Contas patrimoniais: entenda o que são e como funcionam

0

Antes de aplicar recursos em uma empresa, investidores costumam analisar as contas patrimoniais, onde constam todas as informações do empreendimento. Elas também são úteis para o empreendedor, que deve saber como funcionam a fim de acompanhar o desenvolvimento de sua companhia. 

Porém, se você não possui experiência nesse assunto, pode ficar um pouco confuso ao se deparar com tantos números. Por isso, é necessário entender como essas contas funcionam e como elas interferem no valor da empresa.

O primeiro passo é saber que elas integram o Balanço Patrimonial, que é um relatório contábil responsável por avaliar a condição patrimonial e financeira da sua empresa ao final de um período. Veja as principais contas patrimoniais:

  • Ativos;
  • Passivos;
  • Patrimônio Líquido. 

Vale ressaltar que nas contas patrimoniais não devem ser registrados apenas os saldos positivos, mas também as perdas que foram computadas. Desta forma, veja as informações que são registradas em cada uma delas: 

Contas de Ativos

São as informações sobre bens e direitos, ou seja, todas aquelas que geram expectativa de ganho ou lucro. Assim, são compostas por dados do caixa, duplicatas e títulos a receber. Diante disso, temos diversos tipos de ativos que são divididos de duas formas

A primeira diz respeito aos ativos circulantes, que são relacionados à maior capacidade de serem convertidos em capital, como por exemplo: contas correntes com livre movimentação; dinheiro em espécie em caixa; bens ou produtos destinados à venda; estoque; despesas que são pagas de forma antecipada, além das contas a serem recebidas; impostos à restituir e investimentos de curto prazo. 

Por sua vez, os ativos não circulantes são aqueles que possuem menor liquidez. Podemos dizer que se tratam dos bens e direitos que possuem um prazo maior para que se tornem capital.

São eles: ativos realizáveis no longo prazo como depósitos a longo prazo, empréstimos realizados, etc. Há ainda os ativos imobilizados como imóveis e equipamentos, além dos investimentos; ativos intangíveis que se referem aos direitos autorais, marcas, patentes, licenças, softwares, dentre outros. 

Contas de Passivos 

Os passivos são aqueles que geram despesas como as obrigações e o patrimônio líquido, sendo assim são formados pelas saídas de recursos, dívidas e impostos a pagar. Também podem ser circulantes e não circulantes.

Enquanto o passivo circulante é relacionado aos valores que serão pagos em breve, obrigações trabalhistas, fornecedores, empréstimos e financiamentos.

Já os passivos não circulantes se tratam das obrigações que serão exigidas pelos credores ao término do ano. 

Patrimônio Líquido

É onde consta todos os valores provenientes do recurso inicial que foi aplicado pelos sócios, além das informações dos aportes, lucros e prejuízos, sendo assim, se trata da diferença encontrada entre os passivos e ativos. 

Balanço Patrimonial 

Por falar em relatório, temos ainda o Balanço Patrimonial que ressaltamos acima. Ele também demonstra a situação financeira da sua empresa, considerando os ativos e passivos de um determinado período.

É considerado um demonstrativo financeiro muito importante para o empreendimento, pois, são listados todos os recursos, direitos e investimentos da empresa. 

Desta forma, é possível verificar se o empreendimento está gerando lucros ou tendo prejuízos, para saber qual é o melhor momento para se fazer investimentos ou a necessidade de controlar os gastos.

A dica é ter sempre em dia as suas contas patrimoniais, para que possa elaborar o seu Balanço Patrimonial a cada exercício social e veja que todos esses documentos estão interligados.

É fundamental ressaltar ainda que, junto com esse documento, é preciso preparar também o DRE, Demonstrativo de Resultados do Exercício, que também é mais um relatório contábil que evidencia se as operações da sua empresa e que deve e deve ser assinada por um contador habilitado. 

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Samara Arruda