Currículo atrativo na crise? Saiba o que é necessário para elaborar o seu

0

Em situações de recessão econômica e aumento do desemprego, a competição por colocação profissional costuma se tornar ainda mais acirrada. Nesse cenário, para conseguir boas oportunidades é fundamental saber como elaborar um currículo atrativo na crise

O motivo é simples: currículo é o cartão de visitas de um profissional. Se o seu CV atender a todos os requisitos que os recrutadores buscam, será uma ótima vantagem competitiva na busca por emprego.

Mas, afinal, como elaborar um currículo capaz de se destacar? Para te ajudar nessa missão, listamos algumas dicas valiosas para você expor suas experiências da forma mais atrativa possível para os headhunters. Se interessou? Continue conosco!

Tópicos do conteúdo:

  • Tenha um objetivo adequada à vaga;
  • Diga o mais importante no começo;
  • Seja objetivo;
  • Customize seu CV de acordo com a vaga;
  • Use palavras-chave da sua área;
  • Apresente informações comprovadas com dados;
  • Construa uma narrativa coerente;
  • Não omita informações;
  • Transforme parágrafos em listas;
  • Revise o texto e as informações com atenção;
  • Peça feedback.

Tenha um objetivo adequado à vaga

Depois do seu nome e dos contatos, o primeiro campo a ser preenchido no currículo é o objetivo. Nele, consta o nome do cargo pretendido ou a área de atuação desejada pelo candidato.

Atualmente, o mercado vive uma era de especialização crescente, ou seja, as empresas buscam pessoas com competências cada vez mais específicas. Por isso, os currículos precisam ser menos genéricos e ter mais foco para chamar a atenção dos recrutadores.

Por exemplo: há uma grande diferença entre buscar uma “vaga na área de Marketing” e uma “vaga como Analista de Marketing Junior”. Dependendo da empresa, o departamento de Marketing pode ter diversos níveis e funções. Por isso, você ganha pontos ao dizer logo de cara exatamente o que busca.

Currículos muito generalistas, que parecem ser feitos para ocupar qualquer cargo, costumam ser os primeiros a ser descartados, principalmente em momentos de oportunidades escassas.

Diga o mais importante no começo

Ordenar as informações corretamente é fundamental para elaborar um currículo atrativo na crise. O mais importante deve ser dito logo no início do documento, para que o recrutador não perca tempo procurando seus dados mais relevantes.

Logo após o objetivo, faça um resumo profissional, que consiste em um mini CV com dois ou três parágrafos curtos. Nele, você deve expor as principais informações sobre a sua formação, experiências, qualificações e diferenciais, sempre de forma sucinta e objetiva. Nas seções seguintes, você poderá apresentar esses tópicos com mais detalhes.

Seja objetivo

Por precisarem avaliar muitos perfis em pouco tempo, os recrutadores preferem currículos objetivos, tanto no conteúdo quanto no visual.

Procure dizer o máximo com o mínimo de palavras, mantendo seu CV com, no máximo, duas páginas. No layout, evite colunas, tabelas e cores excessivas. É importante ter cuidado na formatação, mas exageros podem tornar o documento muito poluído e dificultar a localização das informações.

Customize seu CV de acordo com a vaga

Quando se fala em como elaborar um currículo atrativo na crise, todo cuidado é pouco.

Quanto mais alinhado às exigências da vaga for o seu perfil, maiores são as chances de você ser contratado. Portanto, ao invés de elaborar um currículo padrão para todos os processos seletivos, experimente criar uma versão do documento para cada oportunidade.

Redija um currículo base é vá adaptando alguns trechos de acordo com as exigências do contratante. Por exemplo: se você já atendeu a clientes do setor bancário, e esse é um diferencial para a vaga desejada, reorganize as informações de modo que esse detalhe seja destacado.

Ao evidenciar os pontos em comum entre as suas experiências e a posição, fica mais fácil o recrutador avaliar se você é é ou não é adequado para a vaga.

