Como fazer um Planejamento Previdenciário

0

Com o planejamento previdenciário, é possível obter uma preparação pré-aposentadoria.

Ele garante ao segurado do INSS (trabalhador, contribuinte individual ou empresário) que se aposente de maneira mais ágil, recebendo o benefício da melhor forma possível.

Confira o artigo e entenda como o serviço funciona!

Por que fazer o planejamento previdenciário

Iniciar um pedido de aposentadoria no Brasil é no mínimo complexo e isso não é novidade para ninguém.

No entanto, o que muitas pessoas não sabem, é que não precisa ser assim.

A proposta do planejamento é facilidade.

O serviço visa reduzir o risco de negativa do INSS, visto que auxilia na organização de documentos e informações do solicitante. 

Isso previne eventuais problemas por ausência de documentos. 

Abaixo, você conhece o passo a passo do planejamento previdenciário.

1 – Solicitação de documentos

Ao fazer contato com o advogado, o cliente recebe um checklist com a relação de documentos necessários, como: Carteira de Trabalho, CNIS (Extrato Previdenciário) e comprovante de endereço.

Contudo, posteriormente pode haver solicitação de outros documentos, a depender do histórico profissional da pessoa, como por exemplo: certidão de tempo militar se houve alguma prestação de serviço militar. 

2-  Análise da documentação e da vida trabalhista

Inicia-se um estudo das contribuições feitas por meio dos documentos solicitados e das informações que estão no sistema da Previdência.

É nesta etapa que o advogado levanta possíveis desconformidades entre contribuições registradas no INSS e demais trabalhos do segurado que não constam na Previdência, entre outros elementos.

Confira aqui a lista de documentos que comprovam vinculo empregatício.

3- Entrega do planejamento previdenciário

Por fim, temos um parecer que será entregue ao segurado (podendo ser em documento físico ou digital).

Designed by LightField Studios / shutterstock
Designed by LightField Studios / shutterstock

Nele, constará o cálculo detalhado do tempo de contribuição e da RMI (Renda Mensal Inicial), a previsão de data para todas as possibilidades de aposentadorias disponíveis ao caso e orientações especializadas para regularização de pendências junto ao INSS.

O planejamento previdenciário indicou a necessidade de mais documentos?

Pode ser que a apresentação de algum outro comprovante de atividade laboral seja essencial, ou até mesmo uma averbação de tempo (solicitação de inclusão de tempo trabalhado e não computado pelo INSS).

Nesse sentido, com o intuito de melhorar a aposentadoria do segurado, o advogado se mantém à disposição para demais consultorias. 

É certo que em quase 90% dos casos de solicitação de aposentadoria, há documentos faltantes por parte do segurado.

Em suma, o planejamento previdenciário atua justamente para antecipar essa demanda e evitar o indeferimento do pedido.  

Se interessou em planejar seu futuro? Conte com a MS Amorim, temos profissionais especialistas em direito previdenciário prontos para te atender!

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Por: Keyla Carvalho

Fonte: Marques Sousa & Amorim

imagem: marques sousa & amorim