Site icon Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal

Contador: débitos ainda podem ser negociados pelo Redam

Os profissionais da contabilidade e organizações contábeis, ainda podem negociar seus débitos referentes a anuidades, multas de infração e de eleição.

Para isso, basta aderir ao Regime de Parcelamento de Créditos de Anuidades e Multas do Sistema CFC/CRCs (Redam). 

Mas, para aproveitar as condições oferecidas pelo Redam, é preciso estar atento ao prazo, que se estende até 31 de julho.

Se você está em situação de inadimplência junto ao Conselho Regional e Contabilidade (CRCs) e quer saber como funciona o Redam e como regularizar seus débitos, acompanhe! 

O que é o Redam?

Trata-se de um regime criado para facilitar as negociações de anuidades e multas, que estão em atraso. Assim, é feita a atualização dos valores devidos de acordo com o Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA).

Designed by @pressfoto / freepik

Através do Redam, o profissional pode contar com a redução de 100% sobre multa de mora e juros. Desta forma, podem ser incluídos nesta negociação os pagamentos que tenham vencido até 31 de dezembro de 2020, além dos saldos remanescentes de parcelamentos que tenham sido feitos anteriormente.

Para os créditos que já estejam em fase de execução fiscal, serão acrescidos honorários advocatícios, custas judiciais e demais despesas decorrentes de ordem judicial. 

Como aderir?

O profissional contábil deve acessar a página do Conselho Federal de Contabilidade para verificar os valores devidos. Depois, basta fazer uma simulação da forma de pagamento, que está disponível em duas opções:

Depois de escolher a melhor forma de pagamento, é só fazer a adesão de forma online pelo site ou receber atendimento presencial no Conselho Regional de sua região. 

Pagamento da anuidade 

Além da adesão ao Redam para regularizar os débitos, os contadores e organizações do ramo também devem fazer o pagamento da anuidade aos Conselhos Regionais de Contabilidade.

Mas, vale ressaltar que o prazo terminou no dia 31 de maio, então, os profissionais que não fizeram o pagamento já estão inadimplentes. 

Neste ano, a anuidade é de R$562,00 para os contadores e R$503,00 para os técnicos em contabilidade. No caso das organizações contábeis, os valores são:

Lembre-se que o atraso no pagamento resulta em multas que podem pesar no bolso. Sendo assim, são acrescidos de multa de 2% e juros de 1% ao mês.

Como esse débito não pode ser negociado pelo Redam, o profissional deve emitir a guia atualizada através da internet no endereço do CRC de sua região. 

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Samara Arruda

Sair da versão mobile