Um pedido de demissão é um momento muito delicado para qualquer profissional. Na maior parte dos casos, o profissional já vem decidido sobre a demissão há algum tempo, mas não sabe como e quando fazer o pedido.

Esse momento não é só delicado para o empregado, mas para a empresa também. Existem casos em que o empregador é pego de surpresa com o pedido de demissão pelo empregado, desfalcando o setor que aquele profissional atuava.

Se você é um desses profissionais que pretende pedir demissão, ou você faz parte do Departamento Pessoal  e quer saber como funciona esse processo, vamos explicar tudo aqui nesse post.

Pedido de demissão

O pedido de demissão formaliza a intenção que um colaborador da empresa tem de rescindir o contrato de trabalho vigente. 

Assim como todo procedimento que envolve contrato, é preciso que o pedido seja formalizado dentro das normas, principalmente se for CLT.

Esse pedido de desligamento vai além de comunicar gestor e passar no RH para entregar a carteira de trabalho para dar baixa. 

No momento em que a decisão é tomada, o profissional deve redigir uma carta com o pedido de desligamento escrita a próprio punho.

É importante lembrar que essa carta só tem o fim de solicitar o desligamento da empresa, nela não se deve entrar em muitos detalhes que levaram à decisão. É preciso informar na carta também se o funcionário cumprirá ou não o aviso prévio.

Antes de redigir essa carta é importante que o gestor já tenha conhecimento dessa decisão. Isso pode ajudar a empresa se programar e evitar que o setor fique desfalcado por conta da saída do colaborador.

Além disso, esse período também é o tempo que o Recursos Humanos precisa para resolver toda a burocracia que envolve o desligamento desse funcionário. 

Como funciona o desligamento 

Após o pedido de demissão feito por meio da carta, no mesmo dia já começa a contar o aviso prévio do funcionário.

O aviso prévio é o período de 30 dias transcorrido após o desligamento de um colaborador sem justa causa.

Esse tempo é fundamental para que o empregado encontre outra vaga, além de não perder sua estabilidade financeira, e também para a empresa conseguir substituir o funcionário.

O aviso prévio não é obrigatório, mas caso o funcionário opte por não cumprir precisará pagar à empresa o valor de um salário. Além dessa situação, a empresa pode dispensar o funcionário de cumprir esse aviso.

Existem 3 modalidades de aviso prévio: trabalhadoindenizado ou cumprido em casa

  • Aviso prévio trabalhado: o empregado exerce suas funções na empresa normalmente durante o período do aviso 

Essa modalidade acontece quando a empresa demite o funcionário ou então quando ele mesmo pede demissão.

  • Aviso prévio indenizado: acontece quando a empresa decide que o funcionário não precisa trabalhar durante o período de aviso.

Assim como o aviso prévio trabalhado, as situações em que se dá o aviso indenizado são: funcionário demitido ou quando ele pede demissão.

  • Aviso prévio cumprido em casa: Por lei, essa situação não existe, mas isso funciona como um acordo com a empresa propõe a seguinte situação para o funcionário: 

A empresa paga o aviso prévio no final dos 30 dias, mas o funcionário não precisa trabalhar, sendo dispensado para ficar em casa.

Demissão por acordo comum 

Essa modalidade de desligamento foi trazida pela reforma trabalhista. Nesse caso, empregado e empresa fazem um acordo demonstrando um processo de desligamento amigável.

Essa prática serve para flexibilizar os pagamentos das verbas rescisórias. Assim, com relação ao FGTS, o empregado não recebe mais 40% da multa, ele recebe 20% e pode sacar até 80% do saldo que está disponível. Contudo, ele não tem direito ao seguro-desemprego.

Outros valores também recebidos pela metade que são: aviso prévio, férias e décimo terceiro.

Entrevista de desligamento

A entrevista de desligamento é tão importante quanto a de contratação. Ambas as partes podem levar lições muito importante diante da conversa de desligamento. 

Um exemplo disso é a empresa entender quais foram os motivos para o pedido de demissão por parte do funcionário. Dessa forma, a empresa pode avaliar sua cultura organizacional, pensando em reavaliar os processo de retenção de talentos. 

