Como funciona aposentadoria por idade? Quais as regras e qual valor

A aposentadoria por idade é um dos benefícios previdenciários concedidos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), mas nem todos os segurados possuem direito de solicitá-lo. 

É preciso analisar uma série de critérios para então, saber se tem ou não direito a se aposentar por idade. 

Além disso, devido à Reforma da Previdência, esse tipo de aposentadoria pode passar por mudanças em breve. Vale lembrar que o texto da reforma está sendo analisado pelo Senado Federal e então, pode sofrer alterações. 

Se você quer entender como funciona a aposentadoria por idade atualmente e como ela pode passar a funcionar após a reforma, então, continue lendo o texto até o final.

Vamos lá? 

Saiba quais são os tipos de aposentadoria

A Previdência Social é um programa de seguro público que, segundo a Lei 8.213/91, tem a função de:

“assegurar aos seus beneficiários meios indispensáveis de manutenção, por motivo de incapacidade, desemprego involuntário, idade avançada, tempo de serviço, encargos familiares e prisão ou morte daqueles de quem dependiam economicamente”. 

Diante disso, a aposentadoria por idade é então, um benefício que garante meios de sobrevivência aos segurados – cidadãos contribuintes do INSS – que estão em idade avançada. 

A  legislação considera a existência de 4 tipos de aposentadoria, são elas:

  • aposentadoria por invalidez;
  • aposentadoria por idade;
  • aposentadoria por tempo de contribuição;
  • aposentadoria especial.

Cada tipo de aposentadoria possui os seus critérios pré definidos, que assim, dizem acerca das solicitações e as necessidades de cumprimento para a concessão do benefício. 

Veja então, no próximo tópico como funciona a aposentadoria por idade hoje em dia. 

Entenda como funciona a aposentadoria por idade

Atualmente, segurados urbanos e homens podem solicitar assim, a aposentadoria por idade quando atingem a idade de 65 anos. Já as cidadãs podem solicitar o benefício previdenciário quando chegam aos 60 anos. 

Além do critério de idade, é preciso que os segurados tenham feito, pelo menos, 180 contribuições mensais ao INSS, ou seja, 15 anos de contribuição. O valor do benefício é de 70% da média salarial do cidadão, mais 1% para cada ano de contribuição previdenciária. 

Veja como fica a aposentadoria por idade com a Reforma da Previdência 

O texto da Reforma da Previdência que está em votação no Senado faz alterações em vários aspectos dos benefícios previdenciários, incluindo a aposentadoria por idade. 

Caso a reforma seja aprovada, a idade mínima necessária para mulheres se aposentarem será de 62 anos e para os homens permanecerá em 65 anos. 

Para os homens que ainda não entraram no mercado de trabalho, o tempo de contribuição também será alterado e passa a ser de 20 anos. O valor do benefício vai ser calculado considerando todos os salários do cidadão, as 20% menores contribuições não vão ser mais retiradas do cálculo. 

A aposentadoria é um assunto que interessa a todos os brasileiros e é muito importante estar por dentro do seu funcionamento. Por isso, esperamos que este conteúdo tenha te auxiliado a entender melhor como funciona a aposentadoria por idade, bem como as alterações que o benefício pode sofrer com a Reforma da Previdência. 

Dica extra: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social.

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana?

Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática: Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Conteúdo original Macedo Advocacia