e nela devem constar basicamente os seguintes campos: entradas, saídas, saldo anterior e saldo atual.

Entradas

No campo de entradas, devem ser preenchidos todos os valores de previsão de vendas, pagamentos das vendas realizadas e outros recebimentos.

Após a relação das entradas, deve ter o campo “total das entradas”.

Saídas

Nesse campo devem estar relacionadas todas as despesas da empresa. Desde pagamento de contas básicas como aluguel, energia elétrica, água, telefone, combustível e outras.

Além disso, inclui-se pagamentos de funcionários, retirada dos sócios, despesas de direitos trabalhistas, e despesas diversas.

Saldo anterior e atual

No campo de saldo anterior, ficam os valores disponíveis antes do pagamento das despesas.

Em saldo atual, as despesas são reduzidas do saldo anterior e disponíveis para serem feitas avaliações e projeções dos valores que a empresa terá à disposição.

Mudança da planilha para um sistema de gestão

Porém, com o crescimento do negócio, vai chegar o momento em que será necessário transferir as informações da planilha de fluxo de caixa, para um sistema de gestão.

Dessa forma, é possível acompanhar de forma mais apurada os valores de entrada e saída, evitando erros de controle do caixa, e a baixa produtividade dos responsáveis por alimentar a planilha.

Além de economizar também, o tempo gasto em uma tarefa dispendiosa, e automatizar esse processo.

Fonte: Facilite

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Comentários estão fechados.