Conheça o conjunto de ferramentas que fazem você ter uma boa imagem pessoal e profissional

0
Designed by @vgstockstudio / Freepik

O mundo das vendas, definitivamente, é um mundo competitivo. Com mais de 7 bilhões de pessoas no mundo, existem variedades de muitos produtos e serviços.

E, em decorrência desse gigantesco repertório de catálogo de comércio, os profissionais têm de se destacar para conseguir efetuar uma venda.

Mesmo que não diretamente, todos somos vendedores. Advogados vendem serviços da área jurídica aos clientes, escritores vendem seus textos para o público, médicos vendem as suas habilidades para pacientes e professores vendem seu conhecimento para alunos. De um modo ou de outro, estamos constantemente vendendo.

Todavia, na arte da venda, existem muitos cuidados que precisam ser tomados. Um deles, é relacionado à imagem do vendedor. Segundo Paulo Dalla Stella, coach e consultor de imagem, “ninguém vende nada pra ninguém, sem antes vender sua imagem”.

No mundo corporativo e no dia a dia das pessoas, vender sua imagem de maneira positiva, garante um melhor desempenho na vida pessoal e profissional. Entretanto, para isso existem regras sociais e de comportamento que precisam ser respeitadas para criar e fortalecer sua imagem.

Ter uma boa imagem não é só ter um belo conjunto de fotografias bem diagramadas no Instagram. Ter uma boa imagem é ter uma aparência boa. Não relacionado à beleza, mas sim aos comportamentos.

Muito mais do que roupas caras, uma boa imagem pessoal se caracteriza também como uma boa pessoa.

Uma pessoa de conduta, valores e semeada de boas atitudes. “Ser uma pessoa carismática, educada e querida pelos outros, é ser uma pessoa de boa imagem”, afirma o especialista.

Para conseguir vender um produto ou serviço, desse modo, é necessário vender a sua imagem. Mas, como mostrar ao mundo um vendedor humano, que se preocupa com os problemas dos clientes?

No curso Carisma 2.0, que se direciona à assessoria empresarial e pessoal, todas as nuances de comportamento ideal são discutidas, elaboradas e oferecidas como treinamento que irá tornar a pessoa mais apta a lidar com outras e assim aumentar chances de performance positiva.

“Através da explicação do termo na língua inglesa “cool” que descreve este comportamento elegante, positivo e desprovido de ansiedade e tensão, o treinamento percorre várias “ciências” como a filosofia, a psicologia positiva, a inteligência emocional e até mesmo noções de física quântica para explicar o que seria o comportamento milionário que garante sucesso na vida pessoal e profissional”, afirma o criador do curso.

Termos como a autoconfiança, leveza de espírito, comunicação eficaz, educação, vulnerabilidade e humildade, assim como conceitos de felicidade, propiciar paz às pessoas, garantir boas interpelações, e principalmente presença e interesse pelas outras pessoas, e muitos outros, são apresentados como forma de garantir um adequado comportamento social que ajudará na obtenção de importantes soft skills, extremamente necessários para a vida humana.