Contabilidade para startups, qual a sua importância?

Como a contabilidade desempenha seu papel dentro de uma startup? É sobre essa questão que este artigo tratará, confira!

É inquestionável que a contabilidade é uma ferramenta de gestão de fundamental importância para o crescimento de toda e qualquer empresa. Isso porque ela é responsável por estudar o cenário econômico e financeiro em que a empresa se encontra, trazendo métricas importantes para mensurar investimentos, retornos e custos. 

Por outro lado, também é possível notar o crescimento de empresas em que o modelo de negócio são as startups, um segmento em ascensão tanto no Brasil quanto no mundo. Mas como a contabilidade desempenha seu papel dentro de uma startup? É sobre essa questão que este artigo tratará. 

Em primeiro lugar, é necessário entender melhor todo o desdobramento do modelo de negócio que é uma startup. Depois, é preciso analisar a importância da contabilidade para sua gestão e continuidade. 

O que é uma startup

Em sua etimologia, startup significa “empresa no início das atividades”. Logo, trata-se de uma empresa que busca sanar algum problema que já existe no mercado, por meio de uma ideia ou solução inovadora. Para montar uma startup é preciso atender alguns requisitos importantes, assim, a empresa deve ser:

  • Escalável: quando a empresa consegue aumentar seu lucro sem que haja o aumento de custos proporcional ao crescimento.
  • Replicável: é a dinâmica em que novos clientes são captados e fidelizados, em que é possível multiplicar clientes sem aumentar os investimentos de forma proporcional aos lucros.
  • Incerta: A incerteza parte do problema que existe no mercado e que precisa ser sanado. Logo, a startup busca por soluções de problemas.
  • Inovadora: a startup tem por uma de suas maiores definições a inovação, pois traz soluções novas para problemas antigos.

empreendedorismo, por meio de novas startups, é um investimento cada vez mais crescente no Brasil, visto que há muitos casos de sucesso em que ideias inovadoras vieram a solucionar problemas antigos e recorrentes. Cada segmento da economia tem suas dificuldades e empasses, assim, a startup busca exatamente este cenário para aplicar uma solução que resolva o problema do cliente e rentabilize em escala para o empreendedor.

Definido o conceito de startup, agora é preciso entender a importância da contabilidade dentro deste modelo de negócio. 

Para que haja um crescimento contínuo e resguardado, é preciso controle, investimento e conformidade, itens que devem seguir a legislação. Infelizmente, muitas empresas iniciam suas atividades sem estes cuidados e acabam por não conseguir se manter no mercado por muitos anos. Para evitar esse tipo de situação, a contabilidade traz o controle e a conformidade citados. Ainda, o papel da contabilidade vai além de atender aos requisitos legais, pois também auxilia no gerenciamento dos lucros, custos e investimentos das empresas.

Hoje se pode contar com o contador online, que traz mais praticidade aos processos e mais agilidade no relacionamento entre empresário e contador, uma vez que todos os processos podem ser solicitados e acompanhados de forma online, o que auxilia o empresário inclusive na contenção dos custos.

Contabilidade para startup

Como já citado, o sucesso do negócio depende não somente de uma boa solução para um problema. Com um mercado cada vez mais competitivo, é imprescindível estar à frente das burocracias e buscar proteger o negócio de problemas conhecidos. Desde a abertura até o atendimento ao cliente é importante ter a contabilidade a seu favor.

Abertura da Startup

O processo de abertura de empresas no Brasil tem tido uma desburocratização considerável. Contudo, é preciso o auxílio de um contador para abrir o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica), I.E (Inscrição Estadual), I.M (Inscrição Municipal), bem como abrir o credenciamento para a emissão de nota fiscal de venda de serviços ou mercadorias.

Planejamento Financeiro X Startup

Para que a empresa tenha sucesso e continuidade, é preciso que o planejamento financeiro esteja bem definido, com suas projeções de custos, investimentos e receitas confiáveis, trazendo ao empresário uma visão fidedigna de sua empresa, com metas e expectativas tangíveis e possíveis. 

Até mesmo a definição do capital inicial na startup, levantado para suportar todos os investimentos, deve ter seu devido planejamento, evitando surpresas financeiras no meio do caminho. Todo esse controle e mensuração financeira é viabilizado através da contabilidade.

Planejamento Fiscal/Contábil X Startup

Acima foram destacadas todas as burocracias legais solicitadas no momento da criação de uma empresa, o que demanda o conhecimento da contabilidade. 

Contudo além da parte documental de abertura da empresa, é preciso ter o gerenciamento documental de toda a movimentação, registrando todas as entradas e saídas da empresa, uma vez que para a tomada de decisão é preciso ter em mãos estas informações escrituradas e aptas para auxiliar o empresário a identificar a situação econômica e financeira da empresa.

Planejamento Tributário X Startup

A adequação tributária é necessária para que a startup esteja enquadrada em um regime tributário adequado, evitando o recolhimento de impostos maior do que realmente é necessário. 

A legislação tributária brasileira tem aspectos complexos, o que dificulta o entendimento e a aplicação das leis da melhor forma possível para o empresário. Assim, devido a essa complexidade, é necessário o auxílio do contador para identificar qual o melhor regime tributário para a startup.

Conformidade tributária/trabalhista X Startup

Além de atender à legislação para a abertura da empresa e gerenciar os documentos, é preciso atender à legislação tributária, observando quais as obrigações legais que a empresa deve respeitar para não ter seu CNPJ baixado ou suspenso, ou mesmo não conseguir emitir sua certidão negativa. 

Estas obrigações legais podem ser divididas em esferas: Estadual, Municipal, Federal, Trabalhista, Previdenciária. A seguir, destacam-se algumas dessas obrigações legais:

  • Emissão de notas fiscais de serviços ou vendas;
  • DIRF (Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte);
  • Folha de Pagamentos;
  • Escrituração Contábil;
  • Sped fiscal;
  • DEFIS (Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais);
  • e-Social.

Estas obrigações podem alterar conforme o regime tributário da empresa ou até mesmo pelo seu faturamento. Nesse sentido, é importante verificar quais são as obrigações legais em que a empresa está enquadrada e entregar as mesmas dentro dos prazos estabelecidos pela legislação vigente.

Em vista de todos esses aspectos legais, é de fundamental importância ter ao lado uma contabilidade online, que auxilie a manter a startup com controles financeiros confiáveis e sempre amparada pela legislação. 

Dessa forma, busca-se um crescimento sólido e contínuo da empresa, mantendo-se longe das estatísticas de fechamento de negócios por falta de controles e gerenciamento.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Vitor Torres, Administrador de Empresas, Empreendedor Endeavor, CEO e fundador da Contabilizei, o primeiro e maior escritório de contabilidade online do país.

Original de Contabilizei

Comentários estão fechados.