Conheça 20 profissões que vão estar em alta em 2019 – e por quê

Ainda devido aos efeitos da crise, muitos profissionais passaram por um ano difícil, com o mercado de trabalho retraído e sem muitas perspectivas. Mas a tendência para 2019 é de melhora – e algumas áreas vão se destacar.

“Diferente de 2018, onde TI e Digital puxaram a demanda por inovações, atualização de conhecimento, novos profissionais, serviços e produtos, para o próximo ano as projeções ainda não são conclusivas, mas o setor de Saúde e Ciências da Vida foi uma surpresa, comparado aos últimos três anos”, afirmou Ricardo Basaglia, diretor geral da Michael Page e Page Personnel.

Segundo ele, os segmentos “onipresentes” como Tecnologia, Marketing e Finanças seguem fortes. “Se nas esferas político-econômica houver as mudanças prometidas durante as campanhas deste ano, e o mercado continuar absorvendo a Reforma Trabalhista, poderemos ter a reinserção de profissionais no mercado das mais variadas formações, talentos que ainda estão procurando trabalho ou em algum tipo de transição na carreira”, diz.

InfoMoney separou um compilado com as 20 profissões que estarão em destaque no próximo ano com a ajuda das consultorias de recrutamento Talenses e PageGroup.  

Confira:

Cargo: Cientista de DadosO que faz? traz insights decisivos para a empresa, tornando-a mais inteligente, fazendo o tratamento do dados históricos que a empresa possui, ou no caso os dados do seus clientes, que poderão ser decisivas em tomadas de decisões futuras da empresa.

Perfil da vaga: profissionais analíticos, com pensamento lógico, habilidade com números, conhecimento em programação, com formação em Computação, Estatística, Matemática e etc.

Salário: entre R$ 10 mil e R$ 20 mil

Motivo para estar em alta: são informações valiosas, que uma vez interpretadas e colocado inteligência nelas, podem levar a performance da empresa para outro patamar, pois darão o foco correto para onde a estratégia da empresa deve se direcionar.

Cargo: CDO (Chief Data Officer)O que faz? executivo responsável por liderar a transformação digital das empresas.

Perfil da vaga: precisa ser um profissional híbrido, acostumado com as rotinas de tecnologia e com o universo digital. Ter capacidade de se envolver em múltiplas tarefas na empresa, como tomadas de decisões por meio de dados, transformação de processos e de conhecimento, habilidade para se relacionar com os principais stakeholders de diversas áreas, como produção, vendas e marketing, além de tecnologia da informação. 

Salário: entre R$ 30 mil a R$ 45 mil

Motivo para estar em alta: o trabalho do CDO permite que tecnologias como big data, internet das coisas, mobilidade e inteligência artificial e metodologias e conceitos como design thinking, design sprint, Scrum, DevOps e MVP sejam adotados para melhorar o desempenho e eficiência da companhia, alcançado e garantindo resultados melhores numa maior velocidade.

Cargo: Executivo de vendas Hunter
O que faz? profissionais que atuam na área de vendas em mercados digitais, seja e-commerce, market place, ou até empresas tradicionais que tenham também uma área digital.

Perfil da vaga: habilidade de negociação (vivência no mercado de vendas) e habilidade analítica, ou seja, inteligência do mercado de vendas.

Salário: entre R$ 4 mil e R$ 8 mil 

Motivo para estar em alta: está em alta justamente porque torna a área de vendas cada vez mais inteligente e, assim, garante resultados mais interessantes. Empresas que precisam ser competitivas devem contar com esses profissionais.

Cargo: Talent acquisition O que faz? é responsável não apenas por recrutar as posições, mas estruturar a estratégia da área de recrutamento e seleção da companhia, por exemplo, definir se a área vai atuar com consultoria, etc.

Perfil da vaga: para as vagas de coordenação e gerência, é preciso ter vivência na área e, também, ótimo relacionamento interpessoal, além de conhecimento técnico de ferramentas de inteligência utilizadas por RH. 

Salário: entre R$ 5 mil e R$ 15 mil

Motivo para estar em alta: o motivo está relacionado ao possível aquecimento de mercado de trabalho e necessidade de crescimento de estruturas.

