Comprovação de Inscrição no CNPJ: Receita diz que emissão pela Redesim é suficiente

Cartão CNPJ traz informações cadastrais das empresas e outras entidades

O Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral do CNPJ, também conhecido como Cartão CNPJ, é o documento de comprovação do Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas (CNPJ) sendo completamente integrado com órgãos de registro e administrações tributárias por meio da Redesim. Este documento compreende informações cadastrais de empresas e outras entidades, de interesse das administrações tributárias da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

A administração, atualização e controle do CNPJ é de competência da Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB). Qualquer pessoa pode verificar como está o cadastro de qualquer empresa, inserindo os números do CNPJ e os dados são disponibilizados.

Esta semana, a Receita Federal publicou uma nota de esclarecimento informando que não há a necessidade de exigir de empresas e outras pessoas jurídicas a atualização ou comprovação de outras fontes, como a antiga base previdenciária.

Enfatizou que o comprovante de inscrição e situação do CNPJ já é suficiente para quaisquer comprovações e que pode ser emitido pelo serviço já disponível no site da própria Receita Federal.

Na nota, a RFB informou também que nos casos específicos em que o sistema de parcelamento de débitos declarados em GFIP (parcelamento previdenciário) exigir ajustes no cadastro previdenciário, o contribuinte deve buscar atendimento online por meio do Chat RFB, disponível no Portal e-CAC.

O que é o CNPJ?

Trata-se da abreviação para Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas e é um número registrado pela Receita Federal durante a abertura de uma empresa. O número desse registro é formado por 14 dígitos, divididos da seguinte forma:

  • inscrição: os 8 primeiros dígitos;
  • identificação da empresa, 0001 para matriz, ou 0002 para filial;
  • dígitos verificadores, os dois últimos números.

Basicamente, o seu principal objetivo é identificar e individualizar o negócio, para poder acompanhar todas as suas movimentações financeiras e administrativas.

Esse registro funciona como um CPF para empresas, que permite que o governo, outras empresas e pessoas possam identificar o negócio durante as suas atividades e acessar informações.

Qual a função do CNPJ?

A principal função do CNPJ, é permitir que tanto a Receita Federal quanto outros órgãos públicos e privados saibam que a empresa está ativa e atuando de maneira regular, dentro de todas as normas fiscais, administrativas e tributárias.

Assim que a empresa é aberta e o código de identificação é gerado, o cadastro é enviado ao banco de dados do governo, ficando visível para todos os tipos de instituições e também para pessoas físicas.

Ao emitir CNPJ, é possível ter acesso a diversas permissões e possibilidades que uma empresa tem a partir do seu registro como solicitar linhas de crédito, fazer investimentos e emitir notas fiscais.

O que é a Redesim?

A Redesim é uma rede de sistemas informatizados necessários para registrar e legalizar empresas e negócios, tanto no âmbito da União como dos Estados e Municípios. Tem como objetivo permitir a padronização dos procedimentos, o aumento da transparência e a redução dos custos e dos prazos de abertura de empresas.

A Redesim foi criada pelo Governo Federal por meio da Lei Nº 11.598, de 3 de dezembro de 2007 e seu objetivo é simplificar os procedimentos para abertura de empresas, além de diminuir o tempo e o custo para o registro e a legalização das empresas.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Comentários estão fechados.