Confira 5 passos para conseguir créditos para o seu negócio

0

Seu negócio foi afetado pela pandemia e agora precisa de um auxílio financeiro para manter a operação? Ou então, você enxergou uma “dor” no mercado e uma oportunidade de solução, mas precisa de recursos para impulsionar seu negócio? Então, um empréstimo pode ser uma saída para esses cenários.

Mas como conseguir empréstimo para empresa? Confira a seguir as principais informações sobre o assunto.

Importância do empréstimo empresarial

O sonho de qualquer empreendedor é iniciar um negócio e ter recursos de sobra para qualquer tipo de ação ou decisão, certo? 

Seria realmente o cenário perfeito, mas sabemos que não é exatamente assim que as empresas iniciam suas atividades. 

Aportes de sócios ou antecipação de recebíveis nem sempre atendem as necessidades do seu negócio.

É justamente aí que entra o empréstimo empresarial e como conseguir empréstimo para empresa.

Mas qual a importância dele?

Com um empréstimo para empresa aprovado, seu negócio pode aumentar o estoque, comprar maquinário ou suprimentos com preço mais competitivo. 

O empréstimo empresarial pode ser usado também para a compra de um espaço físico maior para a operação. 

Esses exemplos podem afetar diretamente na lucratividade de sua empresa, por isso o empréstimo empresarial não é só importante, ele pode ser a ‘virada de chave’ para o sucesso de um empreendimento.

Como conseguir empréstimo para empresa?

Caso você ou sua empresa nunca tenha solicitado um empréstimo, atente-se para alguns itens, pois geralmente a recusa das instituições financeiras têm o mesmo motivo: falta de garantias. 

Então, veja como conseguir empréstimo para empresas e alguns cuidados necessários para ter maior sucesso na hora de negociar o seu!

Planejamento:

O primeiro passo é analisar o seu negócio e sua real necessidade.

Com base no que avaliar, planeje como o possível será utilizado e qual a programação para quitar a dívida.

Esta análise permite certificar-se da exigência por um empréstimo ou financiamento.

Muitas vezes, empresas que não fazem esta análise acabam por contrair dívidas que não seriam necessárias se outro planejamento tivesse sido feito.

Finanças pessoais:

Tenha certeza de que seu nome (no caso, seu CPF) está limpo ‘na praça’, pois mesmo que solicite um empréstimo para empresa, seus dados serão avaliados e levados em consideração na hora de conceder o recurso.

Opções:

Analise as instituições financeiras e todas as opções que elas oferecem.

Por vezes, há linhas de crédito específicas para a necessidade da sua empresa.

Avalie todas as taxas, juros, exigências e restrições para não ser surpreendido no caminho.

Custo efetivo total:

Não se esqueça de calcular o custo efetivo total do valor do empréstimo ou financiamento, pois além do valor de taxas e juros, há também a cobrança de taxa administrativa.

Para isso, procure o seu contador que o profissional estará capacitado para calcular aquele recurso que é mais vantajoso para manter a saúde financeira de sua empresa.

Plano de Negócios:

Caso não tenha, providencie, mas se já possua um plano de negócios de sua empresa, mantenha o documento devidamente atualizado, pois é extremamente relevante para que as instituições financeiras avaliem a seriedade do seu negócio.

Pedido:

Feita a análise das instituições financeiras, reunido todos os documentos necessários (inclusive o seu plano de negócios), formalize o pedido junto à instituição selecionada e aguarde a aprovação.

Esteja ciente de que, algumas vezes, o processo é burocrático e voltará com solicitações de outros documentos para garantir a liberação do crédito.

Além disso, saiba que as instituições financeiras utilizam critérios de risco, conhecidos como Seis Cs, que influenciam na concessão de crédito.

Veja quais são eles e tenha atenção na hora de solicitar.

Os Seis Cs da análise de crédito:

Caráter:

Credibilidade dada à empresa com base no histórico de pagamentos, atrasos e apontamentos cadastrais.

Capacidade:

Diz respeito ao resultado operacional e líquido da empresa procedendo na sua capacidade de pagar suas dívidas.

