Como conciliar a motivação dos funcionários com a produtividade tem sido um dos desafios encontrados pelas empresas atualmente.

Isso porque, com as novas demandas do mercado, as organizações precisam se empenhar para oferecer algo a mais aos seus colaboradores.

Um dos exemplos nesse contexto é o da assiduidade.

Embora ela qualidade seja um dever do colaborador, em muitos casos, a falta de motivação impacta no seu rendimento, provocando faltas que causam prejuízos à empresa, mesmo que ela tenha o direito de descontar as faltas não justificadas da folha de pagamento. 

Uma das formas que as empresas têm de tentar reduzir o número de faltas é por meio do adicional de assiduidade, um benefício cujo objetivo é incentivar os colaboradores a reduzirem o índice de faltas no trabalho e serem mais produtivos.

Para ajudar você a entender melhor como ele funciona, o Tangerino – controle de ponto explica neste artigo do que se trata essa gratificação, quais são as principais vantagens para os negócios e de que maneira a empresa pode pagar esse benefício.

O que é adicional de assiduidade?

O adicional de assiduidade é uma gratificação dada pela empresa com o objetivo de reduzir as taxas de absenteísmo no trabalho.

Ao incluir esse benefício, a empresa tem como proposta incentivar o aumento da produtividade e do engajamento do funcionário.

Esse adicional é dado ao colaborador que possui poucas faltas, o que deverá ser avaliado conforme um acordo de limite de tolerância previamente estabelecido, ou nenhuma falta, quando a empresa decide apresentar uma regra mais rígida para a concessão do benefício.

Essa concessão tem se tornado importante, principalmente em áreas ou funções em que há um alto índice de faltas, causados, principalmente, pela falta de motivação.

Alguns fatores contribuem para a diminuição da motivação e do empenho dos funcionários, como:

  • falta de interesse pela função desempenhada;
  • pouca ou nenhuma perspectiva quanto ao crescimento dentro da empresa;
  • excesso de tempo gasto e dificuldade para chegar ao trabalho.

É importante reforçar que a assiduidade, quando o funcionário comparece diariamente no trabalho, sem faltas ou com um número faltas muito baixo, é diferente do conceito de pontualidade, quando o colaborador chega sempre no horário correto do início da sua jornada ou entrega suas tarefas dentro do prazo, cumprindo o que foi combinado.

Quais são as regras para adoção do adicional de assiduidade?

De maneira geral, a lei não impõe uma previsão em relação ao pagamento do adicional de assiduidade, devendo a empresa optar ou não por seu pagamento, conforme avaliar necessário, além de definir o formato em que o benefício será pago.

De acordo com a legislação trabalhista, a gratificação pode ser entregue em dinheiro ou de outras formas, como prêmios, vale-presentes e viagens, por exemplo.

O que não pode acontecer é que o pagamento seja realizado em produtos, por exemplo, bebidas alcoólicas e cigarros.

Para colocar em prática essa possibilidade, é fundamental que a empresa desenvolva um planejamento para conceder o adicional de assiduidade. 

Ela deve estipular questões como os períodos em que serão avaliadas e contabilizadas as faltas, o valor ou prêmio que será disponibilizado para os colaboradores que se enquadrarem nos critérios para receber a gratificação, além de definir se haverá uma tolerância para determinado número ou tipo de falta.

É importante deixar claro que a gratificação deverá levar em conta apenas as faltas que não forem justificadas.

Caso o colaborador apresente uma justificativa que esteja prevista em lei, ela não poderá gerar desconto ou prejudicar o colaborador para recebimento da gratificação.

Outro ponto importante da concessão do benefício é que as empresas precisam encontrar formas criativas e interessantes de premiar seus funcionários mais assíduos. 

Isso porque o objetivo fim da concessão é incentivar a produtividade para que os funcionários produzam mais e que isso influencie diretamente os resultados.

Adicional de Assiduidade

Quais as vantagens para a empresa que decide conceder a gratificação?

