Com a volta às aulas ainda sem data definida, a convivência familiar deve continuar por mais um tempo sendo um verdadeiro desdobramento que envolve trabalhar, cuidar dos filhos e da casa, além de outras atividades.

Assim, o grande desafio é: como criar uma convivência saudável entre todos os membros da família que estão sob o mesmo teto durante 24 horas por dia e sete dias por semana?

Segundo Heloísa Capelas, CEO do Centro Hoffman e especialista em autodesenvolvimento e inteligência emocional, existem algumas dicas práticas e fáceis de serem aplicadas no dia a dia para fugir do stress, se divertir com os pequenos e conciliar as rotinas profissionais e domésticas sem enlouquecer por alguns  instantes.

Confira!

Revezamento com as crianças

Para os familiares se entenderem nesse “novo normal” é preciso fazer uns combinados entre si.

Os pais podem se revezar ao ficar com as crianças – enquanto um trabalha, o outro fica com a garotada, depois trocam.

“Nessa hora é fundamental adequar os horários e as ações. Todos terão fazeres em conjunto, mas também individuais. É normal cada família ter seu próprio combinado, suas próprias dinâmicas, seus próprios horários”, explica Heloísa.

Combine o que fazer

Enquanto os adultos têm de trabalhar e fazer outras tarefas, os pequenos têm as atividades escolares e tudo mais que faz parte do universo delas.

Por conta disso, o combinado com as crianças pode ser feito sobre quais momentos ficarão juntos para brincar, montar um quebra-cabeça, estudar e contar histórias, por exemplo.

Mas lembre – os combinados podem ser recombinados para que a família não caia na rotina e todos fiquem bem.

Pausa para atividades em conjunto

Durante o “expediente” dos pais, a cada uma hora e meia, a família toda pode se reunir e fazer uma atividade em conjunto por uns 15 minutos.

Ou seja, depois de uma hora e meia de atividades individuais, reserve 15 minutos de brincadeiras e interação.

Assim, os pais vão trabalhar, as crianças vão fazer lição e suas atividades, e depois todos terão muitos momentos agradáveis juntos durante cada pausa.

Fuja do estresse

Se sentir que está ficando estressado, uma dica é reunir a família, colocar uma música alegre e propor que todos dancem e cantem.

Assim, todos extravasam a energia, ficam contentes e aliviados para voltar às atividades, caso seja preciso. 

Respire

Quando estiver tenso, faça uma respiração profunda. Com os ombros relaxados, inspire profundamente, encha seu diafragma, segure por três, quatro segundos, e solte todo o ar.

Faça isso até cinco vezes, ou quanto achar necessário para relaxar. Você vai ver como tudo ficará mais calmo.

“É importante muitas vezes simplesmente respirar, relaxar e sorrir, sem se cobrar tanto. Tem muitas pessoas passando por isso, e estão todas buscando resposta”, lembra a CEO do Centro Hoffman.