Contabilidade gerencial: o que é e qual sua importância

Businessman using cell phone in office

A figura do contador vem se desenvolvendo e destacando cada vez mais junto às empresas, e uma das áreas de maior relevância é a contabilidade gerencial, que tem se apresentado como um diferencial para que sua empresa ganhe mais espaço no mercado.

Neste post você vai conhecer um pouco mais sobre essa área, qual sua importância na gestão de negócios e quais os conhecimentos necessários para trabalhar com ela. Acompanhe:

Deu a louca na Ensino Contábil, cursos de 80 a 110 reais (Saiba Mais)

O que é contabilidade gerencial

A contabilidade gerencial pode ser definida como um conjunto de técnicas e procedimentos contábeis, como a contabilidade financeira, a de custos e a análise das demonstrações contábeis, que, quando combinadas, fornecem informações valiosas para o processo de tomada de decisão nas empresas.

Dentro do contexto empresarial, a contabilidade gerencial volta-se para o usuário interno, alimentando diferentes planilhas, relatórios e outras ferramentas que fornecem dados para comparações, elaboração de orçamento, delimitação do ponto de equilíbrio, mix de produtos, correta definição do preço dos produtos ou serviços e até mesmo na definição de metas e objetivos da empresa.

Com a utilização da contabilidade gerencial, é possível também comparar a sua empresa com concorrentes e utilizar dados do mercado para entender melhor o contexto em que você está trabalhando, utilizando previsões e tendências para projetar o futuro de suas atividades e de seu negócio como um todo.

A contabilidade gerencial também pode ser empregada para adequar as ferramentas de gestão ao momento em que a empresa se encontra, já que existem diferentes estratégias que podem ser usadas para o lançamento, expansão ou busca de novos consumidores ou mercados.

Contabilidade gerencial na gestão empresarial

Na gestão de empresas, a contabilidade gerencial desponta como uma forma de driblar a crise, pois apresenta as melhores alternativas em relação aos custos de sua produção, assim como outras possibilidades de otimizar operações, atividades e até departamentos inteiros — o que poderá ser decisivo para manter a competitividade.

Outra possibilidade da contabilidade gerencial é a utilização de ferramentas não financeiras, como é o caso do Valor Econômico Agregado (EVA), usado na avaliação de negócios, ou ainda o Valor Agregado de Mercado (MVA), frequentemente empregado na criação de valor para os acionistas ou sócios de uma determinada empresa. O profissional contábil poderá, até mesmo, auxiliar na implementação de ferramentas como o Balanced Scorecard (BSC), que poderá fazer com que você entenda melhor sua empresa, seus pontos fortes e fracos e o ambiente em que ela está inserida.

O contador vai providenciar informações sobre todos os aspectos de geração de resultado, além de possíveis alternativas para aumentá-lo, ou, ainda, novas possibilidades para que a empresa permaneça em destaque no mercado.

O papel do contador na contabilidade gerencial

O contador, como já foi citado, vem se destacando como principal aliado na gestão estratégica das empresas, já que a contabilidade gerencial tem origem nas demonstrações contábeis que são elaboradas por esse profissional. É essencial que sejam conhecidos custos, receitas, ativos e passivos, e só o contador poderá detalhar como ocorre a movimentação do patrimônio e como essas variações poderão afetar o futuro do negócio como um todo.

Além disso, o profissional contábil pode sugerir estratégias de tributação, sejam elas voltadas para a empresa ou para diferentes produtos, já que o entendimento de impostos e regulamentos também poderá ser utilizado como um diferencial competitivo, uma vez que seu impacto é bastante alto nas empresas brasileiras.

Já que esse profissional conhece profundamente os números de sua empresa, ele também poderá sugerir mudanças estruturais ou de processo, que poderão impactar de forma positiva na diminuição de custos ou no aumento de receita com vendas ou prestação de serviços. Assim, gargalos produtivos, diferentes arranjos ou formas de contabilização dos custos poderão mudar totalmente a realidade de uma empresa.

Conhecimentos e habilidades necessários para se destacar

Para se destacar na área gerencial, além de profundos conhecimentos de contabilidade financeira e de custos, o contador deverá entender bastante da área tributária e de como diferentes arranjos poderão influenciar na tributação de uma empresa como um todo.

Também é preciso que esse profissional tenha conhecimento de outras áreas que são utilizadas para o embasamento do processo decisório como economia, inovação e até mesmo política, e o possível impacto que podem ter no negócio que está sendo analisado.

Já que o inglês é a linguagem universal dos negócios, é desejável também que o profissional domine esse idioma, o que poderá ser essencial até mesmo para negociação com outras empresas e desenvolvimento de networking empresarial.

A comunicação oral e escrita também deverá ser privilegiada, já que, em muitos casos, é preciso elaborar relatórios e fazer apresentações em grupo, demonstrando diferentes conceitos para diferentes profissionais.

Claro que o bom trabalho em grupo também precisa ser uma forte característica do contador, já que ele deverá trabalhar de forma integrada com outros profissionais, passando por aqueles que desempenham atividades junto à fábrica, com processos administrativos e financeiros, e até mesmo junto à alta gestão de uma empresa, que é onde as decisões são tomadas. Habilidades de liderança também deverão ser desenvolvidas, pois o contador poderá assumir papeis de coordenação de diferentes departamentos e equipes de uma empresa.

O conhecimento de sistemas de informação e das últimas novidades em tecnologia, assim como a busca constante pelas diferentes formas do saber, tornam-se imprescindíveis não só para que o profissional se desenvolva, mas também para que traga sempre as melhores soluções do mercado para a sua empresa.

Nesse post você viu como a contabilidade gerencial tem se destacado no mundo dos negócios e, ao mesmo tempo, como a figura do contador tem se mostrado importante para o processo decisório. Assim, o profissional que antes só trabalhava na elaboração de dados contábeis e financeiros, hoje atua como junto à gestão ou até mesmo como controller das empresas, o que exige diferentes conhecimentos e habilidades que vão desde a contabilidade tributária, de custos, inglês e capacidade de comunicação e liderança.

Via BLB Brasil 

Comente

Comentários

Deixe uma resposta