Capital:

São os bens da empresa que poderiam ser liquidados para o pagamento de dívidas.

Conglomerado:

São operações e relações entre as partes relacionadas da empresa (PFs e PJs).

Condições:

Aspectos que afetam o setor no qual a empresa está inserida.

Colaterais:

As garantias formais apresentadas na operação.

Lembre-se de que, se sua empresa precisa de um montante, todas as informações do seu negócio devem estar claras e passar credibilidade para a instituição financeira.

piramide

Quem libera o empréstimo ou financiamento também está se arriscando, portanto, quanto mais perceptível for a seriedade do seu negócio, transmitindo a ideia de solidez, estará mais suscetível a receber o valor que precisa.

Essa dica é essencial para entender como conseguir empréstimo para empresa!

5 passos para conseguir créditos para o seu negócio

O empréstimo para empresas é, sem dúvidas, um divisor de águas para muitos negócios, pois permite a expansão ou a manutenção da saúde financeira de um empreendimento.

Confira a seguir 5 passos de como conseguir empréstimo para empresa que ajudarão você a conseguir crédito para o seu negócio.

1. Necessidade de crédito

Identifique qual a real necessidade da sua empresa.

Pretende comprar mais máquinas ou expandir a estrutura física? 

Independentemente da razão, tenha a clareza do valor e da motivação para solicitar o crédito.

Afinal, muitas empresas afundam em dívidas por solicitar montantes no impulso, sem uma análise minuciosa. 

2. Instituição financeira

Avalie as instituições financeiras e as respectivas linhas de crédito oferecidas, com taxas, juros e prazos.

Estar ciente de todas as opções é peça-chave para escolher aquela que melhor se enquadra na necessidade de sua empresa.

3. Restrições

Analise os fatores de restrição apontados por cada instituição financeira e suas linhas de crédito.

Lembre-se de que sua empresa deve estar adequada às exigências da instituição financeira escolhida.

Isso é um passo essencial para entender como conseguir empréstimo para empresa.

4. Plano de Negócios

Novamente, o Plano de Negócios tem o objetivo de mostrar a quem libera o crédito de que seu negócio é viável. 

Portanto, é imprescindível que sua empresa tenha um Plano de Negócios atualizado e que demonstra solidez e/ou capacidade de corresponder ao investimento feito pela instituição financeira por meio da linha de crédito liberada. 

5. Financiamento

Formalize o pedido e entregue à instituição financeira a documentação exigida.

Sempre tenha em mente que, quanto mais por dentro das exigências você estiver, mais fácil obter a aprovação.

Dicas de como conseguir crédito empresarial para seu negócio

Dica 1:

Utilize recursos próprios para manter o capital de giro e priorize o montante de um empréstimo ou financiamento para máquinas e equipamentos.

Por quê? Pois estes são considerados investimentos fixos, o que significa que há custos menores, prazos e limites maiores, e mais facilidade nas garantias.

Dica 2:

Mostre que estudou sobre mercado, produto, finanças e operação, provando a viabilidade do seu negócio e a capacidade de pagamento, afinal, a instituição financeira quer correr o menor risco possível.

Dica 3:

Aproveite o banco com que você já se relaciona e procure as opções oferecidas, pois, muitas vezes, um bom relacionamento com o banco garante alternativas interessantes para o seu negócio.

Conclusão

O empréstimo não deve ser visto como algo arriscado, mas sim, como uma oportunidade de impulsionar o seu negócio.

No entanto, sua empresa deve ter um objetivo claro quando opta por solicitar uma linha de crédito e mostrar viabilidade na hora de apresentar a documentação necessária. 

A relação é arriscada para ambas as partes, por isso, tenha certeza do que procura e da capacidade de pagamento de sua empresa para não comprometer a saúde financeira do seu negócio.

Dica do Jornal Contábil: Dê fim às taxas bancárias e não perca mais uma manhã inteira nas filas de um banco, CLIQUE AQUI para conhecer o C6 Bank.

Fonte: Conexão Financeira