Como organizar as finanças e viajar no pós-pandemia

Entenda a forma correta de olhar para o seu dinheiro e planejar seu próximo destino.

0

Planejar uma viagem é algo que exige organização e disciplina para evitar gastos exagerados durante os dias de descanso.

Organizar com antecedência os gastos garante que o viajante encontre brechas para economias, como na reserva do hotel e no transporte, e faz com que não volte endividado da viagem, sem abrir mão de conforto e lazer de qualidade. 

Sabemos que durante a pandemia o poder de compra dos viajantes ao redor do mundo ficou bastante reduzido, e esse fenômeno também irá acontecer com os brasileiros quando a pandemia for controlada no país.

Segundo pesquisa “2021 Consumer Security Mindset: Travel Edition” elaborada pela McAfee, 53% das pessoas no Brasil planejam viajar a lazer ainda este ano.

Destas, 9% planejam viajar para o exterior. 

Apesar disso, o orçamento para uma viagem e a higiene da hospedagem são alguns dos indicadores que tiveram uma mudança significativa desde o começo da pandemia.

As pessoas agora estão se organizando para viajar com um orçamento mais apertado, e, para não se tornar refém dos boletos pós-viagem, é fundamental organizar as finanças e os gastos previamente.

Afinal, a melhor viagem é aquela que não precisa pagar quando volta para a rotina de trabalho. 

Separamos algumas dicas para quem já está sonhando com o próximo roteiro. 

Como planejar uma viagem pós-pandemia

extravio bagagem

O primeiro passo é organizar os gastos da viagem, definir o destino e que tipo de turismo pretende fazer.

Um passeio mais sofisticado pede uma reserva maior de dinheiro, mas, se para você não importa quantas estrelas tem o restaurante em que vai almoçar, a tabela de gastos pode ser mais baixa. 

Lembre-se de calcular gastos como compras não planejadas e também a forma que pretende se deslocar (transporte público, motorista de aplicativo, carona, carro de aluguel, táxi, etc.) – tudo precisa entrar com um pouco de detalhe nesta tabela.

Analisar esses gastos permite uma projeção de orçamento mais alinhada com a realidade. 

Depois de decidir o destino, o próximo passo é fazer a reserva com antecedência.

Isso faz com que o turista consiga uma passagem aérea barata e também uma reserva em conta no tipo de hospedagem que escolher.

Períodos de baixa temporada costumam ser favoráveis para quem deseja economizar. 

Por fim, reserve uma quantia mensal e estabeleça metas financeiras para a sua viagem.

Pode parecer difícil, mas lembre-se que isso é para que você possa curtir seus dias de descanso com verdadeira tranquilidade.

Lembre-se também de anotar seus gastos mensais, pois visualizar esses pequenos gastos acumulados é essencial para uma boa rotina financeira.