Como funciona e quais são as vantagens da admissão digital?

0

Estamos vivenciando uma disrupção no mundo corporativo que afetou diretamente o RH, a gestão a distância e os seus desdobramentos: home office e o trabalho híbrido.

Os dados que comprovam essa nova realidade são apresentados em um artigo da Great Place to Work (GTPW). Entre as conclusões tiradas das respostas de 715 empresas, uma delas chama a atenção: os profissionais estão mais produtivos quando estão em home office.

Nesse contexto cada vez mais remoto, a admissão digital surge como uma estratégia compatível com a inovação e esse novo modelo de trabalho. Neste artigo, mostraremos como ela funciona, as vantagens e os impactos positivos da admissão digital. Avance para os próximos tópicos!

  • O que é e como funciona a admissão digital?
  • Quais são as vantagens de utilizar a admissão digital?
  • Depois da admissão: onboarding online
  • RH 4.0 e processos digitais

O que é e como funciona a admissão digital?

A admissão digital é semelhante à presencial. Quando falamos das semelhanças, queremos dizer que é necessária a coleta de documentos, assinaturas e de algumas interações com o profissional contratado.

Porém, todo o processo é realizado remotamente. Isso é possível em razão do uso de tecnologias que permitem que todas as etapas sejam efetivadas sem que o novo colaborador se desloque a até a empresa.

Quais são as vantagens de utilizar a admissão digital?

Uma das grandes vantagens da admissão digital é poder contar com um sistema altamente eficiente para o RH. Além disso, a empresa tem em mãos a oportunidade de contratar talentos de qualquer região – isso é impressionante! Mas os benefícios vão além desses. Vejamos mais alguns.

Otimização de processos

A admissão digital reduz o volume de papéis que a empresa precisa produzir, organizar e arquivar. Como tudo é feito digitalmente, os documentos são virtuais. Com isso, o RH ganha eficiência e segurança na gestão documental.

Diante de demandas otimizadas, o contratado é inserido rapidamente na equipe da empresa. Já os profissionais de RH, realizam admissões com mais rapidez e podem se dedicar a outros processos importantes.

Autonomia

Na admissão digital, o contratado é o protagonista. Uma vez que é ele que preenche a ficha cadastral e anexa os documentos necessários por meio de um dispositivo eletrônico. Ao RH, cabe a responsabilidade de monitorar, direcionar e aprovar as ações realizadas pelo novo colaborador.

Essa experiência demonstra para o contratado que a empresa preza pela inovação, autonomia e flexibilidade. Atualmente, esses três pilares potencializam a employee experience dos contratados, além de atrair mais profissionais para o processo seletivo da empresa.

Armazenamento em cloud computing

Designed by @drobotdean / Freepik
Designed by @drobotdean / Freepik

A tecnologia em nuvem ou cloud computing é embasada nos requisitos da escalabilidade, flexibilidade, agilidade e segurança. É por isso que, segundo um estudo feito pela Accenture, mais de 90% das empresas modernas adotaram alguma forma de tecnologia em nuvem.

Essa mesma pesquisa alerta que a pandemia da Covid-19 deve servir de lembrete sobre a importância de implantar sistemas adaptáveis, resilientes e escaláveis. Para o RH, ter uma admissão digital na nuvem significa gerar mais segurança ao processo e aos dados coletados.

Essa preocupação com o armazenamento de informações em local seguro se tornou ainda mais importante após a aprovação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Afinal, descumprir essa legislação resulta em duras multas.

Depois da admissão: onboarding online

O processo que procede a admissão digital é o onboarding online. Será que é possível fazer um novo profissional se conectar com a cultura da empresa a distância? A resposta é sim, desde que o onboarding seja bem planejado e amparado por tecnologias eficientes. Com essas práticas, o RH digital tem sucesso nas seguintes fases:

  • envio de ferramentas de trabalho e kit de boas-vindas;
  • imersão do colaborador na cultura da empresa por meio da apresentação do organograma empresarial, história e valores do negócio etc.;
  • apresentação da equipe de trabalho;
  • alinhamento de expectativas;
  • treinamento para a realização das tarefas;
  • pesquisas de satisfação para entender o que o novo colaborador sente em relação a empresa;
  • uso de indicadores de desempenho (KPIS) para avaliar a adaptação do profissional com o contexto de trabalho.

Vale ressaltar que como estamos falando de um trabalho remoto, cada uma dessas etapas será feita com ferramentas, por exemplo, de videoconferências, gestão de competências, ensino a distância (EAD) e realização de projetos colaborativos. 

RH 4.0 e processos digitais

Não há como separar o RH 4.0 dos processos digitais. Afinal, o conceito de RH 4.0 é embasado em tecnologias e demandas digitais. As empresas que não entenderem a importância da transformação digital, tendem a ficar com processos obsoletos e perder competitividade no mercado em que atuam.

E quais são os riscos para o RH? Um deles é a queda na qualidade dos processos seletivos. Sem um recrutamento e seleção potencializado por ferramentas virtuais, acontecem atrasos nos cronogramas de contratação de novos colaboradores.

Além disso, fica mais difícil encontrar um profissional compatível com a cultura interna e os requisitos desejados para uma função ou cargo na empresa. Uma vez que, para atingir esse objetivo, o RH precisa de dados sobre o perfil comportamental dos candidatos. Dados esses que são coletados e analisados por tecnologias.

Como vimos neste artigo, o trabalho remoto e a pandemia exigem o uso de aplicações que conectam a empresa ao seu time, bem como aos profissionais do mundo corporativo. Sem essas ferramentas, o negócio não tem bons resultados nos projetos internos e nem consegue atrair novos talentos para a equipe.

Sendo assim, o melhor caminho a seguir é aderir ao RH estratégico e digital. Dessa forma, a empresa terá não só a admissão digital, mas também todas as práticas inovadoras que a levarão para uma posteridade de ganhos em vez de perdas.

Fonte: Convenia