Compra de veículos em 2020: Números de roubos não param, veja como proteger o seu carro

0

Ao longo do ano o mundo enfrentou diversos obstáculos e o maior deles é sem dúvidas a pandemia.

Muitos setores ainda enfrentam dificuldades para retomar o controle, enquanto outros conseguem minimizar o prejuízo. A indústria automotiva é um exemplo de que mesmo com a pandemia conseguiu crescer neste período de crise. 

Segundo dados divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) com informações do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) de outubro para novembro as vendas aumentaram cerca de 0,45%.

Considerando os veículos automotores: automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas e implementos rodoviários.

A comercialização total foi de 334.356 unidades, que em comparação com 2019, no mesmo período, é 3,18% inferior.

Mesmo assim, considerando um ano difícil por causa da pandemia, Novembro foi o sétimo mês consecutivo de alta nas vendas em 2020.

Por outro lado, o número de roubos e furtos ainda é crítico. Dados da Secretaria Nacional de Segurança Público registrou nos três primeiros meses do ano cerca de 97.767 registros de roubos e furtos de automóveis, o que representa quase 74% do total de crimes. 

A tecnologia tem se mostrado um forte aliado para combater o crime. A Polícia Rodoviária Federal conseguiu recuperar mais de 11 mil veículos entre  janeiro e outubro por meio de um aplicativo de celular.

O serviço chama-se Sinal, Sistema Nacional de Alarmes, pelo qual a vítima informa o delito e as informações chegam de forma instantânea – em um raio de até 100 km do local de ocorrência – no celular dos policiais.

Como proteger o meu carro contra roubos e furtos?

No dia a dia, é possível assumir algumas atitudes que farão a diferença na segurança enquanto você conduz ou estaciona o veículo. Por exemplo:

  • Equipamentos de proteção, como a película antivandalismo, possuem diversos graus de resistência. A sua composição conta com uma tecnologia específica para aumentar a resistência do vidro contra ataques de martelos, pés de cabra, machados entre outros.
  • Outro equipamento que dificulta o acesso do ladrão e muitas vezes fazem-o desistir do ato é a utilização de uma trava de direção. Geralmente é apenas um acessório complementar, mas que atrapalha e complica a ação.
  • Invista em rastreadores e bloqueadores. Caso o veículo seja furtado, esses equipamentos contribuem para a sua recuperação. O rastreador, por exemplo, é um dos acessórios mais modernos que ajudam a identificar a localização do veículo. Já o bloqueador interrompe a bomba de combustível fazendo o carro parar alguns metros após o roubo.
  • Evite esperar as pessoas dentro do veículo principalmente em locais escuros e desertos.
  • Ao sair e ao chegar na sua garagem fique alerta ao seu redor. Muitos bandidos aproveitam esse momento de vulnerabilidade para abordar as vítimas.
  • Evite atalhos e utilize sempre rotas seguras, principalmente ao conduzir um veículo à noite, mesmo que isso signifique que levará mais tempo até chegar ao destino final.
  • Preste atenção e certifique-se de que o local que irá estacionar é seguro e jamais avise o flanelinha de quanto tempo ficará fora. O ideal é pagar um estacionamento.

Dito isso, é importante lembrar que em hipótese alguma você deve reagir a um assalto. Use a tecnologia para proteger e rastrear o seu veículo, mas jamais coloque em risco a sua vida e a das pessoas que estiverem com você.