Contabilidade: 8 dicas de que ajudam a gerar renda às empresas

Fintech carioca lista os principais procedimentos de uma gestão contábil que ajudam a evitar a mortalidade de empresas e gerar trabalho e renda

Nem sempre a contabilidade é vista como um sistema de informação indispensável à gestão, muitas vezes é considerada apenas uma obrigatoriedade exigida por lei, mesmo sendo alimentada diariamente pelas transações realizadas na empresa. O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) atualmente conta com 517 mil profissionais registrados em todo país e 67 mil organizações contábeis. Esse grupo precisa dar conta de atender a uma multidão de empreendedores. A responsabilidade é grande, visto que no Brasil pouco mais de 60% das empresas fecham as portas cinco anos após serem criadas, é o que aponta os dados da pesquisa Demografia das Empresas divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Através dos registros contábeis, o empresário pode acessar diversas informações, como custos, giro de capital, giro do estoque e carga tributária que são muito úteis para o planejamento, gerenciamento e desenvolvimento de um negócio.

Sabendo disso, a ContSimples, escritório de contabilidade digital que possui mais de 1.300 clientes em todo o Brasil, reuniu 8 dicas de contabilidade que ajudam a gerar renda e prosperidade à empresas:

1- Saúde financeira em dia

O cuidado com a saúde financeira se assemelha muito ao cuidado com a saúde pessoal. É preciso que haja um equilíbrio entre as receitas e as despesas ao longo do tempo para que a empresa possa cumprir suas obrigações com o governo, seus funcionários, fornecedores, clientes e remunerar seus sócios. “É através da análise da movimentação financeira da empresa que são gerados os relatórios fundamentais para conhecimento da saúde da empresa, como balanço patrimonial, demonstração de resultado, análise de capital, dívidas e investimentos. Algumas das principais ferramentas de diagnóstico da empresa”, explica Francisco Júnior, cofundador da ContSimples.

2- Decisões Estratégias

Serviços de contabilidade bem estruturados e definidos facilitam a tomada de decisões sobre investimentos, contratação de pessoas, desenvolvimento de novos produtos, campanhas de marketing e outras ações que ajudam a alavancar um negócio. De acordo com Francisco Júnior, seguindo esses passos, “O empreendedor pode visualizar como cada uma dessas movimentações estratégicas terá impacto sobre as finanças à curto, médio e longo prazo”.

3- Redução de Impostos

Francisco Júnior acredita que uma gestão empresarial com a contabilidade estruturada auxilia na escolha do melhor regime de tributação em função do momento vivido pela empresa, assim como identificar a melhor hora de alterá-lo para que não se pague nada a mais do que o devido.

4- Em dia com a lei

Adotar a contabilidade como aspecto fundamental do negócio também garante que a empresa cumpra com suas obrigações junto ao governo, evitando gastos elevados por multas e atrasos.

5- Previsibilidade de lucros

Ao usar a contabilidade empresarial como aliada, o empresário pode ter uma previsão dos lucros que sua companhia terá em determinado período do ano baseado em dados concretos, facilitando o planejamento de gastos e uma análise para um possível investimento ou retenção de gastos.

6- Planejamento de despesas

Um bom escritório de contabilidade pode analisar dados contábeis que auxiliam o gestor a planejar as despesas da empresa. Fazendo uma análise do desempenho contábil de anos anteriores, por exemplo, pode se identificar os períodos em que os gastos foram maiores e a razão. “Assim, é possível prever o fluxo financeiro e as reais necessidades de cada negócio durante o ano”, diz Francisco

7- Previsão de crescimento

Todo gestor visualiza e planeja sempre os próximos passos que serão dados pela sua companhia. Saber quanto a empresa deve crescer nos próximos meses ou anos facilita muito na hora de calcular investimentos. “Esses dados obtidos pela contabilidade podem servir até mesmo para o gestor buscar potenciais investidores, uma vez que terá uma forma concreta de demonstrar o quando sua empresa deve crescer no futuro”, explica Francisco Júnior.

8- Possibilidade de contar com imprevistos

Uma boa gestão preocupa-se sempre com emergências. Saber quanto é preciso reservar no caixa para imprevistos é essencial, como um gasto inesperado com manutenção, inadimplência ou até mesmo um pagamento que deve ser antecipado. “Desde o início de funcionamento é importante planejar o capital social que será responsável por cobrir os gastos iniciais para investimento, preparação ou gastos para funcionamento. Assim como despesas de funcionamento, ou emergenciais que devem ser supridas pelo capital de giro”, diz Francisco Júnior

A fintech carioca ContSimples foi fundada em janeiro de 2017 com o objetivo de facilitar a operação e diminuir significativamente o custo com todo o processo contábil de microempresas, freelancers, microempreendedores e startups. A ideia partiu do fundador Marcelo Oliveira,  que há 25 anos atua na área de contabilidade, e o co-fundador Wallace Pacheco, com experiência de mais de 15 anos na área de Tecnologia. www.contsimples.com.br