Conheça os principais crimes tributários e aprenda como evitar eles

Conheça os principais crimes tributários cometidos pelas empresas, saiba como eles acontecem e evite cometer eles.

Tributos fazem parte da rotina empresarial no Brasil, existem muitos tributos que devem ser pagos, como a lei manda e caso alguém deixe de pagar um tributo ou realizar uma declaração, essa pessoa vai sujeita a punições.

Imagine cometer um crime tributário e acabar sendo penalizado por isso, com toda certeza isso é uma coisa ninguém deseja para sua empresa, isso é algo que pode afundar a sua empresa

Mas, não fique preocupado, nós vamos te mostrar os principais crimes tributários e vamos te ensinar como evitar eles, para que a sua empresa não seja penalizada.

1- Caixa 2

O caixa dois é uma prática ilícita bastante conhecida e ilegal, no caixa 2 a empresa deixa de registrar algumas movimentações do fluxo de caixa, realizando um segundo caixa ilegal.

O caixa 2 é muito utilizado ilegalmente por algumas empresas para evitar o pagamento de impostos mais altos, ou seja, nada mais é que a sonegação de impostos.

A penalidade para quem comete esse crime pode ser reclusão e o pagamento de uma multa. Faça o registro corretamente do fluxo de caixa e evite cometer esse crime.

2- Sonegação de impostos

Esse crime tributário ocorre quando uma empresa prejudica a fiscalização para que os fatos geradores de impostos não sejam expostos, ou quando de alguma forma a empresa atrapalha a soma dos impostos devidos.

Exemplo de sonegação: a não emissão de notas fiscais.

Para evitar esse crime, realize o recolhimento das obrigações tributárias no prazo certo.

3- Conluio

O conluio acontece quando dois um mais concorrentes de um determinado mercado se aliam e definem um preço para determinado produto, para controlar os preços de venda e compra.

O conluio gera um impacto no mercado, diminuindo a competitividade dos preços e criando um monopólio, controlando a produção e a distribuição de determinados produtos.

O conluio pode acontecer de duas formas, ele pode ser tácito quando as empresas não estabelecem uma comunicação, mas reconhecem que uma depende da outra e estabelecem um monopólio mesmo sem comunicação direta ou o conluio pode ser explícito, quando as duas empresas firmam um acordo.

4- Fraude Trabalhista

As empresas devem pagar seus impostos, é isso que ajuda o Estado a se manter financeiramente saudável, além de ser uma obrigação. A falta de pagamento dos impostos devidos é considerada um crime, a fraude fiscal

A fraude trabalhista acontece quando a empresa realiza ações com a intenção impedir, desvirtuar ou fraudar a lei.

Infelizmente, são muito comuns problemas tributários , cartões de pontos adulterados que não marcam as horas corretamente, registrar o funcionário com função inferior para pagar um salário menor, entre outras condutas ilegais.

5- Evasão Fiscal

A evasão tributária acontece quando uma empresa evita de forma intencional o pagamento das suas obrigações tributárias.

A penalidade para quem comete esse crime é reclusão e o pagamento de multa.

 Cumpra suas obrigações e evite punições

Respeite a legislação e preste a atenção em todos os detalhes para não cometer erros e acabar cometendo um crime tributário. Siga nossas dicas e cuide da saúde da sua empresa, não tente economizar o que pode fazer você perder tudo, cumpra as obrigações tributárias da sua empresa corretamente.

Dica Extra do Jornal Contábil: Você gostaria de trabalhar com o Departamento Pessoal?

Já percebeu as oportunidades que essa área proporciona?

Conheça o programa completo que ensina todas as etapas do DP, desde entender os Conceitos, Regras, Normas e Leis que regem a área, até as rotinas e procedimentos como Admissão, Demissão, eSocial, FGTS, Férias, 13o Salário e tudo mais que você precisa dominar para atuar na área.

Se você pretende trabalhar com Departamento Pessoal, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um profissional qualificado.

Comentários estão fechados.