Já pensou nas vantagens de realizar a marcação de ponto pelo próprio celular ou computador? Tudo isso de maneira online?

Por meio da gestão de ponto online, não é preciso ter aquela grande fila de funcionários que esperam para bater ponto, e a empresa ainda pode reduzir custos de compra e manutenção de relógios de ponto, sem a necessidade também de realizar trocas de bobinas ou até mesmo retirar papéis que ficam presos.

É exatamente essa a realidade das empresas que possuem relógio de ponto.

No entanto, a migração do ponto físico para o online já está sendo feita por muitas empresas.

Especialmente com a chegada da crise do novo coronavírus, a gestão de ponto online se tornou rapidamente popular, visto que a maioria das empresas adotaram o modelo de trabalho home office para continuar com suas atividades.

Ou seja, as marcações de ponto agora são feitas por meio da internet.

Muitas delas são feitas por meio de celulares, tablets e computadores.

Se interessou nessa mudança que veio para tornar a gestão de ponto mais prática? Então neste post iremos te mostrar como é possível migrar a gestão de ponto físico no online.

Continue nos acompanhando para saber mais!

Como migrar a gestão de ponto físico para o online?

Para que a marcação de ponto seja possível de ser realizada de forma online, é importante primeiro de tudo que a empresa tenha uma ferramenta (base) de registro de horários para armazenar todas as informações dos colaboradores.

Hoje em dia, existem uma gama de fornecedores que disponibilizam essa plataforma online.

No entanto, se uma das opções que podem reduzir custos é integrando a plataforma Google Forms a uma base de registros online.

Gestão de ponto online

Por meio dessa plataforma, os colaboradores podem realizar as marcações, enquanto as informações captadas vão direto para uma base de registro.

Algumas áreas, como empresas do ramo industrial que produzem câmaras frias, entre outras, também podem adaptar o seu modelo de ponto para o online, mesmo que a empresa continue atuando fisicamente!

E as disposições legais?

É importante entendermos que a marcação de ponto se trata de um processo obrigatório para as empresas com mais de 20 colaboradores registrados, de acordo com as normas das Portarias 1510 e 373 do Ministério do Trabalho.

Quanto à marcação de ponto online, há algumas especificações da Portaria, como:

  • É proibido exigir autorização antecipada para marcar pontos em casos de hora extras;
  • A empresa não pode alterar ou eliminar os registros feitos pelos colaboradores;
  • O sistema de ponto deve estar disponível no local de trabalho dos colaboradores;
  • É vedado aos sistemas de controle de ponto a marcação automática de horários.

Ou seja, se sua empresa atua com totem digital, por exemplo, é necessário seguir algumas normas para tornar o processo de migração regularizado diante da legislação.

Agora que você já sabe como é possível migrar a gestão de ponto físico no online, o que está esperando para se aliar a essa mudança e ter sucesso? Gostou do nosso post? Conta pra gente!

Esse artigo foi escrito por Rafaela Ricardo, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.