Contabilidade para Supermercados: como criar ações que trazem bons resultados

0

A área contábil é um dos departamentos mais importantes de qualquer empreendimento comercial e não poderia ser diferente com a contabilidade para supermercados.

Afinal, estamos falando de um dos maiores setores comerciais do país.

Atualmente, as empresas brasileiras gastam 1501 horas preenchendo e pagando os seus impostos, o que mostra não só o peso da carga tributária nacional, mas também a sua complexidade.

Portanto, se você quer quer o seu empreendimento seja bem sucedido, é importante entender como estabelecer ações de contabilidade para supermercados que façam sentido e sejam eficazes.

Quer descobrir como fazer isso? Então siga a leitura abaixo!

Mapeie toda a contabilidade para supermercados antes mesmo de começar

Você sabia que, atualmente, cerca de 50% de todas as empresas que abrem as portas no Brasil são obrigadas a sair do mercado em menos de 5 anos? Isso acontece por vários motivos, claro, mas um deles é o fato de que as empresas não conseguem se preparar para os obstáculos que terão pela frente.

É fato que a área contábil é extremamente complexa e difícil de lidar.

São 3 grandes regimes tributários, cada um com suas particularidades e regras, além de diversos impostos que são aplicados em situações específicas.

Isso só falando em relação ao faturamento, claro.

Há as obrigações em relação aos produtos comprados, a folha de pagamento, todas as contribuições patronais e muito mais.

Ou seja: é uma área muito ampla e com vários itens a ter atenção.

Por isso, é necessário que você encare a contabilidade para supermercados como uma viagem de navio.

Para chegar ao seu destino, é necessário ter o caminho todo mapeado para evitar icebergs ou pedras escondidas em áreas de baixa maré.

Isso pode ser feito ao estudar a legislação contábil e aprender todas as exigências específicas para supermercados e seus produtos.

Por exemplo, quais as normas e regulações para a venda de bebidas alcoólicas? E em relação aos impostos patronais? Como calcular o pagamento das escalas não-fixas dos trabalhadores?

Organize o seu trabalho para não se perder embaixo dele

Não dá para trabalhar com a contabilidade para supermercado sem organização.

Pense da seguinte forma: um mercadinho daqueles de bairro vendia há alguns anos ao redor de R$240.000,00 por mês. 

Agora pense em como controlar todo o processo contábil referente a essas vendas, especialmente tendo em conta que é claro que os dados serão verificados com o dobro de atenção uma vez que os fiscais tomam especial cuidado com empresas de ampla movimentação financeira.

Contabilidade para supermercados

Imagine, então, como seria controlar a movimentação financeira de um mercado maior.

Pense na quantidade de notas fiscais, papéis e obrigações que devem ser pagas.

Sem um sistema organizado e muito bem estruturado é fácil até para uma equipe de 2, 3 contadoras, talvez até mais, se perder dentro dessa montanha burocrática.

Portanto, o melhor a fazer é adotar um sistema de organização que ajude a dividir as tarefas do jeito certo.

Faça um pouco de cada vez para não se sobrecarregar

Existe uma razão para dizer que as empresas gastam 1500 horas por ano para lidar com impostos.

Não significa que alguém vai até o departamento de contabilidade de um negócio e fica contabilizando as horas, mas sim que o trabalho é feito durante todo o ano, de pouco em pouco.

Essa é a maneira mais fácil de organizar o trabalho, de modo a tornar a situação mais fácil de lidar.

Uma sugestão é criar repartições de mercados em supermercados de grande porte.

Por exemplo, crie um “mercado da padaria”, um “mercado da frutaria”, um “mercado da peixaria”.

Isso faz com que seja mais fácil lidar com a parte de emissão de notas e controle orçamentário e de estoque dos produtos.

Já as contas que são gerais da empresa podem ser tratadas como um todo, como a folha de pagamento.

Mensure tudo para poder otimizar processos

A contabilidade para supermercados é, de fato, uma enorme tarefa.

Mas isso não significa que ela não pode ser realizada de uma maneira cada vez mais otimizada.

Para conseguir criar processos que removam gargalos de produtividade, por exemplo, é vital ter todas as métricas e indicadores de desempenho controlados.

Para isso, é importante mensurar todos os dados possíveis dentro do departamento contábil.

A ideia é criar um esqueleto da empresa feito de dados, ressaltando ligações de causa e consequência entre diversos fatores.

Por exemplo, pode ser que se perceba que o pagamento do 13º em 3 prestações anuais cria um boost de produtividade entre os profissionais da empresa, o que é útil em momentos de maior demanda (como o fim do ano).

Por isso, um acordo coletivo pode ser firmado tentando colocar o pagamento em uma data que possa se aproveitar melhor desse aumento momentâneo de produtividade.

E aí, aprendeu como lidar bem com a contabilidade para supermercados? É claro que a tarefa não é fácil, mas dá para organizar bem o trabalho e usar a parte contábil a seu favor.

Gostou do conteúdo? Então comente abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

DICA EXTRA JORNAL CONTÁBIL: Imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

O nosso parceiro Viver de Contabilidade criou um programa completo que ensina tudo que um contador precisa saber no dia a dia, Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa da Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.