Crédito Rural: Contratações crescem 21% entre julho e outubro

0

Este ano, os produtores rurais, as cooperativas e as agroindústrias têm aproveitado o Crédito Rural, para investir no desenvolvimento de suas atividades.

É o que mostra o balanço feito pela Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento que foi divulgado nesta semana. 

O levantamento serviu para avaliar o desempenho do Crédito Rural e demonstra o aumento de 21% referente os primeiros quatro meses deste ano em comparação ao mesmo período de 2019.

Sendo assim, valor total das contratação do Crédito Rural chegou à R$ 92,63 bilhões.  

Contratações

Os dados mostram ainda que os agricultores familiares foram responsáveis por contratarem R$15,32 bilhões através do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e os médios produtores fizeram a contratação de R$ 12,78 bilhões por meio do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor (Pronamp).

Confira como ficaram às contratações em cada setor: 

  • Financiamentos de custeio: R$ 52,42 bilhões (aumento de 16%)
  • Contratações de investimentos: R$ 26,48 bilhões 
  • Contratações Pronaf: R$ 8,27 bilhões (aumento de 17%)
  • Contratações do Pronamp: R$ 11,56 bilhões (aumento de 8%)
  • Médios produtores: R$ 1,22 bilhão (aumento de 15%) 
  • Agricultores familiares: R$ 6 bilhões (aumento de 18%) 
  • Industrialização: R$ 5,74 bilhões (aumento de 5%)
  • Comercialização: R$ 7,98 bilhões (redução de 2%) 

Fonte dos Recursos 

Em torno de 35% do total de financiamentos que foram realizados, ou seja, R$32,36 bilhões corresponde à Poupança Rural Controla.

produtor rural

Logo em seguida aparece os Recursos Obrigatórios, que são aqueles valores depositados à vista e que totalizam R$ 19,71 bilhões (21%).

Depois, aparece os recursos da Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) no valor de R$ 9,58 bilhões (10%).

Aumento da demanda

De acordo com o diretor do Departamento de Crédito e Informação do Mapa, Wilson Vaz de Araújo, o crédito rural tem tido um desempenho desempenho favorável, apesar dos reflexos da pandemia na economia.

Os resultados estão relacionados principalmente com o bom desempenho da produção de grãos para atual safra.

Tipos de Crédito 

Os produtores rurais e cooperativas interessadas podem escolher entre três modalidades de crédito.

São elas: crédito para custeio que é voltado àqueles que pretendem pagar custos da produção, o crédito para investimentos, que é disponibilizado ao solicitante que pretende adquirir um bem ou serviço durável e o crédito para comercialização, que é voltado àqueles que precisam de fazer investimentos para a distribuição e armazenamento da produção agrícola.

Desta forma, podem ser escolhidos entre os seguintes programas: 

  • PRONAMP: destinado ao pequeno ou médio agricultor familiar que tenha sua renda anual derivada da atividade agropecuária;
  • INOVAGRO: destinado a inovação tecnológica. Pode ser contratado tanto por produtores rurais quanto pelas cooperativas de produção; 
  • PRONAF: voltado ao investimento e custeio da propriedade, sendo liberado principalmente ao  produtor familiar com Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP);
  • MODERAGRO: é referente ao incentivo da modernização e expansão da produtividade nos setores agropecuários; 
  • PCA: se trata de recursos para a ampliação, modernização e reforma da capacidade de armazenamento. 

Por Samara Arruda