FGTS: criminosos usam saque emergencial para roubar dados

Os trabalhadores que estão aguardando pela liberação do saque emergencial do FGTS (Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço), devem estar atentos para não serem vítimas de golpes virtuais.

Muitas pessoas informaram ter recebido e-mails e mensagens com o aviso de liberação do saque, que supostamente, acontecerá este mês. 

Diante da esperança de conseguir um dinheiro extra, muitos acabam informando seus dados pessoais e até mesmo senhas de acesso à outras contas, que são roubadas pelos golpistas.

Desta forma, continue conosco, veja se o FGTS será realmente liberado e quais são as orientações para evitar cair neste golpe. 

Saque emergencial 

Em 2020 aconteceu a liberação do saque emergencial devido à pandemia. A medida permitiu que os trabalhadores, com saldo nas contas ativas e inativas, pudessem resgatar o valor de até um salário mínimo das contas do fundo.

FGTS

No entanto, este ano o governo não fez a liberação, portanto, ressaltamos que as mensagens sobre o saque emergencial do FGTS são falsas.

Então, qualquer informação que for repassada por e-mail ou mensagem de texto pode ser utilizada por golpistas para fazer saques do FGTS ou ter acesso à outras transações bancárias em seu nome.

Saque será liberado?

Recentemente, o Ministério da Economia publicou por meio de nota que o saque emergencial do FGTS não deverá ser liberado em 2021. Isso porque o mesmo não faz parte dos planos do governo que já adotou outras medidas para auxiliar os cidadãos durante a pandemia.

Dentre elas, podemos citar o auxílio emergencial, a antecipação do 13º salário aos aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Social do Seguro Social).

Além disso, também há o programa que permite a suspensão de contratos de trabalho e a redução de jornadas e salários foram reeditadas neste ano, após o recrudescimento de casos da covid-19.  

Quando posso sacar?

Atualmente, há duas maneiras dos trabalhadores terem acesso ao Fundo de Garantia, veja quais são elas:

  • modalidade saque-aniversário: o trabalhador pode optar pelo saque anual na data do seu aniversário; 
  • modalidade saque-rescisão: o trabalhador terá acesso ao FGTS quando houver o desligamento da empresa, mas é necessário que não haja demissão por justa causa;

Vale lembrar que a legislação que regulamenta o FGTS também estabelece situações que permitem ao trabalhador resgatar os valores do Fundo de Garantia. São elas: 

  • Dispensa sem justa causa por parte do empregador; 
  • Rescisão por acordo entre empregador e empregado; 
  • Para compra da casa própria;
  • Para complementar pagamento de imóvel comprado através de consórcio; 
  • Para complementar pagamento de imóvel financiado (pelo SFH – Sistema Financeiro de Habitação); 
  • Rescisão por término de contrato por prazo determinado; 
  • Por fechamento da empresa; 
  • Rescisão por culpa recíproca (empregador e empregado);
  • Rescisão por força maior (se a empresa é atingida por um incêndio ou enchente, por exemplo);
  • Rescisão por aposentadoria; 
  • Trabalhadores que possuem doenças graves como HIV, câncer ou em estágio terminal devido a uma doença grave (também se estende aos dependentes do trabalhador);
  • Empregados que ficam três anos seguidos ou mais sem trabalhar com carteira assinada; 
  • Em caso de morte do trabalhador; 

Evite golpes 

Segundo a Caixa Econômica Federal, os trabalhadores devem estar atentos para evitar golpes. Uma das medidas é evitar clicar em links ou preencher seus dados e senha sem antes verificar se de fato o site é oficial.

Se você receber mensagens desse tipo, desconfie. Os links podem conter vírus ou outras ameaças que irão contaminar o seu computador ou celular com objetivo de roubar suas informações pessoais e/ou bancárias. 

O banco informou ainda que não envia mensagens sobre o saque das contas vinculadas do FGTS ou que solicita senhas, dados ou informações pessoais do trabalhador.

Nas agências, os trabalhadores devem ainda identificar empregados e colaboradores por meio de crachá funcional e não aceitar ajuda de pessoas não identificadas. 

A Caixa orienta que os interessados em saber sobre informações do FGTS entrem em contato através dos canais oficiais, veja quais são:

  • Site: fgts.caixa.gov.br
  • Aplicativo: APP FGTS;
  • Telefone: 0800 724 2019;
  • Nas agências da Caixa.

Por Samara Arruda

Comentários estão fechados.