Conheça a importância das placas de sinalização no meio corporativo

0

Imagine visitar um local pela primeira vez e não encontrar nenhuma placa de sinalização. Certamente você se sentirá perdido e irá recorrer a internet, certo? Porém, isso não pode acontecer. 

Já pensou em andar em um shopping, hospital ou no trânsito e não visualizar nenhuma orientação nesse trajeto? Pois é, as placas de de sinalização são fundamentais para transitar adequadamente no espaço, economizar tempo e não ficar perdido. 

Além disso, as placas de sinalização além de fornecerem segurança, são uma importante ferramenta de comunicação, sabia? 

Provavelmente você está em constante contato com placas de trânsito, localização, informações de serviço e etc. Imagine uma realidade sem cada uma delas? Seria muito difícil, não é mesmo? 

Contudo, a sinalização também é muito útil no ambiente corporativo. Além de influenciar na estética da empresa, podem mostrar a identidade visual da organização, como as cores tipografia e até as formas de linguagem. 

Portanto, isso tudo pode transmitir uma imagem mais séria e descontraída, claro, dependendo da visão dos colaboradores e visitantes da corporação. 

Então, que tal conhecermos um pouquinho mais sobre as placas de sinalização e como elas podem ser utilizadas no ambiente corporativo?

Placas no meio corporativo 

Bom, neste post conseguindo entender que a sinalização é importante não só pela orientação, como também pela estética, né? 

Além disso, a falta de sinalização é responsável por cerca de 10% dos acidentes causados no ambiente de trabalho.

Por isso, separamos algumas dicas para sinalizar o seu ambiente de trabalho e melhorar a informação. Vamos lá?!

Identificação dos setores 

Normalmente, as pessoas que visitam uma empresa não querem perder tempo perguntando ou ‘’adivinhando’’ onde fica cada setor. 

Alguns compromissos podem ser atrasados ou até mesmo perdidos se as pessoas não encontram o setor que ao qual precisam se dirigir. 

Por isso, é legal desenvolver um projeto de sinalização adequado e criativo para indicar a realização de cada setor de forma clara e informativa. 

Comunicação adequada ao público 

Deu para perceber que as placas de sinalização oferecem mais confiança para as pessoas que transitam pelo ambiente, não é? 

Porém, para que isso aconteça, essa sinalização deve passar a mensagem adequada ao público que se direciona. Basicamente, as placas precisam estar de acordo a quem frequente o local. 

Em uma escola, por exemplo, o espaço é voltado de adultos e crianças. Então, a linguagem deve ser clara para os dois públicos. Principalmente se as crianças estiverem em fase de alfabetização, o que significa o uso de imagens, figuras ou até mesmo desenhos.

Bom, a sinalização deve ser entendida por todas as pessoas, inclusive por quem possui necessidades especiais. Por isso, crie placas em braile e sinalização sonora para atender esse público.

Garantem a segurança contra acidentes

No geral, as sinalizações de segurança são específicas em cada caso, mas todas respeitam as mesmas normas. 

Em casos de acidentes, por exemplo, as pessoas conseguem encontrar as saídas de emergências por meio das placas de sinalização do local. 

Além disso, é com a sinalização que os funcionários sabem onde encontrar os dispositivos de segurança em situações alarmantes, como um incêndio. Todas as saídas, vias e equipamentos devem ser sinalizado por placas ou sinais sonoros. 

Por esse motivo, placas de equipamento e alarmes são obrigatórias, e fazem parte das normas que devem ser cumpridas pela empresa. Claro, elas variam de acordo com o estabelecimento e equipamentos disponíveis para cada um deles. 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Porém, alguns desses dispositivos são utilizados na maioria dos estabelecimentos, como o pó químico, espuma mecânica, conservação em caso de manutenção de elevador, alarme e detecção de incêndio. 

Mas, é por isso que placas de alerta e proibição são consideradas fundamentais para a segurança do ambiente. Sendo assim, entre os riscos que devem ser sinalizados, podemos enfatizar: 

  • Proibido fumar;
  • Proibido produzir chama;
  • Sinalização contra risco de choques elétricos, produtos tóxicos e radiação, corrosão e explosões; 

Portanto, é importante lembrar que as placas de sinalização de uma empresa devem atender uma boa estética e legibilidade, com um espaço apropriado para a apresentação das informações. 

Faça manutenção das placas 

Nunca deixe de fazer uma manutenção sobre a sua sinalização atual. Não é interessante deixá-las sem cuidados por muito tempo. 

Alguns materiais começam a destacar e deixam o aviso ilegível, não possibilitando que a mensagem seja entregue de forma correta. 

Além disso, é imprescindível verificar se o fabricante é de qualidade no momento da compra. Não abuse na hora das perguntas, fale sobre o material, a garantia e os cuidados a serem tomados. 

Uma vez que a manutenção não é realizada, problemas como apagamento das letras ou deslocamento na parede podem surgir. 

Faça testes com sua equipe 

Depois de implementar a sinalização, um processo muito importante é realizar testes com toda a equipe. Assim, você pode identificar se os posicionamentos ficaram claros e intuitivos. 

Se surgirem dúvidas, é sinal que um novo planejamento precisa ser realizado, levando em conta o feedback fornecido. 

Durante um acidente, por exemplo, não há tempo para dúvidas e falhas. É preciso que a mensagem seja assimilada de forma rápida e objetiva. 

Faça uma lista das sinalizações exigidas por lei

É sempre bom ter um parâmetro antes de realizar uma compra, né? Dependendo do tamanho das suas instalações, essa tarefa pode levar algum tempo. 

Em contrapartida, é um processo obrigatório. É fundamental que caixas de força, rotas de saídas de emergência, alertas em paredes e elevadores, tela de proteção, avisos de condutas preventivas, banheiros, entre outros, fiquem sinalizados corretamente. 

Por exemplo: elevadores devem sinalizar o limite de passageiros, e o peso que ele suporta em seu interior. 

Como deve ser feita a sinalização?

Pronto! Agora que você já sabe a importância das placas de sinalização no seu ambiente de trabalho, é necessário saber como aplicá-las, certo?

Portanto, busque por prestadores de serviços que podem realizar essa tarefa: zeladores, manutenção e de serviços gerais. 

O zelador deve cuidar da segurança do condomínio. Sendo assim, ele é responsável por outros funcionários, que devem prestar esse tipo de função. 

Já o profissional de manutenção, possui conhecimento elétrico, hidráulico e pintura para manter a organização da casa, condomínio ou empresa.

Por último, o funcionário de serviços gerais, atua com a higienização e organização do ambiente, mantendo a conservação da placa.

Portanto, lembre-se que o meio corporativo deve ser bem sinalizado para transmitir uma imagem de organização e confiança. Isso é muito positivo para os colaboradores e visitantes, além de passar credibilidade. 


Esse‌ ‌artigo‌ ‌foi‌ ‌escrito‌ ‌por‌ ‌Beatriz‌ ‌Barros,‌ ‌Criadora‌ ‌de‌ ‌Conteúdo‌ ‌do‌ ‌‌Soluções‌ ‌Industriais‌.‌

DICA EXTRA  DO JORNAL CONTÁBIL : MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta. E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!