Este documento é muito importante para as empresas , além disso, para mantê-la regulada é necessário o DRE.

Acompanhe este artigo elaborado pela Soften, saiba o que é DRE e entenda como fazê-lo de um jeito simples.

Entenda o que é DRE e para que serve

DRE é o significado de Demonstrativo do Resultado do Exercício ou Demonstração do Resultado do Exercício.

Ele é um documento contábil resumido, onde contém as operações de um determinado período de uma empresa.

Ou seja, o objetivo do documento é detalhar o resultado líquido do negócio, podendo ser um resultado de lucro ou prejuízo.No documento anual devem ser informados os detalhes sobre as e saídas da empresa e entregue à Receita.

Portanto, o DRE é um documento que apresenta um resumo de todas as operações e resultados da empresa.

O DRE serve para avaliar a saúde financeira de uma empresa, mostrando assim o lucro que a mesma terá.

Desta forma, os gestores e empresários conseguem ter uma visão mais abrangente do desempenho de seu negócio.

Além disso, é um dos documentos de avaliação financeira mais importantes, junto do balanço patrimonial.

Por que o DRE é importante?

O DRE é importante para qualquer empresa que queira avaliar cada etapa detalhadamente, sejam as operações até a gestão, e assim tomar decisões com resultados exatos.

Ele também possibilita verificar todo o desempenho da empresa, como sua lucratividade e suas despesas, sejam as despesas financeiras ou as despesas administrativas.

Assim que o empreendedor entende todo o funcionamento do DRE, a visualização das informações é mais ágil e fácil.

Portanto, este modelo de DRE mostra de forma completa todas as receitas, despesa, lucros e custos do negócio.

Como fazer um DRE?

De acordo com o artigo 187 da Lei nº 6.404/76, no formato do DRE é necessário conter:

I – a receita bruta das vendas e serviços, as deduções das vendas, os abatimentos e os impostos;

II – a receita líquida das vendas e serviços, o custo das mercadorias e serviços vendidos e o lucro bruto;

III – as despesas com as vendas, as despesas financeiras, deduzidas das receitas, as despesas gerais e administrativas, e outras despesas operacionais;

IV – o lucro ou prejuízo operacional, as outras receitas e as outras despesas; (Redação dada pela Lei nº 11.941, de 2009)

V – o resultado do exercício antes do Imposto sobre a Renda e a provisão para o imposto;

VI – as participações de debêntures, empregados, administradores e partes beneficiárias, mesmo na forma de instrumentos financeiros, e de instituições ou fundos de assistência ou previdência de empregados, que não se caracterizem como despesa; (Redação dada pela Lei nº 11.941, de 2009)

Leia Também:

Glossário contábil: conheça as siglas da contabilidade para consultar no dia a dia

VII – o lucro ou prejuízo líquido do exercício e o seu montante por ação do capital social.

§ 1º Na determinação do resultado do exercício serão computados:

a) as receitas e os rendimentos ganhos no período, independentemente da sua realização em moeda; e

b) os custos, despesas, encargos e perdas, pagos ou incorridos, correspondentes a essas receitas e rendimentos.

Estrutura do DRE

Confira um exemplo de DRE abaixo:

Para descobrir os resultados das informações a serem apresentadas no DRE, siga os passos a seguir:

Descubra a Receita Operacional Líquida, seguindo a operação:

  • Receita Operacional Líquida = Receita Operacional Bruta – Deduções da Receita Bruta

Descubra o Resultado Operacional Bruto, seguindo a operação:

  • Resultado Operacional Bruto = Receita Operacional Líquida – Custos de vendas (produtos e serviços)

Conheça o Resultado Operacional antes do IR (Imposto de Renda) e da CSLL (Contribuição sobre o Lucro Líquido), seguindo a operação:

  • Resultado Operacional antes do IR e CS = Resultado Operacional Bruto – Despesas Operacionais – Despesas Financeiras Líquidas – Outras Receitas e Despesas

Verifique qual o Lucro Líquido antes das participações, seguindo a operação:

  • Lucro Líquido antes das Participações = Resultado Operacional antes do IR e CS – Provisão para IR e CS

Verifique o Resultado Líquido do Exercício, seguindo a operação:

  • Resultado Líquido do Exercício = Lucro Líquido antes das Participações – Pagamento de Empregados, Partes Beneficiárias, Participações de Administradores, Debêntures, Fundos de Previdência e Assistência para Empregados

Portanto, para montar um DRE de forma fácil, basta seguir as informações do exemplo acima, assim como a lei.

Tenha um sistema de qualidade e garanta a segurança de sua gestão

Para manter a segurança da gestão de sua empresa, é importante ter um software e controlar todas as áreas da mesma.

Com Soften Sistemas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.