Correção do FGTS saiba quanto cada trabalhador pode receber

0

A ação de correção dos valores do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um dos pontos mais debatidos pelos trabalhadores nos últimos dias, o fato ganhou grande repercussão, pois a ação estava para ser decidida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) acabou não ocorrendo como esperado no dia 13 de maio, quando o Supremo retirou da pauta a votação da revisão.

Agora, os trabalhadores e advogados seguem aguardando o posicionamento do STF sobre uma possível data do julgamento, o que por um lado acabou beneficiando os trabalhadores que não conheciam essa correção, de ingressar com ação requerendo valores de seu direito.

Com relação ao ponto que mais chama atenção aos trabalhadores, que é justamente sobre o recebimento de valores, muitos trabalhadores continuam com dúvidas sobre a viabilidade da ação e se ela realmente será vantajosa.

Se você também que esclarecer esse ponto de uma vez por todas, continue acompanhando!

Fonte: Google
Fonte: Google

Valores da correção do FGTS

A correção monetária do FGTS pode sim, render muito dinheiro aos trabalhadores, contudo, nem todos os trabalhadores vão ter uma “bolada” para receber, e é bom que isso fique claro de uma vez por todas.

Existem muitos cálculos que dão valores extremamente altos com R$ 17 mil R$ 70 mil ou ainda R$ 125 mil. Contudo, da mesma forma que existem cálculos que estão rendendo altos valores aos trabalhadores, existem outros cálculos rendendo valores de até R$ 100,00, o que acaba de fato não sendo interessante para o trabalhador.

O que determina se a revisão de correção dos valores beneficiará você é o salário que você recebeu ao longo dos anos, por quanto tempo você recebeu estes valores e o principal deles é se realmente a empresa depositou todos os valores nas contas do FGTS vinculadas ao seu contrato de trabalho.

Outro ponto que precisa ser lembrado é que o cálculo para correção será realizado sobre o valor dos Créditos JAM (Coeficientes de Juros e Atualização Monetária) e não sobre o saldo final do Fundo de Garantia.

Com isso, para você poder evidenciar se a correção do FGTS valerá apena para você, será necessário verificar que a revisão acaba sendo benéfica quando o interessado trabalhou em uma empresa por um longo período de tampo e com salário razoável, nesses casos a revisão costuma ser bem vantajosa.

Contudo, se o trabalhador acabou mudando muito de emprego, e com salários mais baixos, os valores das correções através de simulações não costumam ser tão vantajosos assim.

Vale lembrar que o que estamos falando aqui não é um critério determinante, apenas um ponto de atenção para quem está em busca de receber os valores perdidos ao longo do tempo.

Cálculos dos valores a receber

O trabalhador pode simular os valores da correção do FGTS, da seguinte maneira:

  • Pegue o valor dos 8% do salário recebido todo o mês durante o tempo em que trabalhou;
  • Soma-se a 3% de juros do próprio FGTS; e mais
  • Atualização de dinheiro com base na taxa de referência como, por exemplo, INPC ou IPCA.

Apesar de parecer simples, o cálculo exige bastante atenção por parte do interessado. Como dito anteriormente o cálculo será realizado através de Créditos JAM, de modo a realizar o cálculo das diferenças entre TR e INPC é necessário refazer o índice aplicado às contas do FGTS, retirando dele a TR e substituindo pelo INPC.

Vale lembrar que o extrato do FGTS pode ser obtido através do site da Caixa: www.caixa.gov.br/extrato-fgts

Ferramenta de cálculo gratuito

O trabalhador interessado em saber o valor exato da revisão do seu FGTS, também pode contar um serviço de cálculo totalmente gratuito chamado LOIT FGTS.

Para isso, basta se cadastrar na plataforma e anexar seus extratos da Caixa obtidos pelo site do banco. O processo é muito simples e ao enviar as informações solicitadas o cálculo dos valores que você tem para receber serão apresentados em poucos instantes.

Acesse em: https://fgts.loitlegal.com.br

Em seguida, caso você queira entrar com o pedido no Juizado Especial Federal de sua região, o site oferece um KIT com os documentos já preenchidos com seus dados e todas as orientações e suporte para protocolar o processo.

Para profissionais como advogados e contadores que desejam ajudar seus clientes no cálculo dessa revisão, existe também outra ferramenta que permite a execução de forma mais abrangente, trata-se da automação ELI FGTS.

Acesse em: https://fgts.elibot.com.br