Contabilidade Pública: Piauí é escolhido o “Estado Piloto” para implantação de práticas modernas de Contabilidade no Setor Público

0
42



A Secretaria da Fazenda enviou, na última segunda-feira (4), representantes da Superintendência do Tesouro Estadual à cidade de Curitiba (PR) para participarem de reuniões no Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). O objetivo do encontro é definir novas práticas para modernizar a Contabilidade e as Finanças do Estado. Participam do evento o contador-geral do Estado e analista do Tesouro Estadual, Ricjardeson Dias, e os Analistas de Tecnologia, Pedro Mendes e Éder Carvalho.

Nas reuniões estão sendo definidas novas práticas para pagamento de ordens bancárias tipo “OB BANCO”, onde os órgãos enviam servidor público ao banco para pagar contas como água, luz, telefone, etc. em posse de documentos impressos. Com a nova prática, o Estado poderá efetuar os pagamentos via Sistema de Administração Financeira (Siafem) e não mais será necessário enviar documentação ao banco, o que vai gerar redução de gastos, evitando filas e reduzindo riscos de fraude.



O Piauí foi escolhido por unanimidade como estado piloto para implantação do projeto de modernização. Participam das reuniões, representantes dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Alagoas, Tocantins e Pará, e de alguns municípios, como Juiz de Fora (MG).

“A escolha do Estado do Piauí como piloto desse projeto é uma conquista, pois seremos os pioneiros do Brasil a ter essa nova ferramenta no Siafem. Esse é um grande passo para tornar o Estado uma referência nacional em Contabilidade”, afirma Ricjardeson Dias, contador-geral do Estado.

O Piauí receberá técnicos do Serpro para iniciar o processo de modernização a partir do dia 18 de maio, que trabalharão em conjunto com os Analistas de Tecnologia da Unidade de Tecnologia (Unitec), que têm papel fundamental no processo.

A meta do Serpro é disponibilizar as novas ferramentas já no segundo semestre. A partir daí, o Piauí passará a servir como referência para os demais estados que utilizam o sistema Siafem.

Fonte: Governo do Estado

[useful_banner_manager banners=16 count=1]