Cargo: Analista de User Experience (experiência do consumidor)O que faz? especialista em proporcionar qualidade à experiência do consumidor e, assim, fidelizar clientes.

Perfil da vaga: é preciso ter capacitação técnica em marketing e, de preferência, especializações voltadas para experiência do consumidor. Além disso, é importante ter visão de negócios e de processos.

Salário: entre R$ 4 mil e R$ 10 mil

Motivo para estar em alta em 2019:as empresas estão percebendo que, cada vez mais, o usuário o cliente que chega até a empresa por um canal de reclamação, por exemplo, pode sair comprando o produto ou serviço de outra empresa.

Saúde e Life Science

Cargo: Representante/Gerente de Vendas

O que faz: prospecção de potenciais clientes e parceiros; geração de demanda e ações promocionais; acompanhamento da performance e desenvolvimento da força de vendas; estabelecimento de planos de visitas; análise de concorrentes; estudo de mercado; levantamento de resultados de vendas e demanda; participação em convenções e congressos; desenvolvimento de relacionamento no mercado público e privado.

Perfil da vaga: desejável formação ou especialização em negócios, marketing, comercial ou negociação; idiomas (desejável, mas não imprescindível, isso pode variar pela nacionalidade e demais pré-requisitos da empresa).

Salários – Representante: R$ 5 mil a R$ 8 mil + variável Gerente de Vendas: R$ 16 mil a 25 mil + variável

Motivo para estar em alta: peça-chave nas definições de planos táticos e estratégicos comerciais da companhia para o atingimento das metas, aumento nos resultados de vendas e engajamento da equipe comercial.

Cargo: Gerente de Qualidade

O que faz: responsável por implantar o sistema de “Boas Práticas de Fabricação”, preparar a empresa e os colaboradores para auditorias internas e externas. Revisão, preparação e aprovação de procedimentos, tratamento de não conformidades e controle de mudanças, qualificação de fornecedores e suporte ao departamento de Controle de Qualidade.

Perfil da vaga: graduação em Farmácia. Pós-graduação ou especialização é considerado um diferencial. Idioma desejável de acordo com a necessidade da empresa.

Salário: R$ 17 mil a R$ 25 mil + bônus anual + carro + plano de previdência + pacote de benefícios.

Motivo para estar em alta: os órgãos regulamentadores, como a Anvisa, estão cada vez mais exigentes e burocráticos para liberação de produtos e serviços. Portanto é necessário ter a pessoa certa nesta cadeira para ter controle de todos os processos de boas práticas de fabricação, deixar o processo de qualidade 100% correto e assim não ter impacto em outras áreas ou no principal ponto que é o registro e venda dos produtos.

Cargo: Gerente de Marketing de Performance

O que faz: o profissional de performance é responsável por direcionar o investimento no melhor canal para seu negócio, baseando-se em números do negócio e nas ações de marketing de performance realizadas.

Perfil da vaga: precisa conhecer bem a estratégia de marketing e o orçamento do cliente para definir onde investir para ter um retorno saudável nas dezenas de formatos de mídia existentes no mercado. Definição e acompanhamento de indicadores de desempenho é pré-requisito obrigatório.

Salário: R$ 10 mil a R$ 15 mil.

Motivo para estar em alta: empresas cada vez mais apontam o marketing com uma área estratégica e que controla o retorno de investimentos em diferentes mídias.

Cargo: Advogado Contencioso Legal

O que faz: profissional sênior atuando no contencioso e que cuide da parte processual. Ou seja, cuida de toda a esfera judiciária ou arbitral com o intuito de solucionar um conflito.

Perfil da vaga: capacidade estratégica e de gestão. Trata-se de um profissional que atua mais comumente em escritórios de advocacia, mas que também pode ter importante função em empresas.

Salário: R$ 13 mil a R$ 25 mil

Motivo para estar em alta: como consequência de um momento de crise, a tendência de aumentar a quantidade de litígios é evidente. Neste contexto, há maior demanda pelo judiciário, o que resulta em muito trabalho para profissionais da esfera contenciosa. Os advogados de contencioso especializado devem ser ainda mais necessários em um cenário de recuperação, como se espera para o próximo ano, devido a sua capacidade estratégica.

