Como identificar a existência de um transtorno mental?

Saiba reconhecer alguns sinais que podem indicar que a pessoa sofre de uma doença mental. 

Antes de mais nada, cabe esclarecer que se sentir ansioso, triste, desanimado ou com falta de energia para lidar com as atividades do dia a dia, são sensações perfeitamente normais a esmagadora maioria dos seres humanos. O alerta deve surgir, quando esses sentimentos e emoções, se tornam mais frequentes e intensos. 

Ainda sim, vale ressaltar que diagnósticos , apenas, devem ser constatados por um profissional de saúde capacitado. Em suma, o reconhecimento ou não sobre a existência de um transtorno mental deve ser evidenciado através de consultas junto a psiquiatras, em especial. Além disso, através de psicólogos, os sintomas também podem ser identificados e tratados, conforme a condição. 

O intuito deste artigo, é fornecer algumas informações sobre quando é preciso se preocupar com alguns sinais que potencialmente, podem evoluir para doenças sérias como transtornos de ansiedade e depressão

Conforme o psiquiatra e diretor da SIG Residência Terapêutica, Ariel Lipmann, o distanciamento é um dos principais sinais que podem indicar um adoecimento mental. Em resumo, o especialista explica que, deixar atividades importantes como estudo e trabalho de lado, ou evitar com frequência sair de casa, são alterações comportamentais que podem indicar algum problema.  

Nesta linha, iremos listar algumas sensações que podem indicar um comprometimento da saúde mental. Mediante a sua análise, percebe se é preciso ligar o alerta, em caso de positiva, é de suma importância tomar os procedimentos e cuidados necessários. 

6 sensações que podem indicar uma má saúde mental 

  1. Altas cargas de estresse: uma pessoa com a saúde mental em dia, em geral, consegue lidar com as adversidades da vida, sem sofrimentos exagerados. Sentir estresse devido questões atreladas à trabalho, estudo ou outros fatores, é perfeitamente normal, todavia, reações aumentadas ou irritações recorrentes devido a pequenos acometimentos, podem ser um indicativo para acionar o sinal vermelho; 
  2. Insônia: problemas recorrentes com o sono, estão entre os principais aspectos que levam ao adoecimento mental. Sendo assim, se este for o caso, é essencial buscar ajuda profissional; 
  3. Desequilíbrio no humor: mudanças repentinas de humor, e um certa inconstância de emoções, podem ser um forte indicativo do corpo e da mente, de que algo está errado. Nestes casos, o ideal é estabelecer uma mudança de hábitos, além de contar com a análise profissional para averiguar se algo de mais grave está acontecendo; 
  4. Alterações na alimentação: distúrbios alimentares também representam um grande indicativo de algo não está funcionando como deveria. Nesta linha, cabe a preocupação, quando há perdas totais de apetite ou mediante ao consumo de alimentos em excesso, para aliviar sensações ansiosas; 
  5. Problemas relacionados à memória: por vezes, atividades próprias da vida em sociedade, podem ocasionar esgotamentos mentais e físicos, resultando até mesmo em lapsos de memória. Caso você perceba que está tendo dificuldades em se lembrar de detalhes simples do dia a dia, isto pode representar um alerta para procurar ajuda, antes que a situação possa se tornar uma doença; 
  6. Problemas ligados à autoestima: sensações ligadas a incapacidade, impotência, fragilidade e distorções da própria imagem, também são sinais preocupantes. Neste cenário, é habitual que o indivíduo se sinta menos valorizado, e importante para as pessoas que o rodeiam.

Comentários estão fechados.