Confira 4 situações que podem sujar o seu nome na praça

Estar negativado junto aos órgãos de proteção ao crédito, pode trazer diversas consequências ao consumidor. 

Atualmente, boa parte da população brasileira possui restrições no CPF. Isto deve-se em grande parte à crise econômica provinda da pandemia da covid-19. Neste cenário, muitas pessoas perderam sua principal fonte de renda, de modo que não conseguiram mais arcar com seus débitos. 

Possuir dívidas em aberto, é o principal motivo que leva o nome a ser negativado. Contudo, restrições no CPF podem surgir de diversas formas, tais como um cheque sem fundo, ações judiciais e até mesmo a falência de um negócio pode sujar o nome de uma pessoa. 

Exposto isto, confira no decorrer do artigo, tudo que você precisa saber sobre um nome negativado, inclusive como evitar esta situação e evitar futuros transtornos. 

4 situações que podem negativar o seu nome

Como previamente dito, pendências financeiras originadas do não pagamento de um serviço ou produto contratado é a principal razão pela qual um nome pode ficar sujo. Contudo, saiba que esta condição pode se desdobrar de diferentes formas, confira: 

  • Cartões de crédito: é comum que muitas pessoas utilizem o cartão de crédito de uma maneira errada, tal como ver a ferramenta como uma extensão do próprio salário. Desta maneira, o indivíduo não consegue arcar com o valor das faturas e os juros altos naturais da situação, de modo que seu nome entra em negativa; 
  • Cheques sem fundo: esta se desdobra quando uma pessoa assina um cheque como pagamento de um serviço ou produto, sem possuir dinheiro em conta para descontar o valor. Neste cenário a pessoa é geralmente notificada pelo banco duas vezes, se após isso o problema não for resolvido, será declarado o chamado cheque sem fundo, negativando a pessoa. 
  • Dívida vencida: não pagar as contas rotineiras tais como: aluguel, água e luz, também pode sujar o nome, apesar de serem serviços essenciais. Em razão disso é importante separar uma parte do orçamento, de modo a não atrasar seus débitos mensais; 
  • Ações judiciais: por vezes, o credor vê como única solução entrar na justiça para receber os devidos valores. Isto ocorre, quando não é possível um acordo entre as partes (empresa e pessoa física). Tais ações no judiciário podem negativar o nome do indivíduo. 

Como limpar o nome na praça?

Existem uma série de atitudes que podem evitar a negativa do CPF, bem como limpar o nome, caso este seja o seu caso. Diante disso, confira algumas dicas que podem evitar tais transtornos, e te livrar das restrições de crédito. 

  • Mantenha suas contas em dia; 
  • Renegocie suas dívidas em aberto; 
  • Evite gastos desnecessário, importante discernir sobre o que é essencial ou não, para uma boa gestão financeira; 
  • Preze por um bom score junto ao Serasa e outros órgãos, isto melhora consideravelmente sua reputação no mercado de crédito; 
  • Consulte seu CPF.

Este último ponto merece destaque, dado que muitos negativados nem sequer sabem que estão nessa situação, de modo que são surpreendidos mediante a contratação de serviços financeiros. Isto é um problema, pois, possuir restrições no CPF, pode ser um grande problema no momento em que você pode mais precisar. 

Como consultar o CPF?

Para saber se o seu nome está sujo, bem como obter detalhes sobre a situação há pelo menos três canais onde isto pode ser feito. O primeiro e mais conhecido é o site do Serasa, todavia, a consulta também é possível, através do SPC, Boa Vista Consumidor e até mesmo na página do Banco Central. 

A consulta no Serasa, além de ser simples e rápida, é gratuita. Basta informar o seu CPF e alguns outros dados pessoais,  caso você ainda não possua cadastro. A plataforma lhe informa o que está sendo cobrado, bem como as possibilidades de negociação da dívida.

Comentários estão fechados.