Use palavras-chave da sua área

Ao avaliar um currículo, o recrutador não faz uma leitura linear. Ao invés disso, ele passa os olhos rapidamente pelo documento, por cerca de dez segundos, em busca de palavras-chave que tenham a ver com a descrição da vaga em questão.

Outro ponto importante: na primeira triagem, a seleção dos currículos é feita por algoritmos, o que aumenta ainda mais a importância de usar as expressões corretas no conteúdo.

Por isso, é essencial que o seu CV seja recheado de palavras-chave da sua área de atuação. Inclua nomes de softwares, nomes de projetos, termos técnicos e certificados específicos. Se o recrutador encontrar esses termos, há uma grande chance de ele se dedicar a uma leitura mais atenta do seu histórico.

Apresente informações comprovadas com dados

Fornecer dados que comprovem suas experiências, aptidões e resultados é um passo essencial de como elaborar um currículo na crise. Como poucas pessoas colocam isso em prática, essa pode ser uma grande vantagem do seu CV sobre os dos concorrentes.

Se você tem inglês fluente, mencione um certificado de proficiência. Se ajudou a alavancar vendas, informe o percentual de crescimento que a empresa atingiu com o seu trabalho. Quanto mais dados, números e resultados o seu CV tiver, mais atrativo e persuasivo ele será.

Construa uma narrativa coerente

Um currículo atrativo deve contar uma história com início, meio e fim. Mudanças bruscas de área, experiências desconexas e lacunas sem explicação acabam criando dúvidas e afastando os recrutadores.

A carreira deve ser apresentada de forma harmônica, com um padrão nos tipos de função e na evolução dos cargos. Além disso, precisa haver uma simetria entre o histórico do candidato e as exigências da vaga em questão.

Dessa forma, o recrutador poderá enxergar a relação entre os objetivos do profissional e os papéis que ele desempenhou na carreira até o momento.

Não omita informações

Muitos profissionais omitem no currículo informações que consideram desfavoráveis, como uma passagem muito curta por uma empresa. Porém, se a experiência for relevante para a vaga pretendida, não há por que excluir.

Esforce-se para expor seus resultados da melhor forma possível, e, se a duração da experiência for mencionada na entrevista, esteja pronto para responder o que aconteceu.

O mesmo se aplica a pessoas que tiveram hiatos longos, de muitos meses ou anos, sem emprego formal. 

Se você simplesmente deixar um buraco entre uma experiência e outra, isso chamará a atenção de forma negativa. Para evitar essa má impressão, conte o que andou fazendo no período, sejam freelas, sejam cursos de capacitação.

Transforme parágrafos em listas

A forma como o conteúdo é redigido é outro ponto importante de como elaborar um currículo atrativo na crise.

Grandes blocos de texto desestimulam a leitura. Por isso, ao descrever as atividades que você teve em cada emprego, troque os parágrafos corridos por listas em bullets points.

Pode parecer preciosismo, mas esse detalhe tornará o seu CV mais leve e dinâmico, evitando que o recrutador o descarte apenas por parecer cansativo.

Revise o texto e as informações com atenção

Ao finalizar, leia e releia o seu currículo em busca de erros de digitação e de português, que não costumam ser tolerados pelos recrutadores.

Aproveite a oportunidade para também revisar as informações, para se certificar de que não há nenhuma informação errada ou faltando.

Peça feedback

Outra boa dica para seguir após finalizar o currículo é pedir o feedback de amigos, mentores e colegas mais experientes antes de enviá-lo para recrutadores. Eles poderão pegar erros ortográficos que você tenha deixado passar, ou ajudar a tornar o seu conteúdo mais relevante.

Se houver algo que você fez que não esteja lá ou algum trecho confuso na descrição das suas experiências, eles certamente apontarão.

Agora que você já sabe como elaborar um currículo atrativo na crise, é hora de colocar o que aprendeu em prática! Reserve um tempo para atualizar seu CV e faça isso com calma, cuidado e sem distrações. Pense bem sobre os seus melhores resultados e não deixe faltar nada, para que você consiga mostrar sua melhor versão profissional neste cartão de visitas.

Com informações Xerpa