Documento será encaminhado ao Conselho Federal de Contabilidade (CFC)

O Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina (CRCSC) deu mais uma demonstração do seu compromisso com a ética e a transparência ao concluir o Relatório de Gestão 2018. O documento agora será encaminhado ao Conselho Federal de Contabilidade (CFC), que passou a adotar a partir desse ano em todo o Sistema CFC/CRCs o formato de Relato Integrado. O objetivo é garantir mais transparência na apresentação dos resultados e aprimorar a coerência dos dados disponibilizados aos órgãos de controle externo e à sociedade.

O presidente do CRCSC, Marcello Seemann, reconhece o Relatório de Gestão como o principal meio de prestação de contas da Instituição, junto aos órgãos de controle e fiscalização, como o Tribunal de Contas da União (TCU). “O documento apresenta os resultados alcançados, detalhando a execução das nossas atividades, incluindo aspectos quantitativos e qualitativos”, afirma.

Peça obrigatória do processo de prestação de contas anual dos gestores da Administração Pública Direta e Indireta, o Relatório de Gestão descreve as metas estabelecidas, ações realizadas e resultados alcançados ao longo do exercício. Além disso, também são apresentados os meios orçamentários, financeiros, patrimoniais e logísticos, utilizados para o cumprimento dos objetivos institucionais. Todo o conteúdo é disciplinado por Decisão Normativa do TCU.

O novo formato de Relato Integrado – abordagem desenvolvida por uma aliança internacional de organismos de normatização, organizações empresariais, investidores, reguladores, entidades contábeis e universidades – deve fortalecer a credibilidade dos gestores públicos, ampliando o entendimento da sociedade sobre a importância de governança no desempenho das instituições.

“Nossa principal função é proteger a sociedade, por isso precisamos dar o exemplo com ações éticas, demonstrando total transparência. Esperamos que essa iniciativa sirva de exemplo para todos os entes públicos, pois somente assim a sociedade começará a se desenvolver, com uma governança responsável”, conclui o presidente do CRCSC.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.