Cargo: Advogado de Compliance

O que faz: institui normas de governança, defini limites lícitos para conduta de profissionais e para procedimentos da empresa, aplica normas instituídas por matriz estrangeira (podendo ou não fazer adequações locais), fiscaliza operações políticas, fiscais ou morais de assuntos relacionados à empresa, além de dar cursos e treinamentos para ensinar e disseminar o tema internamente.

Perfil da vaga: profissional que passou a atuar tanto em empresas como em escritórios de advocacia, na maioria das vezes um profissional mais sênior.

Salário: R$ 25 mil a R$ 70 mil.

Motivo para estar em alta: em razão das investigações políticas e fiscais ocorridas nos últimos anos no Brasil, as empresas se preparam para este novo cenário de governança mais rígida. Ética passou a ser um valor ainda mais requisitado, tanto pelas empresas, como pelos candidatos.

Cargo: Gerente de planejamento Financeiro

O que faz: é o responsável pelo budget, projeções e novos negócios.

Perfil da vaga: domínio completo das rotinas financeiras e do negócio, já com habilidades da era digital, boa capacidade de comunicar resultados e capacidade de relacionamento.

Salário: R$ 14 mil a R$ 25 mil.

Motivo para alta em 2018: posição estratégica para tomada de decisão e relacionamento entre as áreas, nesse momento de retomada de mercado, essencial para o crescimento.

Cargo: Gerente de Parcerias e Canais

O que faz: cria as estratégias para atingir as metas de produtos e serviços.

Perfil da vaga: capacidade de encontrar novos parceiros comerciais por meio da análise do perfil de empresas e avaliação de nichos de mercado.

Salário: R$ 15 mil a R$ 20 mil.

Motivo para estar em alta: posição estratégica para aumentar a capilaridade dos produtos e serviços ofertados. Com a retomada de mercado, é essencial criar parcerias rentáveis e de alto valor agregado.

Cargo: Business Partner Senior

O que faz: influenciador da liderança para as decisões estratégicas com relação às pessoas e melhores práticas de RH, garantindo que estejam sendo aplicadas para a necessidade específica do cliente interno. É a área de Recursos Humanos dentro do negócio, atuando como guardião das políticas e assegurando conformidade dos processos em temas de desenvolvimento de carreira, reconhecimento e recompensa.

Perfil da vaga: experiência para influenciar os executivos do negócio. Habilidade de influência, visão estratégica, comunicação efetiva e conhecimento de negócio.

Salário: R$ 25 mil a R$ 35 mil.

Motivo para estar em alta: com o mercado voltando a crescer, é a posição essencial para garantir que a empresa esteja seguindo as melhores estratégias. Área mais estratégica para gestão de pessoas.

Cargo: Desenvolvedor Back-end

O que faz: é o responsável por dinamizar sites de diversas plataformas a partir de linguagens de programação. Organiza as informações visíveis ao usuário.

Perfil: formação em Engenharia da Computação ou áreas correlatas.

Salário: R$ 7 mil a R$ 13 mil.

Motivo para alta em 2019: vai atender as empresas de inovação: startups, fintechs e demais ramificações do conceito, como legaltechs, edutech etc. Companhias ligadas a praticamente todos os campos da Tecnologia da Informação. É um profissional básico para os mais diversos serviços tecnológicos.

Cargo: Desenvolvedor Mobile

O que faz: sua missão é programar/criar e reparar aplicativos para plataformas de celular/dispositivos móveis em suas diversas variáveis, incluindo o universo de games.

Perfil: formação em Engenharia da Computação ou áreas correlatas.

Salário: R$ 10 mil a R$ 17 mil.

Motivo para alta em 2019: todos serviços do mundo analógico estão migrando de algum modo para o campo digital, e aí surge a importância de disponibilizar essas informações em formato móvel, simples, agradável e seguro para os usuários. É um profissional que já está na base dos times tecnológicos.

