Como fazer a Internacionalização de Micro e Pequenos Negócios

0
Designed by @pressfoto / freepik

Você sabia que a internacionalização para micro e pequenos negócios é uma saída viável para expandir o mercado? Com a pandemia de coronavírus, muitas pequenas empresas brasileiras estão buscando novos públicos em outros países.

E com a globalização e ascensão das novas tecnologias, isso tornou possível a qualquer tipo de negócio.

Engana-se quem acha que apenas multinacionais e grandes empresas têm condições de explorar novos territórios e expandir suas fronteiras. Nesta matéria, você pode conferir mais sobre internacionalização e outras dicas que contribuirão com o seu processo.

Se você tem interesse em ampliar as suas oportunidades com a internacionalização para micro e pequenas empresas, confira a seguir algumas dicas!

Passe a acompanhar o mercado global

O primeiro passo é acompanhar sempre o mercado nacional e global.

Isso significa pensar globalmente e entender como o Brasil se coloca em relação a outros mercados.

Ou seja, isso impactará no tipo de estratégia que deverá criar para que a internacionalização do seu pequeno negócio tenha sucesso.

Comece por países mais favoráveis

Em suma, há países mais próximos economicamente do Brasil que outros.

Antes de escolher onde deseja empreender, saiba quais são os acordos comerciais que nosso país possui ou se o seu destino tem algum tipo de parceria com o Brasil.

Além disso, há muitas vantagens nisso e menos barreiras comerciais.

Barreiras comerciais são barreiras alfandegárias. Isto é, leis, regulamentos, políticas, medidas ou práticas governamentais que imponha restrições ao comércio exterior. Essas barreiras podem ser tarifárias ou não. Se há acordos, há menos barreiras e mais chances de empreender.

Por exemplo, no Brasil, há um mercado de 207 milhões de pessoas. Se pensar em vender para o Brasil e países do MERCOSUL, são mais de 260 milhões e várias vantagens de mercado.

Além disso, há uma sinalização entre acordos do MERCOSUL com a União Europeia.

Estude o mercado e a cultura

Um dos maiores erros de quem aposta na internacionalização é não conhecer a cultura e o mercado local.

Estude muito bem estes dois quesitos antes de criar um perfil do seu público e planejar estrategicamente o seu negócio internacional.

Crie um planejamento estratégico específico

Parecido com um planejamento estratégico comum, o planejamento estratégico de um negócio internacional deve ser ainda mais detalhado em relação ao país de destino e contexto em que o seu negócio está se inserindo.

Não poupe esforços e tempo para organizar seus próximos passos.

Crie metas e objetivos claros

Em resumo, metas e objetivos devem integrar o projeto de internacionalização da sua empresa. Eles precisam ser muito claros e definidos.

Contudo, você verá que muitas vezes terá que se adequar ao contexto, mais do que já faz em seu país.

Por exemplo, terá que utilizar os meios de transporte disponíveis ou fazer uso de estratégias com fornecedores diferentes do que vinha praticando por aqui.

A flexibilidade é uma qualidade requerida a quem deseja se internacionalizar.

Use a tecnologia em favor do seu negócio na internacionalização

Desde o fim da década de 1980 fala-se sobre globalização. E ela foi possível graças às novas tecnologias, que aproximaram países e culturas.

Com os recursos certos, você pode administrar muitos processos a distância, efetivar ações e desburocratizar o seu negócio mesmo em outros países. Então, liste quais recursos irá precisar nesta jornada.

Designed by @drobotdean / Freepik

Desenvolva nova habilidades

Práticas de negociação, domínio de idiomas, marketing internacional, direito internacional, práticas aduaneiras e outras competências são imprescindíveis ao seu negócio.

Logo, competências individuais também precisam ser desenvolvidas. O que você precisa saber para colocar o seu negócio em outros territórios?

Escolha um modelo de negócio internacional

Certamente, há muitos modelos de negócios internacionais. Assim, escolher um é uma etapa muito importante.

Joint venture, franquias, licenciamento, subsidiárias, off shore: entenda como cada um destes e outros modelos funcionam e adapte-se. Veja mais neste material do Sebrae.

Crie um contrato claro

Todas as condições acordadas em seus negócios com outros países devem estar claras em contratos, que sejam legítimos em ambos os países e sigam os acordos estabelecidos.

Para isso, é indicado consultar um especialista neste assunto.

Estude mais sobre comércio exterior

Como empreendedor, você já deve entender que nunca se pode parar de estudar e adquirir novas competências.

Mesmo que venha a internacionalizar o seu pequeno negócio com a ajuda de uma consultoria especializada – que dê apoio legal, administrativo e tributário – é importante conhecer mais sobre as práticas de comércio exterior.

Deste modo, aprenda sobre as leis do Brasil e do país de destino do seu negócio, acordos que possam contribuir com a sua empresa, tributos, processos aduaneiros, logística e outros assuntos.

Esteja sempre atento às mudanças.

Conte com a OSP Contabilidade!

Em suma, ter uma assessoria contábil especialista em multinacionais e internacionalização é um grande diferencial.

Ainda mais se esta assessoria lida também com as complexidades das micro e pequenas empresas e oferece um atendimento pautado na Contabilidade Consultiva.

Assim é a OSP Contabilidade, com especialistas aplicados em desenvolver estratégias para que o seu negócio possa crescer em diferentes contextos, aproveitando as mais distintas oportunidades. 

Fale com a gente e comece hoje mesmo o seu projeto de internacionalização!

Veja também: Planejamento estratégico para empresas pós-pandemia de coronavírus

O que achou das dicas sobre internacionalização de micro e pequenos negócios? Compartilhe estas ideias em suas redes sociais! Deixe um comentário com as suas dúvidas e considerações. Siga a OSP Contabilidade no Instagram!

Por: Guilherme Pagotto

Fonte: OSP Assessoria Contábil

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.