Como o Cadastro Positivo pode afetar a concessão de crédito para MPMEs? Confira!

Além de trazer ventos promissores para os bastidores das áreas de crédito das grandes empresas, a inclusão automática de todas as pessoas físicas e jurídicas do país no Cadastro Positivo está provocando novas perguntas sobre os impactos reais da medida. Quem concede crédito para micro, pequenas e médias empresas está especialmente alerta, afinal, a habitual escassez de dados para análise de crédito, sobretudo das empresas abertas há menos de cinco anos, será substituída por um cenário mais rico em informações.

A expansão de crédito deve ampliar consideravelmente o volume de negócios e transações.  Mas, na prática, como o Cadastro Positivo pode afetar a concessão de crédito das grandes empresas para as MPMEs?

Quais as projeções para a expansão de crédito?

De acordo com a Serasa Experian, 2,5 milhões de micro, pequenas e médias empresas poderão ter acesso ao crédito com o novo Cadastro Positivo. Trata-se de 23,6% do total das MPMEs ativas na Receita Federal. A expansão de crédito projetada para as PJs desses portes deve chegar a 35%, alcançando cerca de R$ 512 bilhões segundo o Banco Central. O incremento de recursos na economia atingirá R$ 180 bilhões.

Esse fenômeno acontece porque, apesar de não estarem ou não terem ficado negativadas nos últimos 12 meses, essas empresas estavam fora do sistema financeiro por apresentarem um score baixo (igual ou menor que 500) considerando os modelos anteriores ao novo Cadastro Positivo. A falta de informações concretas de balanço financeiro, por exemplo, as colocava numa espécie de penumbra, dificultando a análise de crédito.

Agora, ao considerar o histórico de pagamentos de contas no nome das empresas – e também dos sócios – os Scores serão mais justos e inclusivos, oferecendo mais segurança na tomada de decisão para a concessão de crédito. Como resultado das mudanças, essas empresas poderão investir para crescer e estimular um “ciclo vicioso de novos negócios”, trazendo mais saúde e sustentabilidade ao cenário de crédito.

Qual o impacto por estado do país?

O estudo da Serasa Experian também aponta quais estados do país devem ter mais MPMEs beneficiadas e qual a ordem da injeção de verbas na economia. Os estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná lideram a lista, respectivamente. Acompanhe a íntegra:

Revendo a sua política de crédito com o novo Cadastro Positivo?

O novo Cadastro Positivo chegou para expandir e refinar a oferta de crédito para milhões de brasileiros e pessoas jurídicas, propiciando mais e melhores negócios para as grandes empresas.

Fonte: Serasa Experian