A concessão do adicional de assiduidade pode trazer vantagens interessantes para as empresas.

Porém, é fato que, para que ela consiga se diferenciar no mercado e engajar seus funcionários, não basta apenas querer que eles entreguem algo.

Os colaboradores também precisam sentir que fazem a diferença e que, devido ao bom trabalho que exercem e pela dedicação entregue à empresa, merecem ser recompensados.

Dessa forma, como você verá, o adicional de assiduidade é um benefício de mão dupla, ou seja, ele oferece vantagens para as duas partes.

Veja:

Aumento da produtividade 

Essa vantagem, geralmente, é a primeira a ser observada pela empresa.

Com menos funcionários faltando, mais o trabalho rende para cada funcionário, o que resulta em um aumento significativo da produtividade em um nível macro. 

Melhores resultados financeiros

Com o aumento da produtividade, os impactos no resultados financeiros são a sequência.

Funcionários mais assíduos e mais produtivos afetam na agilidade das entregas e das soluções de problemas, o que provoca também a agilidade das entradas de caixa.

Melhora no clima organizacional

Pessoas motivadas e que abraçam uma causa acabam afetando, positivamente, o restante da equipe.

O que ocorre, ao contrário, quando alguém não está satisfeito. 

Principalmente em setores onde há um alto volume de turnover, como no comércio e no telemarketing, por exemplo, a possibilidade de ganhar essa gratificação acaba criando um clima saudável de competitividade e propósito, que resulta em uma convivência com mais energia e vontade de pertencer. 

Mais conexão entre colaborador e empresa

O adicional de assiduidade é uma forma da empresa mostrar para seus colaboradores que ela acredita no envolvimento, na entrega e no comprometimento deles. 

É uma maneira de fortalecer os laços entre as partes, principalmente porque os ganhos são vistos pela empresa e pelo colaborador. 

Como controlar a assiduidade dos funcionários?

Considerando o entendimento sobre o que é o adicional de assiduidade e suas vantagens, você deve se perguntar: qual é a melhor maneira da empresa fazer a gestão das faltas dos funcionários para saber exatamente quais são os mais assíduos?

Uma das principais possibilidades existentes no mercado é por meio do controle da jornada de trabalho, em que a empresa consegue saber, de maneira segura e precisa, quais são os profissionais mais assíduos.

E uma das ferramentas mais eficazes é o controle de ponto digital.

Além da praticidade no registro de ponto, já que os funcionários têm a possibilidade de instalarem o aplicativo em seu dispositivo móvel, com o controle de ponto digital há mais transparência na gestão das horas trabalhadas, e também na gestão otimizada da jornada de trabalho. 

Outra vantagem dessa ferramenta é que ela fornece resultados e informações de forma ágil, sem a necessidade de buscas que demandam horas de pesquisas, levantamentos, contas e cruzamento de dados. 

Caso a empresa queira levantar as informações de todos os funcionários e apresentá-las para todos ou para um grupo, é possível acessá-las prontamente, já que os registros são feitos de forma automática e online. 

O que achou do adicional de assiduidade? Percebeu como essa gratificação é benéfica não apenas para a empresa, mas para o colaborador também? Mas é fundamental que a empresa se organize para criar um programa de incentivo à assiduidade, incluindo o controle das horas e a divulgação, para que todos os funcionários “comprem” essa ideia.

DICA EXTRA JORNAL CONTÁBIL: Você gostaria de trabalhar com Departamento Pessoal?

Já percebeu as oportunidades que essa área proporciona?

O Viver de Contabilidade criou um programa completo que ensina todas as etapas do DP, desde entender os Conceitos, Regras, Normas e Leis que regem a área, até as rotinas e procedimentos como Admissão, Demissão, eSocial, FGTS, Férias, 13o Salário e tudo mais que você precisa dominar para atuar na área.

Se você pretende trabalhar com Departamento Pessoal, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um profissional qualificado.