ROBERTO DIAS DUARTE (*)

Você gostaria de modificar o atual posicionamento que seu escritório
contábil ocupa no competitivo mercado em que atua, levando-o
verdadeiramente a se tornar uma empresa extremamente bem-sucedida? Com
certeza, os empreendedores sócios das 51.748 organizações deste setor
responderiam sim.

Possivelmente, todos eles e muitos dos 531.309 profissionais brasileiros
gostariam de saber como tornar ou um criar uma empresa realmente
inovadora, com um modelo de negócios diferenciado, prestando serviços
de alto valor.



Uma coisa é certa: não existe mágica! Sei que você estudou e
continua aprendendo muito para ser bom na área contábil e tributária.
Afinal, há muito tempo profissionais da contabilidade vêm superando os
mais diversos desafios técnicos, especialmente os relacionados à
convergência aos padrões internacionais e à introdução das
tecnologias tributárias como o SPED e o eSocial.

Não bastasse isso, nosso ambiente tributário é extremamente hostil,
gerando muito trabalho e risco para todos. Superar tudo isso requer
plena dedicação e muito estudo. Não há outro jeito! Inexistem
atalhos para o sucesso.

Contudo, mais que nunca é preciso aprender a empreender. Mas não há
como fazê-lo, seja em um escritório contábil ou em uma consultoria,
sem utilizar as técnicas de modelagem e de gestão de negócios
praticadas pelas empresas mais bem-sucedidas do mundo – as famosas
_”best practices”_. Ao utilizar metodologias globais, adaptadas aos
escritórios contábeis, você poderá criar o modelo de negócios
perfeito para a sua realidade.



O problema é que, nos últimos anos, a maior parte dos empresários do
setor negligenciou a gestão e a inovação de seus próprios negócios.
Por isso, muitos sócios de organizações contábeis hoje estão
bastante preocupados com o futuro de suas empresas.

Possivelmente você mesmo se identifica com alguma dessas situações:
trabalha muito e tem pouco retorno financeiro; percebe que seus clientes
não valorizam seu trabalho tanto quanto deveriam; está com sobrecarga
de trabalho; os custos da empresa estão aumentando mais do que as
receitas; contratar, reter e treinar funcionários têm se tornado
tarefas cada vez mais difíceis; a pressão do fisco chegou ao limite do
suportável.

Sabe por que isto acontece? Porque empresário que dedica 100% do tempo
às atividades técnicas da sua empresa não tem tempo para gerir, muito
menos inovar. Buscar o conhecimento técnico sobre a solução para os
problemas tributários, fiscais, trabalhistas, além de estudar muito
sobre SPED, IFRS e tudo mais são ações importante, mas não garantem
o sucesso empresarial.

Se você é totalmente voltado para os aspectos técnicos do seu
negócio, existem três alternativas: fechar a empresa e procurar um
emprego; conseguir um sócio focado nos aspectos empresariais para
cuidar do negócio; ou aprender a empreender. Não existe empresa
bem-sucedida se não há alguém pensando na gestão estratégica do
empreendimento.

Mas, se você dedicar parte do seu tempo a estudar técnicas e
metodologias de gestão estratégica, sua vida irá mudar. Você
passará por uma transformação inacreditável. Sairá do papel de
empregado de sua própria empresa para liderar um negócio bem-sucedido,
inovador e valorizado. Este processo é chamado de criação do
_mindset_ empreendedor. Ou seja, você formatará seu cérebro para
pensar como um empresário de sucesso. E é claro, se tornará um deles.

Não adianta reclamar, brigar, achar que o mundo está contra você. O
mercado é cruel e seleciona os melhores, os que têm oferta de valor
diferenciada. A jornada de todo empreendedor bem-sucedido começa pelo
estudo. Assim, seguem minhas dicas de livros para estudar e aprender os
conceitos das melhores práticas globais empresariais:

_O Segredo de Luiza_ (Fernando Dolabela), _A arte da guerra_ (Sun Tzu),
_Empresa 1:1_ (Martha Rogers), _Business Model Generation_ (Alexander
Osterwalder, Raphael Bonelli, Pigneur, Yves), _Empreendedorismo. Elabore
seu plano de negócios e faça a diferença_ (Marcelo Nakagawa), _Value
Proposition Design – Como construir propostas de valor inovadoras_ (Alex
Osterwalder e Greg Bernarda), _O jeito Disney de encantar clientes_
(Disney Institute), _Academia Disney_ (Doug Lipp), _Estratégia do
oceano azul_ (W. Chan Kim e Renée Mauborgne), _Sollution Selling –
Creating Buyers in Difficult Selling Markets_ (Michael Bosworth, Rick
Page e Sallie Sherman).

_Design Thinking – Uma metodologia poderosa para decretar o fim das
velhas ideias _(Tim Brown), _A cauda longa _(Chris Anderson),
_Posicionamento – A batalha por sua mente _(Al Ries e Jack Trout), _A
Pergunta Definitiva 2.0 _(Fred Reichheld), _One to One – B2B_ (Martha
Rogers), _Gerenciamento pelas diretrizes_ (Vicente Falconi), _Getting to
the Numbers_ (Harvard Business Review), _Measuring Corporate
Performance_ (Harvard Business Review), _O verdadeiro poder_ (Vicente
Falconi), _Working Knowledge. __How Organizations Manage What They Know_
(Thomas H. Davenport & Laurence Prusak).

Voilà! Bem-vindo ao admirável mundo novo do empreendedorismo
contábil, agora globalizado! Sem mágicas e com muita dedicação.

_(*) ROBERTO DIAS DUARTE É SÓCIO E PRESIDENTE DO CONSELHO DE
ADMINISTRAÇÃO DA NTW FRANQUIA CONTÁBIL, PRIMEIRA DO GÊNERO NO_

* Este artigo reflete as opiniões do autor, e não do JORNAL CONTÁBIL. O Jornal Contábil não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.


Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.