Uma assessoria contábil pode ser útil, por exemplo, na decisão sobre o enquadramento fiscal de determinada empresa. Outra função da assessoria é auxiliar a empresa quanto às tomadas de decisões de negócios, como vimos no blog post que explica o que é Assessoria Contábil.

Mas como funciona a Assessoria Contábil?

Quanto mais informações relevantes forem disponibilizadas pelo cliente, e mais organizadas elas forem, mais instrumentos a assessoria terá para fazer uma analise objetiva e eficiente sobre a real situação da empresa.

É importante que o cliente tenha alguma organização para reunir essas informações de forma que o trabalho da assessoria seja facilitado. Ser organizado, nesse ponto, é mais importante que efetivamente entender sobre leis e regras fiscais e contábeis.

Algumas dessas informações são de extrema importância para o trabalho desenvolvido pela assessoria o que, consequentemente, implica na tomada de decisões dos gestores. Exemplos de informações importantes são os demonstrativos de fluxo de caixa, de contas a pagar, contas a receber, folha de pagamento, controle do ativo imobilizado, dos custos, demonstração do resultado do exercício, simulações de preços e resultados baseadas em dados contábeis e apuração de impostos.

Algumas dicas para os clientes:

  • Reunir as informações relevantes de maneira que fiquem disponibilizadas de forma mais organizada;
  • Definir um ponto de situação da empresa, o mais claro e objetivo possível, para que não haja dúvidas e a assessoria possa estar bem ciente dos problemas com que vai ter de lidar;
  • Manter constante contato com seu assessor contábil para que os possíveis problemas sejam acompanhados e discutidos em tempo real;

Vantagens de se contratar uma Assessoria Contábil:

Sem dúvida a maior vantagem é a implementação de melhorias que agreguem valor à empresa como um todo. Entretanto, uma assessoria contábil pode oferecer diversos outros benefícios que também ajudam a aperfeiçoar o desenvolvimento das atividades da empresa:

  • Auxílio na escolha do regime tributário ideal, orientação quanto à classificação fiscal, redução de gastos com impostos e mais eficiência na administração financeira;
  • Oferecer uma visão externa, sem vícios nem ideias pré-concebidas pela empresa (especialmente importante na fase de diagnóstico);
  • Incentivo para tomada de novas decisões – as conclusões dos trabalhos das assessorias são mais racionais, enquanto os envolvidos diretamente com as empresas tendem a tomar decisões mais emocionais e políticas;
  • As assessorias disponibilizam de mais ferramentas para fazer comparações com a realidades de outras empresas na mesma área de negócio;
  • Vantagem da parceria cliente/assessoria – união do know-how interno com a experiência externa;

Comente

Comentários

Deixe uma resposta