Por isso, é importante que o ex-colaborador seja sincero diante essa entrevista, pois o que ele disser pode ajudar com que a cultura da empresa seja trabalhada de forma a melhorar o ambiente corporativo para os atuais e futuros funcionários.

[elementor-template id=”121751″]

Pedido de demissão e exame demissional 

Mesmo quando ocorre pedido de demissão do funcionário, o exame demissional é obrigatório. Esse exame serve para constatar que o colaborador está ou não apto para o processo de demissão.  

Seja quem faz ou quem recebe o pedido de demissão, é muito importante ler atentamente todas as informações sobre o assuntos e conhecer os direitos e deveres que são aplicados para os dois lados. 

Modelos de carta de demissão

Como já comentamos acima, existem muitos motivos que levam o funcionário a informar e formalizar seu desligamento da empresa. Novas oportunidades à vista em outra companhia, insatisfação com a função exercida e outras razões podem ocasionar um pedido de demissão.

Não importa qual seja a origem da decisão do empregado: o momento de pedir as contas possui regras corporativas, a fim de registrar oficialmente o processo de demissão.

Qual é o primeiro passo para o pedido de demissão?

Antes de elaborar o documento, informe verbalmente seu chefe sobre sua decisão. Seja objetivo e direto, sem levantar questões desagradáveis como atritos com colegas de profissão ou citar situações negativas ou depreciadoras.

O momento de pedir demissão é tão importante quanto a admissão, no que diz respeito à boa etiqueta de relações de trabalho. Portanto, na hora de redigir o pedido de demissão, seja sucinto, direto, positivo e transparente como no momento em que foi admitido na empresa.

Modelo de carta de demissão com pedido de dispensa do aviso prévio

Inicie o cabeçalho com o remetente: 

“À (nome empresa)

Por motivos pessoais, venho informar meu pedido de demissão do cargo que ocupo na presente empresa. Tendo interesse em desligar-me imediatamente, solicito a dispensa do cumprimento do aviso prévio.”

Atenciosamente, _____________, ___ de ___________ de ______. (Preencha com a cidade, dia, mês e ano)

Logo abaixo devem constar a assinatura do empregado e o nome do empregador por extenso

Modelo de carta de demissão informando cumprimento do aviso prévio

Inicie o documento com o mesmo cabeçalho utilizado acima: 

“À (nome da empresa)

Por motivos pessoais, venho apresentar meu pedido de demissão do cargo que ocupo nesta empresa. Informo ainda que cumprirei o aviso prévio ao qual estou sujeito por lei.”

Atenciosamente, _____________, ___ de ___________ de ______ (Cidade, dia, mês e ano)

Logo abaixo devem constar a assinatura do empregado e o nome do empregador por extenso

Modelo de carta com maiores informações a respeito do pedido de demissão

“À (nome da empresa)

Inicie o primeiro parágrafo dessa forma: 

Prezados senhores, venho apresentar meu pedido de demissão do cargo que ocupo nesta empresa desde __/__/_____. (insira a data de admissão) Solicito também a dispensa do cumprimento do aviso prévio. 

Agradeço pela consideração com que fui tratado pela direção e pelos colaboradores desta empresa. Não poderia deixar de citar o projeto (insira o nome) no qual pude contribuir com (cite brevemente sua atribuições e o retorno do referido projeto)

Segundo parágrafo: 

Gostaria de esclarecer que as razões que me levaram a pedir demissão são estritamente pessoais e espero que as portas fiquem abertas para futuras parcerias e colaborações.”

Atenciosamente, _____________, ___ de ___________ de ______ (Cidade, dia, mês e ano)

Logo abaixo devem constar a assinatura do empregado e o nome do empregador por extenso.

DICA: Se prepare e se especialize em Departamento Pessoal

Gostaríamos que conhecessem nosso treinamento completo e totalmente na prática de departamento pessoal e eSocial para contadores. Aprenda todos os detalhes do departamento pessoal de forma simples e descomplicada. Saiba tudo sobre regras, documentos, procedimentos, leis e tudo que envolve o setor, além de dominar o eSocial por completo. Essa é a sua grande oportunidade de aprender todos os procedimentos na prática com profissionais experientes e atuantes no segmento, clique aqui acesse já!

Fonte: VHSYS


Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.