Uma pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) mostrou que quase 80% das empresas abertas no Brasil são consideradas familiares. Segundo o mesmo estudo, só 25% delas conseguem passar o negócio com sucesso para outra geração e, mais, só 10% das empresas chegam a 4º geração da família.

Dentro desse contexto, é visível que só seguem o caminho aquelas que investem em uma sucessão consolidada através de planejamento, comprometimento, preparo e alinhamento, fatores que a rede de franquias Anjos Colchões & Sofás, através do seu diretor-presidente e CEO, Claudinei dos Anjos, aplica no seu negócio para, assim, garantir um dos poucos casos bem sucedidos do tipo.

“O que define se você vai ter sucesso nos negócios não é o quanto você é um gênio ou as notas que tirou na escola ou faculdade. Ser um empreendedor bem sucedido é estar conectado com tudo o que acontece ao seu redor, pesquisar e procurar por novidades no segmento em que atua, perseverar, lutar pelo negócio e, principalmente, ser humilde para reconhecer que toda empresa começa pequena. É isso que busco passar para o Leonardo”, explica Claudinei dos Anjos, fundador, presidente e CEO da rede Anjos Colchões & Sofás, hoje com mais de 80 unidades franqueadas espalhadas pelo Brasil e Paraguai.

Desde 1990 à frente da empresa, quando a mesma ainda era uma pequena fábrica de colchões com poucos funcionários, Claudinei mostra bastante vigor como empreendedor até os dias atuais.

Porém, pensando no futuro do negócio criado por ele – e que hoje emprega mais de 500 pessoas diretamente e 1800 de forma indireta -, o executivo passou a planejar sua sucessão olhando o filho, Leonardo dos Anjos, como a melhor e mais preparada alternativa a garantir a continuidade e o crescimento sustentável da marca.

A crença não veio apenas da motivação paterna. E nem deveria. Leonardo demonstrou desde jovem que havia herdado do pai a aptidão ao mundo dos negócios, o que o levou a iniciar suas atividades na empresa ainda com 16 anos.

Consciente de que só isso não seria o bastante, o aprendiz buscou conhecimento científico e formou-se em Administração de Empresas pela Fundação Assis Gurgacz (FAG), o que lhe rendeu fôlego e preparo para desafios maiores.

Aos poucos, foi desenvolvendo seu próprio jeito de empreender, extraindo do pai suas principais qualidades na área, mas dando um toque próprio que o destacou. Dez anos depois de entrar pela primeira vez na empresa para trabalhar, foi convidado para participar de um arrojado plano de expansão cujo principal objetivo seria levar a rede criada pelo pai para além do Paraná, estado onde a Anjos Colchões & Sofás nasceu e se consolidou. Sob sua direção, então, o processo expansionista da marca surpreendeu.

“Ajudei a marca a expandir inicialmente para cidades do Paraná e para Porto Alegre, nossa primeira loja fora do estado de origem. Minha contribuição consistiu em avaliar e encontrar bons gerentes, gestores e colaboradores que atendessem a nossa exigente clientela”, explica Leonardo dos Anjos, atual diretor de franquias da Anjos Colchões & Sofás.

Com a ajuda dele, a rede também fincou presença internacional com lojas no país vizinho Paraguai e, em 2020, alcançou o expressivo número de mais de 80 unidades em operação, além do recorde, em meio a pandemia, do aumento no faturamento em junho em comparação com o mesmo período do ano passado: 93%.

E o apetite de Leonardo não deve parar por aí. “Meu objetivo é alcançar, pelo menos, o número de 500 lojas em operação dentro de um período de cinco anos. Teremos muito trabalho, mas montamos uma equipe qualificada para garantir o crescimento sustentável dos nossos franqueados e da rede como um todo”, comenta o executivo.

Para o pai e presidente da empresa, o filho aprendeu a lição de casa e ainda adicionou conhecimento e seu jeito próprio no modo de dirigir pessoas e trabalhar em equipe. Com isso, acredita ser ‘natural’ que, em breve, ele assuma de vez o posto de líder máximo da Anjos Colchões & Sofás.

“Ainda não penso na aposentadoria, mas vejo que nosso modelo de sucessão, com o Leonardo começando desde cedo, dedicando-se ao nosso negócio e às pessoas da empresa, é bem estruturado, plausível e já gerou resultados, como mostra nossa expansão da qual ele está à frente”, complementa Claudinei dos Anjos.

Fundada no Paraná em 1990, a Anjos Colchões & Sofás começou suas atividades com produção de estofados e apenas quatro funcionários.