Confira o calendário completo das últimas parcelas do Auxílio Emergencial 

O benefício continua disponibilizando cotas que vão de R$ 150 a R$ 375. 

A ideia do Governo Federal era conceder 4 parcelas do Auxílio Emergencial aos cidadãos elegíveis para o benefício. No entanto, devido à persistência da pandemia da covid-19, o auxílio ganhou mais 3 ciclos de pagamentos. 

Vale ressaltar que o Auxílio Emergencial já está próximo do seu fim,  pelo menos conforme o cronograma oficial disponibilizado pelo governo até o momento. Neste sentido, restando apenas a liberação do saque da sexta parcela para nascidos a partir de julho, e a distribuição completa da 7.ª e última rodada. 

Ademais, cabe salientar que os valores referentes ao último ciclo de pagamentos permanece o mesmo, de modo que a cota mínima de R$ 150 é concedida a famílias compostas por apenas um integrante, o valor médio de R$ 250 às famílias com duas pessoas ou mais e o teto de R$ 375 é pago às mães chefes de família. 

Cronograma restante do Auxílio Emergencial 2021

Lembrando que beneficiários do público geral e integrantes do Bolsa Família, possuem calendários diversos no Auxílio Emergencial. 

Neste sentido, aqueles que são contemplados pelo Bolsa Família, recebem o benefício conforme o último dígito do Número de Identificação Social (NIS), em um único calendário. Já no caso de beneficiários do público geral, o Auxílio Emergencial é distribuído em dois calendários, sendo um referente aos depósitos na Conta Poupança Digital e outro para liberação do saque em espécie. Confira o cronograma completo: 

Calendário de saque da 6.ª parcela do Auxílio Emergencial 

Mês de aniversárioData para liberação do saque
Janeiro4 de outubro
Fevereiro5 de outubro
Março5 de outubro
Abril6 de outubro
Maio8 de outubro
Junho11 de outubro
Julho13 de outubro
Agosto14 de outubro
Setembro16 de outubro
Outubro18 de outubro
Novembro19 de outubro
Dezembro19 de outubro

Calendário da 7.ª parcela (Público geral) 

Mês de aniversárioData do depósito Data para liberação do saque 
janeiro20 de outubro1.º de novembro
fevereiro21 de outubro3 de novembro
março22 de outubro4 de novembro
abril23 de outubro5 de novembro
maio23 de outubro9 de novembro
junho26 de outubro10 de novembro
julho27 de outubro11 de novembro
agosto28 de outubro12 de novembro
setembro29 de outubro16 de novembro
outubro30 de outubro17 de novembro
novembro30 de outubro18 de novembro
dezembro31 de outubro19 de novembro

Calendário da 7.ª parcela (beneficiários do Bolsa Família) 

NIS finalData de pagamento 
Beneficiários com NIS de final 118 de outubro
Beneficiários com NIS de final 219 de outubro
Beneficiários com NIS de final 320 de outubro
Beneficiários com NIS de final 421 de outubro
Beneficiários com NIS de final 522 de outubro
Beneficiários com NIS de final 625 de outubro
Beneficiários com NIS de final 726 de outubro
Beneficiários com NIS de final 827 de outubro
Beneficiários com NIS de final 928 de outubro
Beneficiários com NIS de final 029 de outubro

Nova prorrogação do Auxílio 

Diante do fim do Auxílio Emergencial neste mês de outubro, o Governo Federal ainda pensa em medidas para amparar a parcela da população mais necessitada. A principal ideia da atual gestão do país é lançar a restruturação do Bolsa Família que passará a ser chamado Auxílio Brasil, todavia, devido a problemas orçamentários, ainda não se sabe ao certo se isto será possível. 

Em razão disso, parte do governo ainda debate a respeito de uma nova prorrogação do Auxílio Emergencial até 2022. Tal medida tem sido fortemente defendida pelo Ministro da Cidadania, João Roma, em contrapartida, Paulo Guedes, Ministro da Economia, não vê necessidade de uma nova extensão do benefício, pois não há justificativa fiscal para tal. 

Enfim, ainda não há uma decisão oficial a respeito da prorrogação do auxílio até 2022. Contudo, estima-se que esta questão deve se desdobrar no decorrer do mês de outubro. 

Comentários estão fechados.