Cargo: Gerente Comercial (canal indireto)

O que faz: responsável por qualificar e gerir o relacionamento, margem e volume de vendas indiretas para distribuidores ou revendas;

Perfil da vaga: senioridade para entender o modelo de negócio do canal e propor uma solução “ganha-ganha”. Habilidade de influência, boa capacidade analítica, negociação e conciliação.

Salário: de acordo com senioridade pode variar entre R$ 15 mil e  25 mil + bônus e/ou comissões

Motivo para alta em 2019: o modelo de vendas indiretas permite maior capilaridade e penetração em diferentes clientes/regiões. É um padrão com custos fixos menores e que cria um ecossistema de vendas positivo. Essa posição vem crescendo nos mercados de tecnologia e bens de consumo.

Cargo: Gerente de Desenvolvimento de Negócios

O que faz: esse profissional é responsável por definir a política e estratégia de execução junto a liderança da companhia com foco em buscar novas frentes de negócio, desenvolver contas estratégicas e gerar oportunidades ainda não trabalhadas. É de extrema importância que haja um plano comercial bem elaborado afim de garantir um mapeamento claro de quais mercados atuar e alocar força de vendas.

Perfil da vaga: profissional “multitarefas” e com perfil consultivo, capaz de desenhar planos de ação a serem executados em campo além de capacidade analítica de acompanhar todos indicadores de performance. Competências comportamentais são fundamentais para esta posição, assim como alta energia, pro atividade, atitude, persuasão, resiliência e boa comunicação.

Salário: R$ 12.000 – 18.000 + bônus e/ou comissões.

Motivo para estar em alta: área comercial é um dos principais gatilhos em momentos de retomada e crescimento. Ela tende a receber investimento e maior respaldo dentro das organizações devido ao foco em aumentar participação de mercado e consequentemente faturamento. Setor de Serviços e Industria vem demandando este perfil com mais frequência.

Cargo: Analista de Produtos

O que faz: responsável pelo desenvolvimento ou melhora de algum produto oferecido pela empresa para o cliente final.

Perfil da vaga: capacidade analítica e crítica sobre o funcionamento e desenvolvimento de novos negócios; criatividade para pensar em novos negócios e maneiras de fazer a experiência do cliente mais prazerosa.

Salário: R$ 8 mil a R$ 12 mil.

Motivo para estar em alta: companhias de todos os portes estão em busca de candidatos com expertise em produtos diferenciados. O mercado precisa de mentes e ideias capazes de fazer os consumidores utilizarem mais seus serviços. Assim como em muitas áreas, a experiência do usuário é o que faz uma pessoa utiliza um serviço financeiro ou não.

Cargo: Consultor de Investimentos

O que faz: gerencia uma carteira de investimentos.

Perfil da vaga: perfil altamente comercial para obter mais clientes; alto conhecimento de produtos financeiros para recomendar a melhor opção para seu cliente.

Salário: Fixo a partir de R$ 8 mil + remuneração variável (perfil bem agressivo).

Motivo para alta em 2019: Com o acesso livre de todo tipo de investidor (de média ou alta renda), realmente saber o que dizer e como direcionar pessoas para investir é um grande diferencial. Além disso, o volume de agentes autônomos que o mercado necessita atualmente é relevante. Profissionais com uma carteira de clientes fiéis e que sabem investir podem atingir muito mais em sua carreira.

Cargo: Especialista Tributário

O que faz: apuração de impostos diretos e indiretos. Atendimento à auditoria. Planejamento tributário da empresa para recuperação de crédito. Disseminação de conhecimento no time.

Perfil da vaga: inglês avançado será diferencial para maior parte das empresas. Ótima comunicação para transitar entre áreas. Proatividade e ótima interpretação de texto, para pesquisas recorrentes de legislação.

Salário: R$ 9 mil a R$15 mil.

Motivo para estar em alta: o cenário pós-crise está forçando as empresas a reestruturar a área tributária para que consigam planejar 2019 em um novo momento de expansão da economia, ao mesmo tempo reavendo créditos com o governo.

Conteúdo via InfoMoney