Acompanhar as mudanças do setor contábil pode ser um desafio se você não estiver preparado. Isso porque as tecnologias são criadas, as legislações mudam e a exigência da qualidade do atendimento não para de aumentar. 

Enquanto alguns profissionais enxergam essas questões como algo negativo, você deve entender que esses pontos representam boas oportunidades para fazer o negócio crescer. 

Como o contador vem ganhando cada vez mais destaque como um braço direito de qualquer empreendimento, você precisa conciliar o uso das ferramentas corretas, o diálogo com os clientes e a habilidade de analisar dados. 

Com a leitura deste conteúdo, você ficará por dentro de 5 desafios que todo contador tem na rotina e como é possível superá-los. 

1. Reduzir a burocracia

A luta contra a burocracia é diária no Brasil. Segundo o Banco Mundial, os empreendedores nacionais gastam mais de 1.900 horas e R$ 60 bilhões todo ano em processos que poderiam ser mais simples, desde a emissão de notas fiscais até a complexidade das legislações. 

Se você ainda trabalha em uma mesa cheia de papéis, que mais atrapalham a sua produtividade do que ajudam, é melhor mudar logo. Documentos digitais oferecem mais segurança e praticidade — principalmente quando mais de uma pessoa precisa manuseá-los ou é necessário enviá-los aos clientes. 

É comum encontrar também fluxos de atividades extensos e complexos. Quando tudo que acontece no seu escritório contábil passa por você, é melhor ligar o sinal de alerta. Concentrar poderes e decisões em suas mãos é algo arriscado, que deve ser evitado a todo custo. 

Uma boa dica é analisar detalhadamente todos os processos contábeis, a fim de encontrar gargalos e possíveis pontos de melhorias. Delegar tarefas e treinar funcionários são outros  procedimentos que trazem resultados positivos.

Lembre-se de que os seus clientes nem sempre entendem as exigências das leis e os seus desdobramentos. Se você dificultar a comunicação com o contratante, prepare-se para ouvir muitas reclamações e, em casos extremos, perder clientes.

Ao pesquisar no Google rapidamente, é possível encontrar inúmeras opções de soluções para desburocratizar a sua rotina. Decidir-se com base apenas no preço pode ser uma atitude perigosa, portanto, analise com calma cada funcionalidade e veja qual é a melhor opção. 

Entenda melhor sobre o assunto no próximo tópico.

2. Usar as ferramentas certas

Softwares contábeis, chats, ferramentas de automação do Instagram e emissores de nota fiscal automática são apenas alguns exemplos de sistemas que mudaram a dia a dia de um contador. 

Saber utilizá-los corretamente já não é mais um diferencial para se destacar no mercado, mas algo básico para ser produtivo. Nessas horas, ficar preso ao passado e às práticas obsoletas apenas abre brechas para os seus correntes. Então, veja quais processos podem ser otimizados com a tecnologia. 

E não pense que você precisa utilizar softwares complexos. Em muitas situações, uma simples planilha do Excel, bem criada e organizada, pode ser a ferramenta ideal para quem está começando a sua carreira. 

3. Acompanhar as novidades do mercado

O eSocial, o SPED Fiscal e as notas fiscais eletrônicas fazem parte da modernização da contabilidade. Você não pode deixar para entender esses assuntos na última hora. Quem adota essa postura perde para a concorrência e não consegue prestar um serviço cada vez mais estratégico, menos operacional. 

A adoção da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e) é uma questão importante. Como cada estado tem as suas próprias regras, é fácil de se confundir. Enquanto São Paulo exige a utilização do SAT, a NFC-e em Minas Gerais ainda não é obrigatória para todos os contribuintes. 

As redes sociais, por exemplo, são bons canais para você divulgar o seu trabalho e captar clientes. Para isso, você deve produzir conteúdos adequados às dores de sua persona, seja em vídeos para o YouTube, seja em posts no Instagram. 

Participar de eventos, como o Congresso Online Brasileiro de Contabilidade (CONBCON) e o ContaAzul [CON], é outra boa ideia também. Além de entender como as principais empresas do mercado se comportam, você conhece possíveis novos parceiros de negócio. 

4. Ser um bom líder

Assim como qualquer outra empresa, o escritório de contabilidade deve ter um gestor focado no crescimento da gestão e das pessoas ao seu redor. Enquanto a equipe se sente segura para inovar, é preciso se esforçar nos momentos de crise para que o rendimento do trabalho não seja afetado. 

Portanto, você precisa desenvolver as suas habilidades de líder. Dar feedbacks, por exemplo, é um critério fundamental nessas horas. Inicialmente, você pode ficar sem jeito ou não saber como agir. 

Com o passar do tempo, você terá segurança e confiança para conversar com sinceridade e empatia, sempre embasando os seus feedbacks em dados e situações passadas.  

5. Gerar guias de impostos

A geração das guias de impostos é algo que pode tirar as noites de sono de alguns profissionais contábeis. Isso porque a atividade é trabalhosa e, caso aconteça algum erro após a competência, pode ser necessário pagar multas. 

A implantação do SPED Fiscal traz mais agilidade e precisão para os órgãos fiscalizadores, por isso, atenção e cuidado são essenciais. 

O DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) é um bom exemplo disso. Ele facilita o pagamento dos seguintes impostos:

  • IRPJ – Imposto de Renda de Pessoa Jurídica;
  • CSLL – Contribuição Social sobre o Lucro Líquido;
  • PIS/PASEP – Programa de Integração Social / Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público;
  • Cofins – Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social ;
  • IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados;
  • ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços;
  • ISS – Imposto sobre Serviços;
  • CPP – Contribuição Patronal Previdenciária.

O seu pagamento deve respeitar a data de vencimento de cada competência. Mas as falhas de comunicação entre o contribuinte e o contador atrapalham geração do DAS. 

O valor informado no DAS deve corresponder ao valor que consta na Prefeitura ou na Sefaz — e acredite: diversos contabilistas enfrentam problemas para verificar essas informações devido ao grande fluxo de trabalho. 

O problema, em muitos casos, acontece porque o contribuinte utiliza mais de um meio para emitir as suas notas fiscais, como um software emissor ou o próprio portal da Prefeitura. Por isso, muitos escritórios alocam profissionais exclusivamente para a geração das guias, já que a atividade exige cautela. 

Este conteúdo mostrou para você 5 desafios que um contador tem no dia a dia. O uso de tecnologias é um ponto que merece muita atenção. Mas isso não quer dizer que você deve focar as suas energias apenas nesse assunto. 

Ficar por dentro das mudanças das legislações tributárias nacionais, treinar as suas habilidades gerenciais e marcar presença nas redes sociais e em eventos são pontos fundamentais também. 

Que tal você descobrir mais sobre outro assunto muito importante para o setor contábil? Então, entenda como funciona a consulta de nota fiscal!

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.