Conheça o planejamento para aplicação de visto para os Estados Unidos

Quanto é necessário investir para conseguir um visto de permanência no país

Muitas pessoas possuem dúvidas sobre como iniciar um processo de mudança para os Estados Unidos, sejam elas relacionadas a investimentos, métodos para conquistar o visto de trabalho ou mesmo o greencard. No entanto, é importante ressaltar que em todos os casos o ideal é buscar por auxílio qualificado para obter essas informações.

Por essa razão Daniel Toledo, advogado que atua na área do Direito Internacional, fundador da Toledo e Associados e sócio do LeeToledo PLLC, escritório de advocacia internacional com unidades no Brasil e nos Estados Unidos, esclarece algumas das questões relacionadas às oportunidades que podem ser vividas no país. “Atualmente as pessoas buscam ajuda por meios como Instagram e outras redes sociais, mas nenhum advogado pode de fato ajudar por esses canais por questões éticas. Por isso, é importante estar atento com o que se consome na internet”, alerta.

Uma das principais dúvidas sobre os EUA é como empreender ou quais são os vistos que permitem essa ação no país e para o advogado, que é especialista em direito internacional, isso significa iniciar algum tipo de negócio. Para isso, ele explica a necessidade de ter não somente o planejamento financeiro, mas também do projeto que será implementado.

“Nem sempre o valor investido é o mais importante, mas sim a organização para o desenvolvimento e o sustento do modelo de negócio. Com esses pontos definidos, qualquer tipo de visto pode ser aplicado “, relata o advogado. 

Ainda em relação a investimento, o advogado explica que há muitas maneiras de conseguir um Green Card, inclusive sem aplicar qualquer valor nos Estados Unidos. Um exemplo é quando há um empregador que paga todas as taxas de visto, diminuindo os custos. No entanto, ele recomenda que caso o indivíduo tenha qualificação e o valor para aplicação, pode optar pelo EB-2.

Outra situação mencionada por Toledo são os casos de dupla cidadania com países que tenham acordos comerciais com os Estados Unidos, permitindo a aplicação do visto E2, sendo necessário além do valor do próprio visto, o valor de investimento também.

Em todos os casos, o ideal é que ocorra um bom planejamento para conseguir o visto sem muitos percalços. O advogado conta que, com a pandemia, muitos aplicantes tiveram que adiar os planos de mudança, fosse pela quarentena ou por razões financeiras.

No entanto, nesse período essas pessoas puderam aproveitar para planejar com mais cuidado o projeto para o visto, com mais segurança de que sejam aprovados. “Um dos nossos clientes, por exemplo, utilizou esse tempo para fazer novos cursos e especializações, que foram fundamentais para a aprovação na área que ele escolheu. Foram meses de programação financeira e estrutural para conquistar o objetivo”, recorda o especialista.

Por Daniel Toledo é advogado da Toledo e Advogados Associados especializado em Direito Internacional, consultor de negócios internacionais, palestrante e sócio da LeeToledo PLLC.

O escritório Toledo e Advogados Associados é especializado em direito internacional, imigração, investimentos e negócios internacionais. 

A parceria entre o escritório Youjin Law Group e Toledo e Advogados Associados resultou agora na LeeToledo PLLC.

Comentários estão fechados.